Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como aplicar a arte da guerra aos negócios

Como aplicar a arte da guerra aos negócios

26/09/2017 Chinghua Tang

Hoje em dia, podemos prontamente aplicar a arte da guerra ao mundo dos investimentos.

Um dos livros sobre estratégia militar mais importantes da história, o clássico “A Arte da Guerra”, de Sun Tzu, marcou gerações de líderes em todo o mundo. Suas táticas influenciaram governantes ocidentais e orientais e, até hoje, são utilizadas por empresários e estrategistas modernos.

A obra é também uma das principais influências do imperador Tang Taizong, responsável por transformar a China no maior e mais poderoso país do mundo. Herdeiro dessa tradição, o imperador se utilizou das estratégias de Sun Tzu para combater inimigos durante a Dinastia Tang (618-907), saudada por historiadores como a época de ouro do país.

Trazidos para os dias atuais, os princípios da arte da guerra que Taizong utilizou podem ser aplicados a qualquer tipo de conflito ou atividade competitiva, seja um torneio esportivo, uma batalha jurídica, uma campanha política ou a competição nos negócios.

Entre os ensinamentos deixados por Taizong, um dos mais importantes é a necessidade de conhecer profundamente a si mesmo, assim como saber identificar os pontos fortes e as fraquezas de seus inimigos. O imperador costumava dizer que um grande líder deve saber dominar as suas fraquezas e controlar os seus desejos, para evitar a confusão da mente.

Por isso, é necessário adquirir autoconhecimento por meio do autoexame e da observação de outras pessoas. Entender as táticas de seu concorrente, portanto, é útil para traçar os próprios planos e mudar as estratégias, quando necessário. Entre as razões de sucesso da dinastia Tang também estão a sabedoria e o caráter excepcional de Taizong, que soube aproveitar as melhores oportunidades para agir, perdoou seus antigos inimigos, recrutou homens capazes e manteve a prática da sinceridade em seu governo.

Para isso, ele estabeleceu uma ligação emocional com seus soldados, aprendeu a ouvir os outros, incentivou a transparência e puniu quando necessário. Hoje em dia, por exemplo, podemos prontamente aplicar a arte da guerra ao mundo dos investimentos, no qual os princípios fundamentais são, primeiramente, não perder dinheiro; depois, tentar obter ganhos escolhendo os momentos adequados para agir.

Para obter a vitória – ou seja, ter um lucro superior a longo prazo –, o líder precisa exercitar a disciplina e o autocontrole.

* Chinghua Tang fez graduação na London School of Economics e foi o primeiro chinês a conseguir um MBA em Harvard.



Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.


Sociedade civil e a defesa da democracia

As últimas aparições e discursos do presidente da República vêm provocando uma nova onda de empresários, instituições e figuras públicas em defesa da democracia e do sistema eleitoral no Brasil.


Para além do juramento de Hipócrates: a ética na prática médica

“Passarei a minha vida e praticarei a minha arte pura e santamente. Em quantas casas entrar, fá-lo-ei só para a utilidade dos doentes, abstendo-me de todo o mal voluntário e de toda voluntária maleficência e de qualquer outra ação corruptora, tanto em relação a mulheres quanto a jovens.” (Juramento de Hipócrates).


O sentido da educação

A educação requer uma formação pessoal, capaz de fazer cada ser humano estar aberto à vida, procurando compreender o seu significado, especialmente na relação com o próximo.