Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Ejaculação precoce: falta de controle ou de conhecimento?

Ejaculação precoce: falta de controle ou de conhecimento?

23/07/2011 Maria Cristina Romualdo Galati

A ejaculação precoce vem sendo estudada há muitas décadas. Vários pesquisadores procuram, desde então, explicar o que acontece com o homem que não consegue um controle satisfatório sobre sua ejaculação, mas até hoje não se chegou a uma definição amplamente aceita.

Atualmente, a conceituação mais utilizada é a que apresenta essa disfunção como “ejaculação persistente ou recorrente com estimulação sexual mínimaantes, durante ou logo depois da penetração e antes que o homem a deseje” (APA, 1995). Contudo, por utilizar critérios de difícil mensuração, pois dependem das percepções subjetivas, tanto do tempo quanto da satisfação sexual relatadas pelo próprio homem ou por sua parceira, não auxiliam no diagnóstico preciso dessa problemática sexual. As causas da ejaculação precoce são, em sua imensa maioria, de origem psicológica. Entre elas podemos citar a falta de informações claras e objetivas sobre funcionamento sexual, originando uma série de falsas concepções sobre a sexualidade e expectativas inatingíveis sobre o desempenho masculino.

Homens que temem o fracasso sexual, que apresentam ansiedade quanto ao seu desempenho e temem as conseqüências negativas, caso não desempenhem o papel que julgam ser adequado podem ter dificuldades para o controle da ejaculação. Aliado a isto, as recentes mudanças culturais, notadamente, no que se refere aos papéis sexuais masculinos e femininos, ainda não foram completamente assimiladas. O comportamento sexual anterior foi questionado e não serve mais,contudo um novo padrão não foi estabelecido e homens e mulheres não sabem como devem se comportar sexualmente, o que traz insegurança frente ao outro, durante o encontro sexual.

Tal situação pode ser diferente de acordo com o tipo de vínculo que o vivido. Homens que não tem parceiras fixas podem apresentar ansiedade diante do desconhecido, por não saberem quais as expectativas de sua nova parceira sobre a relação sexual. Isso pode gerar ansiedade frente ao seu próprio desempenho e desencadear a ejaculação precoce. Em relacionamentos estáveis, quando questões associadas ao vínculo conjugal são a causa ou o agente mantenedor dessa disfunção é imprescindível que o casal seja tratado, pois somente com o tratamento de ambos, a problemática sexual poderá ser sanada.

Muitos profissionais da área da sexualidade afirmam que a falta de controle ejaculatório de um adolescente não pode ser diagnosticada como uma disfunção, pois está associado às características inerentes dessa fase do desenvolvimento, ou seja, a inexperiência, imaturidade e uma grande energia sexual. Nessa fase, a masturbação é uma prática muito comum, como uma forma de dar vazão ao impulso sexual, à descoberta tanto das sensações de prazer que o corpo propicia, tanto quanto do desejo sexual.

Para alguns estudiosos, a masturbação pode, dependendo de como é ou foi praticada, levar o homem a apresentar tal disfunção. Por outro lado, quando o homem se permite,através da masturbação, conhecer seu próprio corpo, como ele reage à estimulação sexual, como ocorre o processo de excitação, ele poderá utilizar tal conhecimento a seu favor, ou seja, aprendendo a controlar suas reações, de sua excitação e, consequentemente, ter controle de sua ejaculação podendo usufruir do prazer desencadeado pela mesma.

Maria Cristina Romualdo Galati* é psicóloga, terapeuta sexual e supervisora do Instituto Kaplan.



Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Como a integração entre indústria e universidade pode trazer benefícios

A parceria entre instituições de ensino e a indústria na área de pesquisa científica é uma prática consolidada no mercado que já rendeu diversas inovações em áreas como TI e farmacêutica.

Autor: Thiago Turcato


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes


Como lidar com a dura realidade

Se olharmos para os acontecimentos apresentados nos telejornais veremos imagens de ações terríveis praticadas por pessoas que jamais se poderia imaginar que fossem capazes de decair tanto.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O voto jovem nas eleições de 2024

O voto para menores de 18 anos é opcional no Brasil e um direito de todos os adolescentes com 17 ou 16 anos completos na data da eleição.

Autor: Wilson Pedroso


Um novo e desafiador ano

Janeiro passou. Agora, conseguimos ter uma ideia melhor do que 2024 reserva para o setor de telecomunicações, um dos pilares mais dinâmicos e relevante da economia.

Autor: Rafael Siqueira


Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$ 34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes, como, por exemplo, reembolso sem desembolso, além de desperdícios com procedimentos desnecessários no país.

Autor: Claudia Machado


Os avanços tecnológicos e as perspectivas para profissionais da área tributária

Não é de hoje que a transformação digital vem impactando diversas profissões.

Autor: Fernando Silvestre


Inteligência Artificial Generativa e o investimento em pesquisa no Brasil

Nos últimos meses, temos testemunhado avanços significativos na área da inteligência artificial (IA), especialmente com o surgimento da inteligência artificial generativa.

Autor: Celso Hartmann