Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Chances de gravidez após laqueadura

Chances de gravidez após laqueadura

13/03/2018 Dr. Luiz Fernando Carvalho

A situação é mais comum do que se imagina.

Muitas mulheres que fizeram cirurgia de laqueadura, seja por arrependimento ou por que estão em um novo casamento, optam por fazer a fertilização in vitro como forma de conseguirem engravidar.

A boa notícia é que mulheres que fizeram laqueadura têm um bom índice de gravidez com o procedimento. Isso porque teoricamente as pacientes laqueadas não são inférteis, a infertilidade é iatrogênica, causada pela obstrução tubária cirúrgica.

Então não só podem como este é o único meio das mulheres que fizeram laqueadura poderem ter uma nova gestação. Outra boa notícia é que o tempo da laqueadura, se recente ou há mais tempo, também não interfere no tratamento. Às vezes a chance de gravidez diminui, mas em razão da idade da paciente e não pelo tempo da laqueadura.

Já com relação à vasectomia, quanto maior o tempo de realizada, menor a qualidade seminal. Apesar do fator idade não prejudicar tanto os homens, o tempo de vasectomia é importante para o sucesso da fertilização. Acima de 5 ou 10 anos é um tempo importante para a qualidade do sêmen.

Em ambos os casos, laqueadura ou vasectomia, após a FIV existe a possibilidade de reconstrução da trompa ou da vasectomia por cirurgia. Então os pacientes mantêm a contracepção garantida.

Atualmente existe a possibilidade de realizar FIV seja nos centros de reprodução particulares, seja no serviço público, SUS, ou até mesmo nas clínicas médicas de preços acessíveis.

Na Doktor´s, por exemplo, o tratamento chega a custar metade do preço. E temos atendido um número considerado de pacientes que procuram o tratamento após terem realizado laqueadura ou o marido, a vasectomia.

* Dr. Luiz Fernando Carvalho é especialista em reprodução humana e diretor clínico da Clínica Doktor´s.



Proliferação de municípios, caminho tortuoso

Este é um ano de eleições municipais no Brasil. Serão eleitos 5.570 prefeitos, igual número de vice-prefeitos e milhares de vereadores.

Autor: Samuel Hanan


“Vaquinha virtual” nas eleições de 2024

A campanha para as eleições municipais de 2024 ainda não foi iniciada de fato, mas o financiamento coletivo já está autorizado.

Autor: Wilson Pedroso


Cotas na residência médica: igualdade x equidade

Um grande amigo médico, respeitado, professor, preceptor de Residentes Médicos (com letras maiúsculas), indignado com uma reportagem publicada, em periódico do jornal Estado de São Paulo, no dia 05 do corrente mês, enviou-me uma cópia, requestando que, após a leitura, tecesse os comentários opinativos.

Autor: Bady Curi Neto


O impacto das enchentes no RS para a balança comercial brasileira

Nas últimas semanas, o Brasil tem acompanhado com apreensão os estragos causados pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Autor: André Barros


A força do voluntariado nas eleições

As eleições de 2022 contaram com mais de 1,8 milhão de mesários e mesárias, que trabalharam nos municípios de todo o país. Desse total, 893 mil foram voluntários.

Autor: Wilson Pedroso


A força da colaboração municipal

Quando voltamos nossos olhares para os municípios brasileiros espalhados pelo país, notamos que as paisagens e as culturas são diversas, assim como as capacidades e a forma de funcionamento das redes de ensino, especialmente aquelas de pequeno e médio porte.

Autor: Maíra Weber


As transformações universais que afetam a paz

Recentemente a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP) aprovou projeto proposto pelo governo estadual paulista para a criação de escola cívico-militar.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Por um governo a favor do Brasil

A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos estados, dos municípios e do Distrito Federal, constitui-se em estado democrático de direito e tem como fundamentos a soberania, a cidadania, a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho, da livre iniciativa e do pluralismo político.

Autor: Samuel Hanan


Coração de Stalker

Stalking vem do Inglês e significa Perseguição. Uma perseguição obsessiva, implacável, com envolvimento amoroso e uma tentativa perversa de controle.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Na crise, informação

“Na gestão da crise, é muito importante a informação.” Com esta sentença afirmativa, o governador do Rio Grande do Sul abriu sua participação no Roda Viva, da TV Cultura.

Autor: Glenda Cury


Hiperconectividade: desafio ou poder da geração Alpha?

Qual adulto diante de um enigma tecnológico não recorreu ao jovem mais próximo? Afinal, “eles já nasceram com o celular!”.

Autor: Jacqueline Vargas


Governar não é negar direitos para distribuir favores

Ao se referir a governos, o economista e escritor norte-americano Harry Browne (1917/1986) disse que o governo é bom em uma coisa.

Autor: Samuel Hanan