Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Contabilidade em prol do empreendedorismo

Contabilidade em prol do empreendedorismo

11/02/2013 Vagner Jaime Rodrigues

A pesquisa/2012 do Sebrae Nacional sobre empreendedorismo mostrou que a proporção dos brasileiros que almeja ter um negócio próprio é de 43,5% da população economicamente ativa.

É um índice significativamente maior do que os 24,7% que desejam fazer carreiras como funcionários de outras organizações. Não é sem razão, portanto, que, em um ranking de 67 países, o Brasil ocupe o quarto lugar quanto ao número de empreendedores. São 37 milhões de pessoas que já possuem um negócio ou realizaram alguma ação, nos meses anteriores à pesquisa, visando ao desenvolvimento de uma empresa própria.

Em 2012, 30,2% da população adulta,entre 18 e 64 anos, estavam envolvidos na criação ou administração de um negócio. Entre 2002 e 2012, essa taxa apresentou aumento de 44%, saltando de 20,9% para 30,2%. Trata-se, sem dúvida, de um ótimo sintoma para a economia nacional, na qual as micro e pequenas empresas são aproximadamente 97% de todo o parque corporativo e empregam praticamente metade da mão de obra nacional.

A longevidade dessas organizações, contudo, está longe de ser uma regra geral para a maioria nosprimeiros cinco anos de sua vida. Para garantir o sucesso desses empreendimentos, como, aliás, de qualquer outro, um dos principais requisitos é manter contabilidade e gestão eficientes. Sem esse equilíbrio, fica difícilmanter o foco e, portanto, o sucesso do negócio. Por essa razão, é fundamental que essas empresas contem com serviço de contabilidade e gestão especializado e especificamente concebido para seu perfil.

Afinal, não se pode dar os mesmos tratamentos tributário, de  fluxo decaixa, obrigações acessórias e outras questões alusivas à administração genericamente oferecidos a organizações de maior porte. Suas peculiaridades, que representam conquistas legislativas importantes ao longo do tempo, exigem conhecimento e personalização no atendimento às suas demandas. Assim, um serviço eficiente de gestão, contabilidade e consultoria tributária para as pequenas e microempresas deve incluir diagnóstico geral  sobre o seu modelo de administração empresa e proposição de soluções, adequadas.

Nessa fase inicial, é realizada uma análise crítica das práticas contábeis vigentes e treinamento de atualização para os novos modelos. Também são necessários treinamento para a mudança e definição de indicadores de desempenho. Obviamente, tais serviços são melhor realizados por empresas e profissionais conhecedores da realidade das pequenas e microempresas, com expertise nos tema.

É fundamental manter o foco correto. Com certeza, serviços de contabilidade e gestão altamente especializados nas pequenas e microempresas são essenciaispara o seu sucesso, crescimento e longevidade.

*Vagner Jaime Rodrigues é mestre em contabilidade e sócio da Trevisan Gestão & Consultoria.



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.