Portal O Debate
Grupo WhatsApp

As empresas estão preparadas para a era digital?

As empresas estão preparadas para a era digital?

07/04/2018 Marco Antonio Colitti

Aos poucos, a sociedade sem papel vem se tornando uma realidade.

As memórias estão deixando o mundo tátil e real e passam a ser concentradas em nuvem, na virtualidade. Isso vale não só para Pessoa Física, com o registro de fotos e comprovantes de pagamentos, por exemplo, como também para Pessoa Jurídica, justamente no país onde a alta burocracia exige diariamente a geração de grande volume de documentos.

Essa transformação traz a certeza de uma sociedade voltada ao mundo virtual e, ao mesmo tempo, um enorme desafio. Será que as empresas do país estão preparadas para a era digital?

Independentemente do ramo de atuação e do porte, são muitas as empresas que vivem o dilema de manter os documentos em forma de papel ou de acompanhar a modernização e transformar tudo em documentos digitais.

Qualquer que seja a decisão, há vantagens e desvantagens envolvidas, exigindo que a política dessa gestão documental seja bem analisada e discutida entre os gestores empresariais. A tomada de decisão deve ainda levar em conta os aspectos jurídicos e a legislação pertinente à guarda de cada tipo de documento e/ou informação.

Na versão digital, a vantagem é o tempo de resposta na localização das informações. Em contrapartida, há a angústia causada pelo fato de não ter a sensação tátil do que buscamos e nem a certeza de que iremos ter aquilo que não vemos. Tais características podem ser consideradas as desvantagens desse modelo de armazenamento.

Do outro lado, empresas que optam em permanecer no formato papel podem ter tempo de resposta maior na localização das informações, mas com a vantagem de não viver essa angustia, que podemos afirmar estar presente principalmente na geração da transição.

Fato é que a tecnologia avança e segue possibilitando ao homem uma série de praticidades. Esse avanço, porém, acontece numa velocidade muito superior à de nossa adaptação, sem termos certeza de que essa adaptação será plena e suficiente para que larguemos de vez documentos e informações em seu formato palpável.

No país em que o excesso de burocracia já nos deixa inseguros na condução dos negócios, a substituição do papel pela digitalização documental e virtualidade ainda deve demorar bons anos – se ela realmente acontecer.

* Marco Antonio Colitti é diretor da Acop Files, especializada na guarda e gestão de documentos, informações e material biológico/patológico.

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada



O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho