Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como ser feliz no casamento

Como ser feliz no casamento

16/11/2011 Rebeca Fischer

Você que me lê agora, provavelmente está esperando uma fórmula para ser bem sucedido no casamento. Afinal, quem não gostaria de tê-la? Infelizmente, não existe fórmula, porém, algumas considerações são importantes.

Quem pensa em casamento, provavelmente pensa em relacionamento para sempre. A ideia, fascinante a princípio, deve ser considerada. Certeza absoluta quem terá? Não, você não terá, da mesma forma que, se abrir um negócio hoje, nunca saberá ao certo se ele vingará. Entretanto, se você cuidá-lo, se você se empenhar, se buscar inovações, colocar amor, muito amor, sim, terá grande chance de consegui-lo. E, assim como um negócio, o casamento deve ser constantemente avaliado. Da mesma forma que você provavelmente cuida de um veículo novo, leva-o à manutenção de tempos em tempos, deverá fazê-lo com o seu relacionamento.

Tenho conversado com pessoas que buscam aflitas a certeza de estarem escolhendo a pessoa certa. Bem, certa para quê? Certa para quem? Parece bobagem mas algumas pessoas ainda se preocupam em agradar amigos e familiares e esquecem de perguntar se conseguem imaginar-se interessadas por esta pessoa mesmo após a paixão passar. Sim, acreditem, a paixão passa, mas o que fica, tranquilizem-se, é uma calma que aquece a alma, embala o coração. Sim, isto poderia ser uma evidência a ser seguida. Uma “ponte ao futuro” a ser feita neste exato momento, para você querido leitor, que está se perguntando o que falta para tudo isto acontecer. Assistimos constantemente a filmes românticos e imaginamos que a evidência seria exatamente esta. Jantares à luz de velas todas as noites, casinha arrumada impecavelmente, bom humor diário, flores te surpreendendo ao abrir a porta.

Não, não quero tirar a sua ilusão, não quero te dar um banho de água fria e dizer que tudo isto é bobagem. Tudo isso é muito importante para manter acessa a chama do amor. Na paixão você não se preocupa com isto pois as labaredas que mantêm o calor parecem infinitas. Mas elas apagam se não forem cuidadas. E é importante lembrar que roupa suja, pia cheia de louça e poeira na casa te acompanharão. E, se você estiver preparado, seu dia a dia pode ser intenso mesmo tendo que investir num pouco de trabalho a mais. O mais importante de tudo isto são os valores que te acompanharão. Se a pessoa escolhida preencher este quesito básico, vá em frente. É uma pessoa que te preenche com o que é importante para você? Vá em frente. E prepare-se para dividir muitos momentos juntos. Se tivesse que dar uma definição de casamento, diria que é uma oportunidade ímpar de dividir, somar, multiplicar e subtrair.

Usar todas estas funções matemáticas de maneira que você, no final, tenha colecionado experiências positivas, aprendido a viver a dois, e deixado para trás as dores, as decepções, tristezas e desapontamentos, entendendo que quem estiver com você também estará conhecendo um você que não conhecia, que também estará, em alguns momentos, se desapontando com as expectativas ilusórias que um dia fez a seu respeito, que não correspondiam a quem exatamente você era. E sabe por quê? Porque nem mesmo você se conhecia o suficiente para avisá-lo a respeito. Portanto, caro leitor, sim, você pode ser muito feliz no casamento, desde que conte com as possibilidades infinitas de se surpreender, dia após dia.

Algumas vezes com detalhes não tão positivos, outras com a delícia de poder observar o quanto a maturidade o sustenta e você pode aguentar uma ou outra situação não planejada. E para finalizar, separar-se hoje é muito fácil. Trabalhoso mesmo é enfrentar, encarar a dificuldade e acreditar que seja lá o que estiver acontecendo, os fortalecerão. Convido-os a considerar estas colocações, de uma pessoa que está vivendo um relacionamento duradouro.

Rebeca Fischer* é psicóloga e instrutora da SBPNL - Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística.



O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Como a integração entre indústria e universidade pode trazer benefícios

A parceria entre instituições de ensino e a indústria na área de pesquisa científica é uma prática consolidada no mercado que já rendeu diversas inovações em áreas como TI e farmacêutica.

Autor: Thiago Turcato


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes


Como lidar com a dura realidade

Se olharmos para os acontecimentos apresentados nos telejornais veremos imagens de ações terríveis praticadas por pessoas que jamais se poderia imaginar que fossem capazes de decair tanto.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O voto jovem nas eleições de 2024

O voto para menores de 18 anos é opcional no Brasil e um direito de todos os adolescentes com 17 ou 16 anos completos na data da eleição.

Autor: Wilson Pedroso


Um novo e desafiador ano

Janeiro passou. Agora, conseguimos ter uma ideia melhor do que 2024 reserva para o setor de telecomunicações, um dos pilares mais dinâmicos e relevante da economia.

Autor: Rafael Siqueira


Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$ 34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes, como, por exemplo, reembolso sem desembolso, além de desperdícios com procedimentos desnecessários no país.

Autor: Claudia Machado


Os avanços tecnológicos e as perspectivas para profissionais da área tributária

Não é de hoje que a transformação digital vem impactando diversas profissões.

Autor: Fernando Silvestre