Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dilma-Temer, um julgamento inútil

Dilma-Temer, um julgamento inútil

08/06/2017 Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves

O processo de cassação da chapa Dilma-Temer, aparece como inútil aos olhos da população.

Dilma-Temer, um julgamento inútil

Dos 48 meses - equivalentes a quatro anos – do mandato conquistado na eleição de 2014, 29 já foram cumpridos pelos eleitos questionados e, mesmo que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) opte pela cassação, ainda caberão recursos ao próprio tribunal eleitoral e ao STF (Supremo Tribunal Federal) que, pelo andar dos processos, dificilmente decidirão antes do término do governo a 31 de dezembro de 2018. De nada valerão o trabalho, as custosas reuniões, as diligências e a ruidosa expectativa a que o povo é submetido.

As denúncias de fraude eleitoral deveriam ser decididas antes da posse dos eleitos ou, no máximo, no começo do mandato. Depois disso, o mal já está consolidado e a sociedade já sofreu os males decorrentes. No caso da chapa Dilma-Temer, a reclamação foi apresentada pelo PSDB, do candidato Aécio Neves, derrotado por pequena margem de votos no segundo turno. O propósito dos tucanos era impugnar os eleitos e assumir a presidência da República. Os acontecimentos, no entanto, levaram o PSDB a integrar a base do governo e assumir ministérios após o impeachment de Dilma. O processo no TSE ficou como uma desconfortável brasa que os autores e o governo procuraram manter acesa mas sob controle para não produzir os efeitos almejados inicialmente. O partido confessa não ter desistido porque havia o risco de o Ministério Público avocar o tema e o processo continuar.

O mais inusitado do quadro formado a partir do impeachment está na delação dos donos da JBS, que acusam Aécio Neves de ter utilizado em sua campanha recursos tão fraudulentos quanto os empregados pela chapa Dilma-Temer. Logo, configura-se, na prática, o dito popular do roto denunciando o rasgado. Além disso, pesam as denúncias contra Temer, por atos praticados depois de assumir a presidência, que o tornam investigado.

Dificilmente a economia nacional ficará imune à instabilidade política. O julgamento do TSE não liquida a questão, Temer rejeita a renúncia e o impeachment (se aberto) demorará meses e levará o país a ser governado interinamente pelo presidente da Câmara que, só depois de decidido o afastamento definitivo do titular, terá 30 dias para convocar as eleições indiretas dos novos presidente e vice-presidente da República. Pobre Brasil...

* Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo)  



Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Oportunidade de marketing ou marketing oportunista?

No carnaval de 2024, foi postada a notícia sobre o "Brahma Phone" onde serão distribuídas 800 unidades de celulares antigos para os participantes das festas de carnaval.

Autor: Patricia Punder