Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Austrália: Sete motivos para fazer intercâmbio no país

Austrália: Sete motivos para fazer intercâmbio no país

09/12/2015 Ana Luisa D'Arcadia de Siqueira

O sexto maior país é mundialmente famoso por ser a terra dos cangurus, dos coalas e do surf.

A Austrália tem sido cada dia mais procurada pelos brasileiros que desejam fazer um intercâmbio.

Além de seus desertos, conhecidos também por outbacks, o país tem praias incríveis, paisagens de tirar o fôlego e vida noturna agitada.

Os que gostam de passeios culturais ficaram encantados com a arte aborígene, dos primeiros habitantes do continente.

Motivos é que não faltam para tornar a Austrália a principal escolha para um intercâmbio.

Para deixar a escolha ainda mais fácil, destaquei sete principais razões para embarcar nesse destino.

Paisagens: mundialmente famosa pelo surf: o país é sede de algumas etapas do campeonato mundial de surf, e não é a toa, as praias são perfeitas para a prática do esporte. A paixão é tanta que algumas escolas oferecem até porta prancha. Mas o país tem muito mais a oferecer, além de praias deslumbrantes, há desertos, montanhas, flora e fauna. Quem não se encanta com os coalas e cangurus?

Clima similar ao nosso: As estações acompanham o calendário brasileiro e de todo o hemisfério sul - com temperaturas amenas e parecidas com as que encontramos no Brasil. A diferença é que as estações são mais bem definidas.

Ensino: escolas de inglês com excelente qualidade. Se você quer aprimorar o idioma, a Austrália tem instituições com ótima metodologia. Há muitas opções nas principais cidades.

Cursos técnicos: muitas opções em todas as áreas, os famosos VET (Educação e Treinamento Vocacionais) tem ótimo padrão de ensino. Essa é uma boa alternativa para quem já tem o inglês avançado e quer se destacar em alguma área profissional específica.

Trabalho: permissão de trabalho para estudantes brasileiros. Se estiver matriculado em um curso de pelo menos 14 semanas, com carga horária mínima de 20 horas semanais, pode trabalhar 40 horas a cada duas semanas. Uma ótima forma de ajudar nos custos do intercâmbio.

Qualidade de vida e segurança: das cidades mais tranquilas até as grandes metrópoles, os locais são seguros para os moradores e turistas, você pode andar tranquilamente, independente do horário. O transporte público funciona bem. Há muitas opções de lazer ao ar livre, os australianos também prezam por uma vida saudável, tanto que a bicicleta é um dos meios de transporte mais utilizados por lá.

Povo acolhedor e receptivo: além de muito educados, os australianos são muito amigáveis com estrangeiros, tanto que o país conta com mais de 200 nacionalidades presentes. Já viu que não vai ser difícil ser bem recebido, né

Gostou? O próximo passo é procurar uma agência de intercâmbio sólida e conversar com seu consultor para escolher a escola e cidade que mais se encaixem no seu perfil.

Depois é só escolher a data, deixar o passaporte e visto em dia e arrumar as malas.

* Ana Luisa D'Arcadia de Siqueira é diretora de marketing da Global Study, franquia de intercâmbios.



A tragédia já foi. E agora?

Impossível não se sensibilizar e chocar com a situação do Rio Grande do Sul, atingido por chuvas sem precedentes que causaram inundações em grande parte do estado, da capital ao interior.

Autor: Janguiê Diniz


O preconceito que condena

O programa Fantástico da Rede Globo trouxe mais uma história de injustiça cometida pelo Poder Judiciário brasileiro contra um jovem preto e periférico.

Autor: Marcelo Aith


O risco de politização da tragédia no RS

O Brasil todo tem assistido, consternado, ao desastre ambiental que se abateu sobre o Rio Grande do Sul nos últimos dias.

Autor: Wilson Pedroso


Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O final de Abril e o começo de Maio foram marcados pelo pior desastre ecológico da história do Rio Grande do Sul, com inundações, mortes e milhares de desabrigados e de pessoas ilhadas.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O fim da reeleição de governantes

Está tramitando pelo Congresso Nacional mais um projeto que revoga a reeleição de Presidente da República, Governador de Estado e Prefeito Municipal.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


PEC das drogas

O que esperar com a sua aprovação?

Autor: Marcelo Aith


PEC do Quinquênio simboliza a metástase dos privilégios no Brasil

Aprovar a PEC significará premiar, sem justificativa plausível, uma determinada categoria.

Autor: Samuel Hanan


O jovem e o voto

Encerrou-se no dia 8 de maio o prazo para que jovens de 16 e 17 anos pudessem se habilitar como eleitores para as eleições municipais deste ano.

Autor: Daniel Medeiros


Um mundo fragmentado

Em fevereiro deste ano completaram-se dois anos desde a invasão russa à Ucrânia.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Leitores em extinção

Ontem, finalmente, tive um dia inteiro de atendimento on-line, na minha casa.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Solidariedade: a Luz de uma tragédia

Todos nós, ou melhor dizendo, a grande maioria de nós, está muito sensibilizado com o que está sendo vivido pela população do Rio Grande do Sul.

Autor: Renata Nascimento


Os fios da liberdade e o resistir da vida

A inferioridade do racismo é observada até nos comentários sobre os cabelos.

Autor: Livia Marques