Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dia do Médico: salvar vidas é o que move e motiva a trilhar esta profissão

Dia do Médico: salvar vidas é o que move e motiva a trilhar esta profissão

14/10/2022 Antonio Condino-Neto

Considerando que cada profissão tem sua relevância e contribuição para a sociedade, a profissão ‘médico’ desde sempre foi considerada uma das mais importantes do mundo, por sermos responsáveis por cuidar da saúde dos seres humanos.

No entanto, mesmo com um reconhecimento incontestável por parte das outras pessoas, foi na pandemia de Covid-19 que a medicina e os profissionais da área da saúde ganharam notoriedade mais uma vez, ao se colocarem na linha de frente do combate à doença.

Para tentar salvar vidas, médicos e enfermeiros enfrentaram uma batalha diariamente no período pandêmico, especialmente em 2020, quando tudo começou.

Neste mesmo ano, o estudo Demografia Médica no Brasil, resultado da colaboração entre o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Universidade de São Paulo (USP), apontou que existiam mais de 500 mil médicos no Brasil. Trata-se do maior quantitativo e da maior densidade de profissionais já registrados desde o começo do século.

Porém, apesar do número bem significativo, existem alguns problemas que precisam ser resolvidos, como por exemplo, a distribuição dos profissionais para cada região do Brasil.

Ainda segundo o estudo, enquanto nas regiões Sudeste e Sul e em cidades mais desenvolvidas, a proporção chega a ser muito maior do que a razão de 3,5 médicos por mil habitantes, a região Nordeste possui taxa de 1,69 e a Norte conta com apenas 1,30 médicos por mil habitantes, cerca de 43% menor que a média nacional.

Além desta problemática, é possível citar inúmeras outras. O fato é que todas as áreas da medicina apresentam dificuldades, seja por burocracias que competem ao governo ou autoridades, como melhorar a infraestrutura de um hospital, seja por parte dos próprios pacientes, que precisam fazer um trabalho conjunto com os profissionais de saúde.

Eu, como Presidente do Departamento de Imunologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, percebo que questões relacionadas à imunidade das crianças têm sido cada vez menos levadas a sério pela população, o que é uma situação preocupante.

No entanto, existem maneiras simples para garantir o bem estar e desenvolvimento de uma criança durante sua vida, mas para isso, os cuidados devem começar desde cedo.

O primeiro deles é a realização do teste do pezinho, feito em crianças recém-nascidas, a partir das gotas de sangue coletadas do calcanhar do bebê.

O exame identifica doenças graves assintomáticas ao nascimento e que podem causar sérios danos à saúde, caso não sejam diagnosticadas e tratadas precocemente.

O teste do pezinho deve ser realizado entre o 3º e 5º dia após o nascimento do bebê e pode ser feito no próprio hospital em que ocorreu o parto, caso ofereça o exame.

Mas, se não existir essa possibilidade, é possível ir até os postos de saúde do município ou em laboratórios privados. O mais importante é não deixar de submeter os bebês ao procedimento.

Atualmente, o texto do pezinho passou a envolver até 50 novas doenças raras, incluindo a triagem das imunodeficiências, sendo que antes englobava apenas seis doenças.

Implementada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) durante os próximos quatro anos, a ampliação da triagem neonatal representa um grande avanço para a saúde pública dos brasileiros.

Além do teste do pezinho, existem outros exames importantes que devem ser realizados logo no início da vida dos recém-nascidos, incluindo as vacinas e suas doses de reforço.

Os responsáveis precisam prestar atenção ao calendário de vacinação e levar seus filhos para se vacinarem, conforme normas do Ministério da Saúde.

É a parceria entre pais e profissionais da saúde que faz com que os cuidados para tornar as crianças protegidas funcionem.

Aliado a isso, a união dos esforços de médicos de diferentes áreas é fundamental para a promoção da saúde da sociedade.

O que mais quero é conseguir que cada vez menos crianças sejam diagnosticadas tarde demais, aumentando assim as chances de cura com um tratamento adequado.

Ser médico requer vontade, responsabilidade, e principalmente resiliência para lidar com adversidades e problemas, mas salvar vidas é o que nos move e nos motiva para trilhar esta profissão.

* Antonio Condino-Neto é médico e pesquisador, sócio-fundador da Immunogenic, primeiro laboratório especializado em triagem neonatal dos Erros Inatos da Imunidade por meio do teste do pezinho.

Para mais informações sobre Dia do Médico clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Seven PR



Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Oportunidade de marketing ou marketing oportunista?

No carnaval de 2024, foi postada a notícia sobre o "Brahma Phone" onde serão distribuídas 800 unidades de celulares antigos para os participantes das festas de carnaval.

Autor: Patricia Punder