Portal O Debate
Grupo WhatsApp

“Bom dia Brasil”

“Bom dia Brasil”

11/05/2020 Humberto Pinho da Silva

Tenho o costume de escutar, diariamente, a TV Globo. Gosto de estar atualizado.

Embora português, estou ligado, a esse País, pelo coração, onde casei na Bela Vista – já lá vão muitas décadas, – na cidade de São Paulo.

Quase todos os dias assisto aos noticiários da Globo, mormente, o: “Bom Dia Brasil”, transmitido no horário, que melhor me convém.

Ouço os pareceres do simpático “Chico”, que aprecio, e os comentários oportunos da Ana, e colaboradores, para que o noticiário, seja informativo, sem ser maçador.

Em nações, como no reino de Espanha, ao comprar uma publicação, facilmente se descobre as tendências e religiosas, do jornal. Alguns mantêm junto ao cabeçalho, a ideologia seguida; mas noutros países, as tendências são camufladas, tendo articulistas de diferentes ideologias.

Desconheço, para julgar com retidão, se no “Bom Dia Brasil”, as notícias são “cozinhadas”, e apresentadas de forma a agradar, a “este” ou “àquele”. Penso que não. Desgosta-me, porém, verificar que, para eles, Portugal quase não existe.
Falam da Europa, da Ásia, da América, mencionam países…mas de Portugal? …

Eu sei: há muitos brasileiros que caçoavam dos portugueses. Alguns chegam ou chegavam a zombar os meus compatriotas, que eram amesquinhados, no local de trabalho e na mass-media.

Escrevi “chegavam” e “eram”, porque descobriram que Portugal servia de trampolim para a Europa. Os que troçavam outrora dos que vinham “nos tamancos aéreos portugueses”, apressaram-se, agora, afadigadamente, a buscar antepassado, que lhes permita adquirir a cidadania europeia.

Voltando a Globo. Gostaria de saber porque tratam assim o pobre Portugal, que recebe de braços abertos, tantos trabalhadores, empresários e artistas brasileiros, receosos da violência?

Será que descobriram o nosso país, como os portugueses encontraram, no século XIX e mesmo XX, a árvore das patacas?

Partiam ainda em criança…Acreditando em Silva Pinto, autor do livro: “No Brasil”, tão mal eram recebidos! … e tão mal eram tratados”…

Conheço o bom povo brasileiro, aquele que é temente a Deus e guarda os nobres valores de seus avós. Esse, merece meu respeito e admiração. E ainda é, felizmente, a maioria.

Este desabafo não é dirigido a eles, mas sim, àqueles que “confundem” amizade com cifrões…e depois de servidos,” mordem” nos que lhes deram o pão…

* Humberto Pinho da Silva

Fonte: Humberto Pinho da Silva



Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?


Como a tecnologia pode criar uma cultura de reciclagem

Diante das diversas transformações no mundo dos negócios e no modelo de atendimento aos consumidores, empresas de todos os segmentos estão sendo obrigadas a buscarem soluções que permitam acelerar a inovação e a eficiência de seus negócios.


As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

A garagem traz para o condômino segurança e comodidade para os moradores.


Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?


A jornada de inovação dos caixas eletrônicos

Quando os primeiros caixas eletrônicos chegaram ao Brasil, no início dos anos 1980, a grande novidade era a possibilidade de retirar dinheiro ou emitir um extrato de forma automatizada.


A nota oficial do Presidente da República

Após o excesso de retórica do mandatário maior da nação ocorrida no dia de uma das maiores manifestações já realizadas e vistas pelo povo brasileiro, o Presidente da República, veio a público, através de nota oficial, prestar a seguinte declaração, da qual destaca-se os seguintes parágrafos:


Combate ao terrorismo após 11 de setembro: incertezas e desafios

Faz 20 anos que acompanhamos, principalmente pela televisão, o maior ataque terrorista da história contemporânea.