Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como conquistar seu espaço num emprego novo?

Como conquistar seu espaço num emprego novo?

18/12/2014 Alessandra Vieira Martins

Você se empenhou para elaborar um currículo interessante, enviou para diversas empresas de olho nas melhores vagas, se preparou e esperou ansioso pelo dia da entrevista.

Depois de passar bravamente por todas essas etapas, você recebe o tão sonhado feedback positivo e comemora com a família e os amigos. Enfim conquistou o tão sonhado emprego novo! Finalmente o primeiro dia de trabalho chega e enquanto se prepara, você sente uma mistura de sentimentos. Hora se sente feliz e cheio de expectativas, certo de que vai impressionar e causar uma ótima impressão aos futuros colegas de trabalho e, no instante seguinte, a ansiedade e a insegurança tomam conta dos seus pensamentos.

Esse cenário já fez parte da vida da maioria das pessoas e é justificável, afinal, o primeiro dia no novo emprego é o momento em que esse novo membro será observado nos mínimos detalhes. Aparência, comportamento, conhecimento e habilidades... Nada escapa aos olhos atentos dos membros mais antigos da equipe e também do chefe!

O primeiro dia de trabalho exige cautela. Afinal, é o momento em que se estabelecem, ainda que sutilmente, novas relações que serão importantíssimas para um dia a dia mais tranquilo e produtivo. Se sentir um peixe fora d’água e cometer gafes são situações que podem deixar você em uma posição bem desconfortável. Então, confira as dicas abaixo para conquistar o seu espaço num novo emprego:

O primeiro dia - A chegada deve ser discreta e, essa discrição se aplica tanto para a forma de se vestir quanto para a postura e os diálogos. Lembre-se que você é novo no pedaço e que seus gestos, roupas e palavras serão cuidadosamente observados e comentados. Lógico que você terá oportunidade para mostrar aspectos mais relevantes da sua personalidade, mas no primeiro momento vale o que fica mais à vista, ou seja, aparência e comportamento.

Esqueça o passado - Por mais brilhante ou desastroso que tenha sido, ninguém está interessado nas perdas ou conquistas do seu antigo emprego. Falar mal do da empresa ou de ex-colegas de trabalho então, nem pensar! O que passou, passou. Dedique-se a mostrar que tem planos e projetos para essa nova oportunidade.

Dê um chega pra lá na timidez - Em alguns casos, a timidez não chega a ser um problema, mas em casos extremos pode comprometer e muito sua imagem nesse primeiro momento. Pessoas muito tímidas costumam se desesperar por pequenas coisas, como o momento de aproximação, por exemplo. Procure se apresentar com confiança para os novos colegas e mantenha a calma. As coisas fluirão naturalmente.

Cuidado ao emitir opinião sobre assuntos polêmicos - Isso tanto no que se refere à política da empresa, quanto ao time do coração, preferência musical, religião, etc. Todo cuidado é pouco ao emitir opinião sobre assuntos polêmicos. Especialmente se você está em um cargo de chefia, onde suas opiniões têm um peso maior. Caso peçam sua opinião, diga o que pensa sem se exaltar e jamais tente convencer seus interlocutores de que sua opinião deve ser adotada por todos. Equilíbrio é a palavra de ordem nesse momento.

Fuja de fofocas - Mesmo que o assunto em pauta desperte sua curiosidade, se tratar-se de fofoca não comente, não pergunte nada nem emita juízo. Você está começando agora e não sabe ainda quem é quem na empresa e menos ainda onde está pisando! Essa regra vale pra quem está começando e também pra quem já está há muito tempo na empresa.

Seja humilde - Independente do cargo que irá ocupar, seja simpático com todos. Crie um ambiente harmonioso e colaborativo, dessa forma poderá contar com a boa vontade dos seus colegas quando precisar.

Cuidado com a linguagem verbal e corporal - Controle as gírias, palavrões e o excesso de gestos. Evite conversas desnecessárias e intimidade em demasia. Nada de piadinhas e tapinhas nas costas.

Observe os hábitos - Nada de trazer seus objetos pessoais para decorar sua mesa/sala nos primeiros dias. Observe as mesas dos colegas e superiores para ter uma referência do que colocar na sua. Lembra da frase: “Dançar conforme a música”? Ela cabe bem nesse tipo de situação!

Siga essas regras, haja com bom senso e muito boa sorte nessa nova fase!

*Alessandra Vieira Martins é gestora de recursos humanos e gerente comercial na Perfil Humano RH, empresa especializada em recrutamento e seleção.



O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Oportunidade de marketing ou marketing oportunista?

No carnaval de 2024, foi postada a notícia sobre o "Brahma Phone" onde serão distribuídas 800 unidades de celulares antigos para os participantes das festas de carnaval.

Autor: Patricia Punder


O gato que caiu dentro das latas de tinta

Todas as histórias começam com Era uma Vez… A minha não vai ser diferente.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre