Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Educação e instrução

Educação e instrução

04/01/2020 Humberto Pinho da Silva

Sob frondosa tília, em flor, leio o “Bom Jesus do Monte”, de Camilo.

É manhã. Uma luz morna, doirada, transparente, cai sobre o relvado verde do jardim, que permanece em doce silêncio.

Das árvores frondosas, saem festivos gorjeios. De longe, chega-me o arrulhar manso, de pombas mansas e enamoradas.

Diante de mim, estende-se o manto verde-escuro do relvado, desprendendo agradável odor a erva recentemente cortada.

Bando alegre de ruidosas crianças traquinas, rompe do arvoredo. Todas vestem vaporoso babeiro cor-de-rosa e bonezinho alaranjado.

Como alegres pardalitos, saltam, correm, brincam, soltando agudos gritinhos de contentamento, sob vigilância de zelosa educadora.

Não gosto do termo: educadora. Para educar, é mister ser educado. Ter boa formação cultural e moral, que, geralmente não acontece, porque na escola, em regra, ensina-se, não se educa…

Há várias educações, consoante o meio que se vive, e a religião que se professa. Educar, como il fault, é incutir bons hábitos. É educar a alma, como dizia Barrés.

Como ia escrevendo, estava compenetrado na leitura, quando jovem casal de namorados, de lábios grudados, caminhavam como caranguejos.

Achei graça. Confesso que receei que a moça viesse a estatelar-se, já que usava curtíssima e apertada saia.

Notei que se encaminhavam para carreirinho, cortado na relva, em diagonal, pisado por apressados e preguiçosos, que só seguem o empedrado, se o guarda estiver presente.

Carreirinhos, existem em quase todos jardins, criados por quem não respeita o trabalho dos outros. São nadas, que servem para avaliar a educação de um povo.

Povo, que destrói plantas; corta flores; não respeita regras de trânsito; maltrata animais; escarra no chão; lança, para a rua, papéis; fura filas; que insulta; fala alto; é povo imaturo.

Não basta instrução, é mister ser educado; e educação, em norma, recebe-se em casa, com os pais e avós.

Basta ouvir os nossos políticos, ver os gestos, o modo de falar, o vocabulário, para verificar, que podem ter instrução superior, mas em educação, muitos, encontram-se a nível de antigos saleiros.

Fala-se de crise econômica e no recrudescer da violência, mas a verdadeira crise, que crassa pelo mundo, ainda é a da educação.

* Humberto Pinho da Silva

Fonte: Humberto Pinho da Silva



Vencido o primeiro desafio da LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) regulamenta o tratamento de dados de pessoas físicas nas suas mais variadas aplicações e ambientes.


Telemedicina, fortalecimento do SUS e um primeiro balanço da pandemia

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, alertou Camões. Todo o mundo é feito de mudanças.


Médico: uma profissão de risco

Estudar medicina é o sonho de muito estudantes, desde o cursinho o futuro médico se dedica a estudar para conseguir entrar no super concorrido curso de medicina.


Como a quarentena provocou o êxodo urbano para cidades que oferecem mais qualidade de vida

A pandemia e as medidas de isolamento social fizeram com que as pessoas precisassem adaptar a rotina de trabalho, estudos, lazer e até de saúde, trazendo estas atividades para dentro de casa.


A era do fogo chegou

Pantanal, um dos biomas com maior biodiversidade do mundo, já teve 16% de todo território queimando.


Autoconhecimento: uma regra de ouro da vida

Há quem os critique, há quem os ame; eles já me resgataram do fundo poço e lhes sou grata: os livros de autoajuda.


Você tem curso universitário?

Naquela macia manhã de domingo, fui com meu pai, à missa, na igreja de Santíssima Trindade.


Voto é interesse. Não é direito, nem dever…

A partir desta quarta-feira (16), os mais de 5600 municípios brasileiros já conhecem os homens e mulheres que pretendem governá-los ou ser vereadores entre 01/01/2021 e 31/12/2025.


7 tendências em Analytics que estão mudando a área financeira

Segundo a consultoria McKinsey, mais de 90% dos 50 principais bancos do mundo utilizam, de forma avançada, a tecnologia de análise de dados, também conhecida como Analytics.


Para matar a sede por informação, Estatística!

É quase um clichê em Administração afirmar que a gestão e a tomada de decisão devem ter suporte em dados e informações.


Surgem os candidatos. Escolham o melhor…

Termina na quarta-feira, dia 16, o prazo para as coligações e partidos políticos escolherem, em convenção, seus candidatos a prefeito e vereador, para as eleições que este ano, por conta da Covid 19, foram adiadas de outubro para novembro.


Pela manutenção do teto de gastos

Limitar as despesas públicas para evitar que o Governo gaste mais do que tenha capacidade de arrecadar e de pagar.