Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como conquistar seu espaço num emprego novo?

Como conquistar seu espaço num emprego novo?

18/12/2014 Alessandra Vieira Martins

Você se empenhou para elaborar um currículo interessante, enviou para diversas empresas de olho nas melhores vagas, se preparou e esperou ansioso pelo dia da entrevista.

Depois de passar bravamente por todas essas etapas, você recebe o tão sonhado feedback positivo e comemora com a família e os amigos. Enfim conquistou o tão sonhado emprego novo! Finalmente o primeiro dia de trabalho chega e enquanto se prepara, você sente uma mistura de sentimentos. Hora se sente feliz e cheio de expectativas, certo de que vai impressionar e causar uma ótima impressão aos futuros colegas de trabalho e, no instante seguinte, a ansiedade e a insegurança tomam conta dos seus pensamentos.

Esse cenário já fez parte da vida da maioria das pessoas e é justificável, afinal, o primeiro dia no novo emprego é o momento em que esse novo membro será observado nos mínimos detalhes. Aparência, comportamento, conhecimento e habilidades... Nada escapa aos olhos atentos dos membros mais antigos da equipe e também do chefe!

O primeiro dia de trabalho exige cautela. Afinal, é o momento em que se estabelecem, ainda que sutilmente, novas relações que serão importantíssimas para um dia a dia mais tranquilo e produtivo. Se sentir um peixe fora d’água e cometer gafes são situações que podem deixar você em uma posição bem desconfortável. Então, confira as dicas abaixo para conquistar o seu espaço num novo emprego:

O primeiro dia - A chegada deve ser discreta e, essa discrição se aplica tanto para a forma de se vestir quanto para a postura e os diálogos. Lembre-se que você é novo no pedaço e que seus gestos, roupas e palavras serão cuidadosamente observados e comentados. Lógico que você terá oportunidade para mostrar aspectos mais relevantes da sua personalidade, mas no primeiro momento vale o que fica mais à vista, ou seja, aparência e comportamento.

Esqueça o passado - Por mais brilhante ou desastroso que tenha sido, ninguém está interessado nas perdas ou conquistas do seu antigo emprego. Falar mal do da empresa ou de ex-colegas de trabalho então, nem pensar! O que passou, passou. Dedique-se a mostrar que tem planos e projetos para essa nova oportunidade.

Dê um chega pra lá na timidez - Em alguns casos, a timidez não chega a ser um problema, mas em casos extremos pode comprometer e muito sua imagem nesse primeiro momento. Pessoas muito tímidas costumam se desesperar por pequenas coisas, como o momento de aproximação, por exemplo. Procure se apresentar com confiança para os novos colegas e mantenha a calma. As coisas fluirão naturalmente.

Cuidado ao emitir opinião sobre assuntos polêmicos - Isso tanto no que se refere à política da empresa, quanto ao time do coração, preferência musical, religião, etc. Todo cuidado é pouco ao emitir opinião sobre assuntos polêmicos. Especialmente se você está em um cargo de chefia, onde suas opiniões têm um peso maior. Caso peçam sua opinião, diga o que pensa sem se exaltar e jamais tente convencer seus interlocutores de que sua opinião deve ser adotada por todos. Equilíbrio é a palavra de ordem nesse momento.

Fuja de fofocas - Mesmo que o assunto em pauta desperte sua curiosidade, se tratar-se de fofoca não comente, não pergunte nada nem emita juízo. Você está começando agora e não sabe ainda quem é quem na empresa e menos ainda onde está pisando! Essa regra vale pra quem está começando e também pra quem já está há muito tempo na empresa.

Seja humilde - Independente do cargo que irá ocupar, seja simpático com todos. Crie um ambiente harmonioso e colaborativo, dessa forma poderá contar com a boa vontade dos seus colegas quando precisar.

Cuidado com a linguagem verbal e corporal - Controle as gírias, palavrões e o excesso de gestos. Evite conversas desnecessárias e intimidade em demasia. Nada de piadinhas e tapinhas nas costas.

Observe os hábitos - Nada de trazer seus objetos pessoais para decorar sua mesa/sala nos primeiros dias. Observe as mesas dos colegas e superiores para ter uma referência do que colocar na sua. Lembra da frase: “Dançar conforme a música”? Ela cabe bem nesse tipo de situação!

Siga essas regras, haja com bom senso e muito boa sorte nessa nova fase!

*Alessandra Vieira Martins é gestora de recursos humanos e gerente comercial na Perfil Humano RH, empresa especializada em recrutamento e seleção.



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.