Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Economize comprando

Economize comprando

06/10/2011 Alexandre Siqueira

A boa administração de uma empresa é uma das chaves do seu sucesso, assim como produtos inovadores e/ou de qualidade comprovada pelo consumidor. Mas é inegável que a boa administração permite que os líderes daquela companhia possam planejar passos futuros e organizar e implementar suas estratégias de negócios.

Dentro dessas premissas, muitos departamentos tem importância vital, como a produção, a área de vendas, o de pesquisa e desenvolvimento etc.. Porém, poucos empresários dão a devida importância à área de compras, que costuma ser percebida apenas como um “centro de custos”, gerador de despesas, que agrega pouco valor ao negócio principal. Basicamente, é um departamento necessário, mas de pouca importância estratégica. Até poucos anos atrás essa imagem não seria de todo irreal mas a área de compras vem passando por uma “repaginação” e cada vez mais empresários percebem a mina de ouro que tem nas mãos, pois cada centavo economizado pelo departamento é lucro certo na ponta final da produção. E como se economiza em Compras?

Por certo, a pesquisa por menores preços é um item fundamental, que precisa ser sempre equilibrado com o padrão de qualidade determinado pela empresa, ou então acontece apenas a aplicação prática do ditado “o barato sai caro”. A redução de custos na área de Compras dá-se pela padronização de processos, cumprimento de prazos, estabelecimento de estratégias para compras do mesmo material para diversos departamentos, entre várias outras medidas necessárias para aumentar a eficiência do setor. Um benefício menos óbvio do controle dos processos e cadastros de Compras é o dos benefícios fiscais. A conformidade dos itens comprados por uma empresa com a normatização da Receita Federal e dos indexes estaduais, por exemplo, permite que a empresa reduza enormemente surpresas desagradáveis com o Fisco.

Todos nós sabemos que a Receita Federal autua a irregularidade. No caso de uma empresa pagar impostos a mais (ou seja, ter o direito de pedir de volta o excedente) o processo é caro, trabalhoso e demorado, e o mesmo vale caso ela pague menos imposto do que o estipulado. Por isso, vale mais a pena investir em sistemas atualizados com as regras da Receita Federal. Para se ter uma idéia, hoje existem cerca de 5.600 tipos de regulamentação fiscal nas diversas esferas (municipal, estadual e federal), entre leis, decisões, instruções normativas e outras, editadas e colocadas em vigor a uma grande velocidade. Outro benefício que um departamento de Compras organizado obtém é o de manter constante o ritmo de produção de uma empresa.

Planos de contingência, cadastros de materiais e fornecedores atualizados e livres de itens repetidos, itens em conformidade com a classificação fiscal (NCM e IPI) são algumas das ferramentas que a área pode utilizar para evitar um “apagão” de insumos, comprometendo a linha de produção e, consequentemente, suas metas de vendas e estratégias de atuação no mercado. Pesquisas realizadas com esses setores informam que a economia gerada por uma área de Compras bem organizada pode chegar a 6% ou 7%. Em grandes empresas, como construtoras e empreiteiras, o setor de Compras pode ser responsável por mais de 40% do faturamento. Então, é ou não é uma área estratégica?

* Alexandre Siqueira é diretor comercial da Astrein.

 

 



O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Como a integração entre indústria e universidade pode trazer benefícios

A parceria entre instituições de ensino e a indústria na área de pesquisa científica é uma prática consolidada no mercado que já rendeu diversas inovações em áreas como TI e farmacêutica.

Autor: Thiago Turcato


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes


Como lidar com a dura realidade

Se olharmos para os acontecimentos apresentados nos telejornais veremos imagens de ações terríveis praticadas por pessoas que jamais se poderia imaginar que fossem capazes de decair tanto.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O voto jovem nas eleições de 2024

O voto para menores de 18 anos é opcional no Brasil e um direito de todos os adolescentes com 17 ou 16 anos completos na data da eleição.

Autor: Wilson Pedroso


Um novo e desafiador ano

Janeiro passou. Agora, conseguimos ter uma ideia melhor do que 2024 reserva para o setor de telecomunicações, um dos pilares mais dinâmicos e relevante da economia.

Autor: Rafael Siqueira


Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$ 34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes, como, por exemplo, reembolso sem desembolso, além de desperdícios com procedimentos desnecessários no país.

Autor: Claudia Machado


Os avanços tecnológicos e as perspectivas para profissionais da área tributária

Não é de hoje que a transformação digital vem impactando diversas profissões.

Autor: Fernando Silvestre