Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Contribuição sindical e as pequenas e médias empresas

Contribuição sindical e as pequenas e médias empresas

18/07/2012 Crislaine Vanilza Simões Motta

As pequenas e médias empresas (PMEs) são extremamente importantes para o desenvolvimento da economia em qualquer país.

No Brasil, segundo dados do IBGE, elas representam 20% do PIB, são responsáveis por 60% dos 94 milhões de empregos e constituem 99% dos seis milhões de estabelecimentos formais existentes no país. Com uma participação tão ativa no mercado brasileiro, o correto seria que o Governo Federal realizasse algumas alterações nas leis trabalhistas, com o objetivo de possibilitar maior crescimento, maior empregabilidade e mais segurança, tanto para os empregados quanto para os pequenos empresários.

Com a omissão do Estado, os Tribunais Superiores vem adotando este raciocínio de forma mais evidente. Exemplo foi o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4033, no Superior Tribunal Federal (STF), julgada improcedente, proposta pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) contra o dispositivo da Lei Complementar 123/2006, que isentou das contribuições sociais – especialmente a contribuição sindical patronal – as microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional - Supersimples.

O parágrafo 3º, do artigo 13, da Lei Complementar 123/2006, origem da controvérsia, prevê que as empresas optantes pelo Supersimples fiquem “dispensadas do pagamento das demais contribuições instituídas pela União, inclusive as contribuições para as entidades privadas de serviço social e de formação profissional vinculadas ao sistema sindical, de que trata o artigo 240 da Constituição Federal, e demais entidades de serviço social autônomo” – o que alcançaria a contribuição sindical patronal.

Para a CNC, a isenção violaria o artigo 150, II, da Constituição Federal, que garante tratamento isonômico entre contribuintes em situação equivalente. No entanto, os ministros do STF consideraram que não havia violação constitucional, pois a própria Constituição, em seu artigo 179, determina que a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios dispensarão às microempresas e às empresas de pequeno porte “tratamento jurídico diferenciado, visando a incentivá-las pela simplificação de suas obrigações administrativas, tributárias, previdenciárias e creditícias, ou pela eliminação ou redução destas por meio de lei”.

Nesta linha, o Tribunal Superior do Trabalho (TST), em junho deste ano, isentou de contribuição sindical uma empresa paranaense inscrita no Simples, por aplicar o entendimento consolidado no STF, tendo o Ministro José Roberto Freire Pimenta citado diversos precedentes recentes da Primeira, Terceira, Sexta e Oitava Turmas no mesmo sentido, imputando a improcedência da ação interposta pelo sindicato patronal.

Esta é uma parcela da evolução do pensamento que os nossos Tribunais Superiores, seja trabalhista, seja o STF, têm decidido em favor das PMEs. Caso a empresa se enquadre como pequena ou média e esteja pelo Simples, é importante consultar um advogado e se revestir de todos os aparatos legais para deixar de pagar a contribuição sindical.

* Crislaine Vanilza Simões Motta é advogada trabalhista, sócia e coordenadora da Área Trabalhista da Innocenti Advogados Associados.



Desafios e oportunidades para o saneamento

Considerado um dos menos atrativos na infraestrutura, o setor de saneamento passa por uma profunda mudança de paradigma com a aprovação da Lei 14.026/2020.

Desafios e oportunidades para o saneamento

Os desafios de lidar com maternidade e realização profissional

A experiência da maternidade é o momento mais importante na vida da mulher, no entanto um dos mais preocupantes também.


Como a inteligência de dados auxilia o Open Finance

Imagine que a sua televisão está com defeito. Você busca um modelo um pouco melhor na internet (afinal, você merece) e decide comprá-la em algumas suaves prestações.


Evolução da telessaúde

Maior segurança e respeito à autonomia de profissionais e pacientes.


Explore seu universo de possibilidades

Você sabia que o ser humano enfrenta em média 23 adversidades por dia?


Um doidivanas incorrigível

Todos reconhecem Camilo Castelo Branco, como escritor talentoso. Admiram-lhe a riqueza do vocabulário e a vernaculidade da prosa.


O metaverso vem aí e está mais próximo do que você imagina

Você, assim como eu, já deve ter ouvido falar no Metaverso.


Indulto x Interferência de Poderes

As leis, como de corriqueira sabença, obedecem a uma ordem hierárquica, assim escalonadas: – Norma fundamental; – Constituição Federal; – Lei; (Lei Complementar, Lei Ordinária, Lei Delegada, Medida Provisória, Decreto Legislativo e Resolução).


Você e seu time estão progredindo?

Em qualquer empreitada, pessoal, profissional ou de times, medir resultados é crucial.


Propaganda eleitoral antecipada

A propaganda para as eleições neste ano só é permitida a partir do dia 16 de agosto.


Amar a si mesmo como próximo

No documentário “Heal” (em Português, “Cura”), disponível no Amazon Prime, há um depoimento lancinante de Anita Moorjani, que, em Fevereiro de 2006 chegou ao final de uma luta de quatro anos contra o câncer.


O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.