Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dispensa de alvarás de construção para obras de baixo risco

Dispensa de alvarás de construção para obras de baixo risco

26/01/2021 Edízio Filho

Nova resolução publicada pelo governo federal autoriza a dispensa de alvarás de construção para obras de baixo risco.

No mês passado, o governo federal publicou a Resolução CGSIM 64, que permite a dispensa de alvarás de aprovação, execução e habite-se para obras e edificações consideradas de baixo risco.

O Ministério da Economia espera que a medida estimule o desenvolvimento da construção civil e auxilie na recuperação da dinâmica de negócios no Brasil.

Aprovada pelo Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM), a resolução entrou em vigor no dia 1º de janeiro e começa a valer a partir de março para o Distrito Federal e cidades com mais de 5 milhões de habitantes.

Com a nova medida, os proprietários de imóveis ou responsáveis por obras consideradas de baixo risco, poderão obter licença para construir ou habilitar a sua edificação, somente acessando um portal único e integrado intitulado de PDI.

Neste site, o interessado poderá identificar de que forma a sua obra se encaixa nos parâmetros de riscos definidos pela cidade em que se localiza e em seguida, terá acesso a dispensa do licenciamento governamental.

Para isso, ele deverá apresentar todos os dados e documentos relacionados a sua edificação, como por exemplo, o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT), a declaração de responsabilidade solidária e o comprovante de anotação técnica.

Além disso, terá que pagar uma pequena taxa online. Depois de obter as informações necessárias, o portal disponibilizará a dispensa de forma automática. Competirá a plataforma informar a União, estados e municípios quanto as requisições recebidas.

A implementação da resolução pode acelerar e desburocratizar diversos processos. Ela ainda permitirá que a administração pública dê maior atenção as operações que realmente podem oferecer maior risco.

A nova norma cria um Mercado de Procuradores Digitais de Integração Urbanístico de Integração Nacional (Murin), para liberar a emissão online de dispensas de alvará e habite-se.

A expectativa é a de que o mercado funcione em livre concorrência. A população poderá usufruir de diversos sistemas digitais para realizar o registro e envio de informações para os órgãos públicos.

Tais sistemas serão disponibilizados por empresas públicas e privadas, dando liberdade para que o proprietário do imóvel ou responsável pela obra escolha o que melhor lhe atende.

Atualmente, cada estado e município possui os seus próprios critérios técnicos para qualificar uma obra ou edificação como de baixo risco. A resolução traz valores padrões para obras de até 1.750m², com no máximo três pavimentos.

É relevante destacar que ao mesmo tempo em que facilita a realização de construções, essa nova medida também afeta a competência dos municípios de legislar sobre o uso e a ocupação do solo e interfere nos aspectos urbanísticos e na arquitetura das cidades.

Então é importante que o governo se atente quanto aos efeitos dessa norma nos municípios daqui a alguns anos.

* Edízio Filho é engenheiro civil e gerente executivo da Ecogranito.

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Administração de escritórios de advocacia requer planejamento e controle de fluxos

A maneira como uma corporação é administrada repercute diretamente em sua evolução.


Mortes e vidas virtuais

Um grande empresário da internet divulgou recentemente a criação de um universo totalmente on-line.


Contra a ignorância política e administrativa

A pesquisa da consultoria Quaest, que encontrou, entre os pesquisados, 78% que apenas “já ouviram falar” do STF e 80% do TSE e o não conhecimento das funções daqueles dois órgãos superiores, é a mais escandalosa prova da ignorância do povo que recentemente, em outro levantamento, também mostrou não saber o que faz o Congresso Nacional.


Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.