Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Aprenda como enfrentar seus medos

Aprenda como enfrentar seus medos

18/04/2014 Margareth Signorelli

“Os medos nada mais são do que estados mentais. E o nosso estado mental está sujeito a controle e direção”.

Todos nós temos nossos medos em diferentes proporções, setores e que variam dependendo da fase de nossa vida. As características pouco mudam, nos fazendo sentir paralisados e impedidos de tomar decisões, pois nos assusta como uma sombra ameaçadora. Sentimo-nos dominados, ele está no comando.

Falo do medo que nos impede de tomar atitudes, de seguir em frente, e não do que nos chama atenção quando existe perigo eminente. Aquele medo que nos alerta serve como um aviso precioso, chega como um relâmpago provocando uma reação física real e nos coloca em uma posição de decisão de atacar ou fugir. O outro tipo permanece cronicamente e nos impede de pensar racionalmente, se apoderando do corpo e da mente.

Existe uma pequena historia budista chamada “A sala com 1000 fantasmas”. Ela diz que, quando os monges querem adquirir mais sabedoria para aprender a superar seus medos, lhes é oferecido um atalho, uma dinâmica que acelera anos de meditação servindo como um tratamento de choque na busca do domínio desta emoção tão bloqueadora.

Caso você não queira ficar 20 anos fazendo meditação para enfrentar seus piores medos, faça esta dinâmica abaixo e sinta a diferença:

- Relaxe e feche seus olhos. Respire fundo e imagine que você está entrando por uma porta em uma sala com 1000 fantasmas e tem que sair do outro lado. Nesta dinâmica você tem um propósito, que é sair pela outra porta.

- Eles nos dão 2 conselhos antes de entrar na sala:

1- Lembre-se que tudo o que você verá, não importa quanto horrível pareça, é somente a projeção do seu pensamento.

2- Não importa o que você veja, pense ou sinta. Siga em frente e você sairá pela outra porta, ileso.

Quando tiver medo transforme-o nestes fantasmas ameaçadores, fazendo com que pareçam mais aterrorizantes ainda. Dê margens à sua fantasia e vá mais fundo imaginando o pior que eles possam lhe proporcionar. Use este ensinamento para enfrentá-los em situações diversas.

Lembre-se que o que te assusta e te paralisa em diferentes fases da sua vida é a projeção dos seus pensamentos. Se você continuar em frente, engajado em seu propósito e objetivo, conseguirá “sair pela outra porta” e se suplantará. Perceberá que o poder para combatê-los está ao seu alcance, dentro de você mesmo. É só uma questão de aprender como usá-lo fazendo, assim, com que seu maior temor se transforme em mais uma grande superação. O importante é saber como enfrentá-los.

* Margareth Signorelli é Coach de Relacionamento e Terapeuta



Viver não custa…

Meses depois de ter casado, na Igreja, fui viver para andar de prédio, que ficava nos subúrbios da minha cidade.


Insetos na dieta

Aproximadamente dois bilhões de pessoas em 130 países já comem insetos regularmente.


Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.


A importância de empoderar nossas meninas

Fatores culturais de valorização do masculino, enraizados desde sempre na nossa sociedade, afetam a autoestima e a confiança feminina.


Advogados e Cursos jurídicos

Onze de Agosto é o Dia da Fundação dos Cursos de Direito e é também o Dia do Advogado.


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Ética de advogados e juízes

A advocacia e a magistratura têm códigos de ética diferentes.