Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como os dados podem ajudar a turbinar a gestão de pessoas

Como os dados podem ajudar a turbinar a gestão de pessoas

20/11/2020 Fernanda Jancso

Cada vez mais o termo People Analytics tem se disseminado no mercado empresarial.

Trata-se do uso de tecnologia para coletar, organizar e analisar as informações relacionadas aos funcionários de uma empresa para melhorar a performance dos colaboradores e os resultados de negócio.

Logo de início, quero deixar claro que se engana quem pensa que People Analytics é algo somente para grandes empresas. Vou me ater a um ponto específico e que todos conhecem, o recrutamento.

Independentemente do tamanho, todo gestor precisa saber quem está contratando e se esse novo recurso irá realmente agregar valor ao negócio, afinal contratar errado custa muito caro porque a empresa acaba perdendo todo o tempo e recursos financeiros que foram investidos com seleção, treinamento e desenvolvimento etc.

A metodologia People Analytics tem como objetivo facilitar e tornar mais ágil a gestão dos recursos humanos, fornecendo indicadores relevantes de cada funcionário na empresa, desde o início da sua jornada, na fase de contratação, passando pelo desenvolvimento e acompanhamento, até as fases de avaliação de performance e recompensa.

Com a pandemia da COVID-19 e a consequente aceleração da digitalização nas empresas, o People Analytics tem ganhado mais espaço na agenda dos gestores das empresas que buscam tomar decisões mais precisas baseadas em dados reais e não em cenários subjetivos, também conhecido como “achismo”.

Diante disso, o papel da área de RH ficou ainda mais relevante. As equipes precisam garantir o número certo de pessoas, com as habilidades certas e nos lugares certos para que a empresa possa atingir seus objetivos de negócios.

Com isso, muitas empresas estão incorporando à sua gestão o uso de tecnologia para melhorar a performance dos colaboradores e os resultados de negócio.

Na prática, os dados podem revelar rapidamente e de forma precisa respostas para uma série de informações que são fundamentais para a gestão de capital humano, como: Qual é o índice de turn-over de cada equipe? O quanto dessa rotatividade se refere a recursos que farão falta para a empresa? Quais aspectos e elementos tornam a minha empresa mais atrativa para os talentos que eu quero contratar? Como otimizar a distribuição e alocação dos meus headcounts?

Muitas vezes, chegar a essas respostas para tomar decisões baseadas em dados não é uma tarefa simples. Isso porque as informações sobre os funcionários, na maioria das empresas, estão espalhadas em diferentes sistemas que compõem a gestão de RH, como recrutamento e seleção, treinamento, folha de pagamento, gestão de performance e de benefícios etc.

Quando usado como uma ferramenta para otimizar toda a gestão de pessoas, o People Analytics oferece uma visão abrangente da gestão de pessoas com a combinação de dados dos principais sistemas de RH. Esse é, sem dúvida, uma de suas principais vantagens.

Com o People Analytics, é possível identificar comportamentos, preferências e pontos de desenvolvimento de competências dos funcionários que podem ser melhorados.

No final das contas, o gestor tem em mãos dados para melhorar situações relevantes como a diminuição da rotatividade de pessoas e a atração e retenção de profissionais qualificados. Desta forma, a empresa está mais apta a aumentar o engajamento e a produtividade dos seus colaboradores.

Outro aspecto, que é crucial para o sucesso da empresa, é reter seus talentos. Uma gestão de pessoas orientada a dados é capaz de identificar os funcionários com melhor desempenho, avaliar suas competências e moldar as suas carreiras com uma melhor definição dos objetivos, treinamento e desenvolvimento e aumentos de salário baseados em mérito.

Com esses insights, os gestores podem manter os funcionários motivados, enquanto expandem suas competências, preparando-os para ocupar funções mais sênior no futuro.

A aplicação do People Analytics é fundamental para o gestor tomar melhores decisões, sempre orientadas por dados que são a fotografia da empresa.

Desta forma, o gestor conhece melhor o comportamento e as características de seus recursos humanos, melhorando a segurança do processo de gestão de pessoas.

* Fernanda Jancso é líder de RH da MicroStrategy América Latina.

Fonte: ModoCon



Cada um no seu quadrado e todos produzindo…

Muito oportunas as observações do Prof. Ary Oswaldo Mattos Filho, de que em vez dos simples projetos que visam reforçar o caixa da União – como a alteração no Imposto de Renda ora em tramitação pelo Congresso – o país carece de uma verdadeira reforma tributária onde fiquem bem definidos os direitos e obrigações da União, Estados e Municípios.


Você já respirou hoje?

Diagnóstico e tratamento corretos salvam vidas na fibrose cística.


Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.