Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Empreendedor social: investindo no futuro com propósito

Empreendedor social: investindo no futuro com propósito

26/03/2024 Gerardo Wisosky

Nos últimos anos, temos testemunhado um movimento crescente de empreendedores que não apenas buscam o sucesso financeiro, mas também têm um compromisso profundo com a mudança social.

Estes são os empreendedores sociais, indivíduos visionários que desenvolvem negócios inovadores com o objetivo de resolver problemas sociais e ambientais urgentes.

O fenômeno, conhecido como empreendedorismo social, está se tornando uma força poderosa na construção de um mundo mais justo e sustentável.

Mas o que exatamente é empreendedorismo social? Em sua essência, trata-se de aplicar os princípios do empreendedorismo tradicional para resolver questões sociais complexas.

Estas pessoas identificam problemas em suas comunidades e desenvolvem soluções criativas e viáveis para enfrentá-los.

Seja fornecendo acesso à educação de qualidade, melhorando o acesso à saúde, ou protegendo o meio ambiente, os empreendedores sociais estão na vanguarda da inovação no terceiro setor.

No Brasil e no mundo, os negócios sociais têm movimentado bilhões de dólares. Segundo a Ande (Aspen Network of Development Entrepreneurs), essas empresas movimentaram cerca de US$ 60 bilhões globalmente e registraram um aumento anual de aproximadamente 7%.

E um aspecto fundamental do empreendedorismo social é o papel dos investidores. Esses indivíduos e organizações desempenham um papel essencial ao fornecer capital inicial e apoio financeiro contínuo.

Ao contrário dos investidores tradicionais, cujo principal objetivo é o retorno financeiro, os investidores sociais estão motivados pela perspectiva de gerar impacto positivo na sociedade.

Estudo da Global Impact Investing Network revela que o mercado global de impacto social atingiu US$ 715 bilhões em 2020, com projeção de crescimento para US$ 1,26 trilhão até 2030. 

No Brasil, especificamente, tenho visto um aumento no número de investidores sociais e no volume de capital disponível para empreendimentos com impacto social.

Este crescimento é um testemunho do reconhecimento crescente do potencial do empreendedorismo social para gerar mudanças significativas na sociedade.

Além disso, o perfil dos investidores em empreendedorismo social está evoluindo. Não se trata apenas de filantropos ou organizações sem fins lucrativos: cada vez mais, empresas e investidores tradicionais estão reconhecendo a importância de integrar considerações sociais e ambientais em suas estratégias de investimento.

Este movimento reflete uma mudança mais ampla em direção a um modelo de negócios mais consciente e sustentável.

Um caso inspirador desse tipo de investimento é a história da APDIF, uma empresa que desenvolve soluções inovadoras para autistas.

Ao investir nesse empreendimento, os financiadores não apenas têm a oportunidade de obter retornos financeiros sólidos, mas também de fazer parte de uma iniciativa que está fazendo uma diferença real na vida das pessoas.

É um exemplo poderoso de como o empreendedorismo social pode criar valor não apenas para os acionistas, mas também para a sociedade como um todo.

O empreendedorismo social representa uma nova maneira de fazer negócios, uma que coloca o propósito no centro de tudo.

Investir em impacto social é uma oportunidade única de fazer a diferença na vida das pessoas e construir um futuro melhor para todos.

É hora de reconhecer o poder transformador do empreendedorismo social e apoiar aqueles que estão liderando o caminho para um futuro mais brilhante e mais justo para todos!

* Gerardo Wisosky é CEO e fundador da Socium Partner Group e fundador da Aprendizaje Diferente.

Para mais informações sobre empreendedorismo social clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Conecte Comunicação



Nome comum pode ser bom, mas às vezes complica!

O nosso nome, primeira terceirização que fazemos na vida, é uma escolha que pode trazer as consequências mais diversas.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


A Cilada do Narcisista

Nelson Rodrigues descrevia em suas crônicas as pessoas enamoradas de si mesmas com o termo: “Ele está em furioso enamoramento de si mesmo”.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Brasil, amado pelo povo e dividido pelos governantes

As autoridades vivem bem protegidas, enquanto o restante da população sofre os efeitos da insegurança urbana.

Autor: Samuel Hanan


Custos da saúde aumentam e não existe uma perspectiva que possa diminuir

Recente levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que os brasileiros estão gastando menos com serviços de saúde privada, como consultas e planos de saúde, mas desembolsando mais com medicamentos.

Autor: Mara Machado


O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes


Como lidar com a dura realidade

Se olharmos para os acontecimentos apresentados nos telejornais veremos imagens de ações terríveis praticadas por pessoas que jamais se poderia imaginar que fossem capazes de decair tanto.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O voto jovem nas eleições de 2024

O voto para menores de 18 anos é opcional no Brasil e um direito de todos os adolescentes com 17 ou 16 anos completos na data da eleição.

Autor: Wilson Pedroso