Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como ser feliz nas adversidades

Como ser feliz nas adversidades

27/02/2015 Dominique Magalhães

Satisfação e tranquilidade são duas palavras que, ultimamente, não fazem parte do vocabulário cotidiano dos brasileiros.

A perspectiva para economia do país é de estagnação. Alguns dos maiores Estados brasileiros sofrem com a crise hídrica, e, agravando o quadro atual, há os constantes problemas nos serviços públicos de saúde e educação. Na contramão, a população não perde a fé. Uma pesquisa divulgada no final do último ano pelo Ibope Inteligência mostra que 93% das pessoas, acreditava que teria uma vida melhor em 2015; 79,5% se dizia feliz ou muito feliz, e ,66% afirmava que a vida melhorou em 2014.

Apenas 49% da população acreditava que a situação política do país iria mudar. Sonja Lyubomirsky – professora e psicóloga americana -, diz que “a nossa constatação de felicidade depende somente 10% das eventualidades que possam surgir em nossa trajetória. O resto fica a cargo da nossa genética que influencia a maneira como encaramos os fatos, além de uma capacidade de adaptação às diferentes circunstâncias”. Em resumo, ser feliz depende mesmo só de você.

Conseguiremos ser felizes mesmo diante de uma realidade tão desanimadora? Sim, é possível. Se esperarmos a realização idealizada de situações perfeitas, nunca alcançaremos a real felicidade, pois, afinal, ela está dentro de nós. Comento em meu livro, “O que falta para você ser feliz?”, que temos a péssima mania de culpar as circunstâncias por nossa insatisfação. Existem casos que realmente podem causar tristeza por um período em nossas vidas. Doença, desemprego, a perda de um ente querido, o fim de um relacionamento duradouro.

Contudo, depois da tempestade e do período de cicatrização, devemos levantar a cabeça e prosseguir. É possível encontrarmos novamente alegria de viver. Tudo depende da postura que adquirimos diante das coisas. As pessoas consideradas “felizes” ou “sortudas” não são especiais, são apenas seres humanos que procuram agir de uma forma otimista. Vamos preferir ver o copo metade cheio ou metade vazio? Se esse ano você não tem dinheiro para viajar nas férias, aproveite os dias para descansar, arrumar gavetas e fotos antigas.

Ria de si mesmo! Reviva bons momentos através das imagens que vê; Doe roupas que não quer mais, fazendo a alegria de quem precisa. Fazer o outro feliz também nos alimenta! A alegria está nas pequenas coisas. Ser feliz - absolutamente - não depende de excessos. Faltou água? Que isso seja um aprendizado para preservarmos e agradecermos a Deus pelos recursos naturais. Vamos tomar banho de chuva quando ela vier! Calor? Vamos dormir de janelas e corações abertos. Faltou luz? Vamos fazer jogo de sombras com as crianças! Criatividade é ser feliz. Mantenha a crença de que tudo, por mais desanimador que pareça, pode melhorar. Mas não se esqueça, o melhor deve começar com você mesmo!

*Dominique Magalhães, empresária com forte foco no social.



Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.


A importância de empoderar nossas meninas

Fatores culturais de valorização do masculino, enraizados desde sempre na nossa sociedade, afetam a autoestima e a confiança feminina.


Advogados e Cursos jurídicos

Onze de Agosto é o Dia da Fundação dos Cursos de Direito e é também o Dia do Advogado.


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Ética de advogados e juízes

A advocacia e a magistratura têm códigos de ética diferentes.


Quem se beneficia da coisa pública é corrupto

Coisa pública não pode ser confundida com coisa privada.


Pai é quem ama e cuida

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, pai não é somente quem nos gerou.