Portal O Debate
Grupo WhatsApp


As Redes Sociais como um recurso para a aprendizagem

As Redes Sociais como um recurso para a aprendizagem

14/07/2013 Naiana Kubota

O avanço da tecnologia nos possibilita que estejamos conectados à Internet cada vez mais, o que nos traz vários benefícios.

Entre eles, destaca-se a interação das pessoas em longa distância, por meio das famosas Redes Sociais. E como utilizar esse meio de comunicação em prol da educação? Educadores encontram nas redes sociais a interação com os alunos, não deixando de lado os objetivos pedagógicos.

As Redes Sociais nos auxiliam para sabermos quais os interesses dos alunos, o que facilita muito o preparo dos conteúdos ministrados, aguçando o interesse e a participação de todos. Ao utilizar as Redes Sociais, possibilitamos que os alunos encontrem o conhecimento fora do ambiente da sala de aula, interagindo com seus colegas e professores num ambiente em que ele busca compartilhar o que sabe. É claro que não basta utilizar a rede social, é preciso fazer com que o aluno reflita e adquira conhecimento da matéria.

Para isso, é importante que os educadores tenham formação complementar, oferecendo subsídios pedagógicos aliados às Tecnologias da Informação. Por meio de capacitações, os professores estão mais aptos e preparados para lidar com as ferramentas tecnológicas, sabendo utilizá-las de forma adequada à necessidade da comunidade na qual estão inseridos. Muitas vezes, os alunos têm contato com a tecnologia e não sabem tirar proveito dessas novas ferramentas.

Sendo assim, os educadores têm a oportunidade de oferecer conhecimento por meio de algo que eles estimam conhecer. Utilizar as Redes Sociais na educação influencia no aprendizado dos alunos, pois muitos apenas a utilizam para jogos, deixando de adquirir algo que realmente faça sentido em suas vidas. Para concluir, registro o relato da professora de matemática Miriam Dias, com licenciatura pela USP, que atua na rede municipal de ensino de Caçapava.

A experiência dela como educadora pode servir de estímulo a muitos outros professores que podem fazer uso das novas formas de comunicação para estimular seus alunos a aprender mais e melhor. "Este ano foi a primeira vez que utilizei as redes sociais no ensino público, na escola Edmir Viana. Desenvolvemos um blog onde os alunos e responsáveis poderiam ter acesso às datas e conteúdos de provas e trabalhos e onde também poderiam ser postados os melhores trabalhos dos alunos, realizados com o apoio da informática educacional.

A experiência foi muito boa, pois estimulou os alunos a trabalharem nos temas das aulas com mais empenho para fazer do seu trabalho o melhor desenvolvido e vê-lo postado no blog. E a parte mantida por mim (professora) com as datas de provas e trabalhos foi um começo para evitar que os alunos deixassem de fazer as atividades por esquecerem ou por não estarem sabendo das entregas, quando faltavam à aula.

É uma maneira também dos responsáveis acompanharem as atividades do aluno. Além disso, o mais interessante foi que o meio virtual proporcionou um caminho para alguns alunos que eram muito tímidos ou que não costumavam participar em sala de aula tirarem suas dúvidas ou deixarem comentários. O projeto ainda precisa ser aprimorado, ampliado e desenvolvido com mais tempo, mas já foi uma experiência gratificante", destaca a educadora de Caçapava.

*Naiana Kubota é Graduada em Pedagogia e atua na Empresa Planeta Educação em Caçapava, São Paulo.



Woody Allen e Dylan Farrow

A possível síndrome de falsas memórias.


A CPMF e a saída do seu autor

A CPMF foi mal porque, em vez de substituir outros impostos, constituiu-se em mais um.


CPMF: o que foi e como poderá ressurgir na reforma tributária

O Imposto sobre Transações Financeiras (ITF) poderá ser a recriação antiga CPMF.


O Brasil e a agropecuária sustentável

A pecuária brasileira tem se pautado ao longo dos anos pela sustentabilidade em toda cadeia produtiva e pela qualidade e segurança dos alimentos.


“Tô de férias, cadeia é férias pra mim”

É uma vergonha que delinquentes ainda venham desdenhar do sistema carcerário e das autoridades penais.


Locações de curta temporada em aplicativos

Saiba os direitos e deveres da propriedade imobiliária.


O Século das Cidades

“Não somos melhores, nem piores, somos iguais… melhor mesmo é a nossa causa…” (Thiago Mello)


Hollywood e o mundo real

Uma abordagem psiquiátrica do filme Gente como a Gente.


A liderança feminina e seus potenciais

Companhias que possuem, pelo menos, uma mulher em seu time de executivos são mais lucrativas.


A bolsa brasileira é a bola da vez

O ano de 2019 tem sido de recordes para o investidor brasileiro.


Dia do Profissional de Educação Física

No dia 1º de setembro é comemorado o dia do profissional que promove a saúde e a qualidade de vida da população, o profissional de educação física.


A complexidade do saneamento

O Congresso Nacional tem a grande missão de dar um rumo certo para o saneamento brasileiro.