Portal O Debate
Grupo WhatsApp

DVR Veicular revela abuso de policiais ao matar suspeito negro

DVR Veicular revela abuso de policiais ao matar suspeito negro

31/01/2015 Alexandre Avanzi

O DVR Veicular (Digital Video Recorder) ajudou a desvendar mais um crime, nos Estados Unidos.

Essa semana, foi divulgado um vídeo da polícia de Nova Jersey, disparando seis vezes e matando o ocupante de um carro que, aparentemente, estava a ponto de se entregar. O crime, que aconteceu no dia 30 de dezembro na cidade de Bridgeton, mostra o policial Braheme Days disparando contra o ocupante negro de um Jaguar, identificado como Jerome Reid, após encontrar uma pistola no porta-luvas do veículo.

O DVR (Digital Video Recorder) Veicular foi criado para facilitar o monitoramento de frotas, veículos e outros importantes meios de transporte através de imagens. Além da posição exata do veículo através da localização pelo GPS, já integrado no sistema, o DVR permite total acesso com transmissão on-line das imagens onde exista cobertura 3G. Em caso de ser utilizado o produto sem a tecnologia de transmissão, as imagens poderão ser descarregadas no retorno do veículo à garagem da empresa, através de comunicação entre o HD do equipamento e um servidor disponível para armazenamento das imagens.

Foi exatamente esse aparelho que desvendou o abuso do policial. O caso gerou protestos na cidade de aproximadamente 25 mil habitantes, e poderia se somar aos recentes episódios de abuso policial que elevaram a tensão racial no país. O crime será investigado pela promotoria do condado de Cumberland, ao qual pertence Bridgeton, enquanto os dois agentes serão momentaneamente afastados de suas atividades. O fato demonstra o quanto o equipamento é eficaz, principalmente para elucidação de crimes, assaltos, sequestros e homicídios.

Entretanto, trata-se de uma tecnologia ainda muito pouco utilizada. Segundo informações da Polícia Militar, no Brasil, o contingente de veículos equipados com DVR Veicular ainda é muito pequeno. A tecnologia nem chegou a todos os estados. O mesmo pode-se dizer de outros órgãos públicos, como Corpo de Bombeiros, SAMU e Guarda Civis Metropolitanas.

Outros segmentos que podem utilizar os equipamentos são os privados, como frotas de transportadora, de seguradoras, empresas de segurança, usinas de açúcar e álcool, entre outros. O importante é que cada vez mais empresas e entidades públicas se conscientizem da importância do equipamento para o cumprimento de seus deveres.

* Alexandre Avanzi é administrador de empresas e diretor na Átimo Solutions.



O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Oportunidade de marketing ou marketing oportunista?

No carnaval de 2024, foi postada a notícia sobre o "Brahma Phone" onde serão distribuídas 800 unidades de celulares antigos para os participantes das festas de carnaval.

Autor: Patricia Punder


O gato que caiu dentro das latas de tinta

Todas as histórias começam com Era uma Vez… A minha não vai ser diferente.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Apesar da polarização radical, brasileiros não abrem mão da Democracia

Desde as eleições presidenciais de 2018, temos percebido a intensificação da polarização política no país, com eleitores cada vez mais divididos.

Autor: Wilson Pedroso