Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Empresários bolsonaristas, liberdade de expressão e direito à privacidade

Empresários bolsonaristas, liberdade de expressão e direito à privacidade

22/08/2022 Bady Curi Neto

Há muito tenho falado, em meus artigos sobre a liberdade de expressão, um dos pilares da democracia, que nos bancos da escola da Faculdade de Direito da PUC de Minas Gerais e na nossa tão sofrida Constituição Federal, era considerada um dos princípios e pilares do nosso consagrado Estado Democrático de Direito.

Às vezes, chego a ser repetitivo, mas o óbvio também precisa ser dito para que não caia no esquecimento.

Nossa Constituição Federal (CF), denominada de Cidadã, tem sido diuturnamente, aviltada pelos Poderes da República, quando as escusas de narrativas jurídicas bem elaboradas, afasta-se da intenção do constituinte e da própria literalidade da lei maior, para dar lugar ao subjetivismo da interpretação do julgador.

Exemplos não faltam: - Deputados sendo presos por suas palavras, quando a Constituição lhe garante imunidade parlamentar, que consiste que são invioláveis, penal e civilmente, por quaisquer opiniões, palavras e votos. – Criação de crime (homofobia) por analogia (racismo), imiscuindo na função do Legislativo. -  Alternância da jurisprudência a respeito da prisão em segundo grau, quando a CF garante que ninguém será considerado culpado, até a sentença penal transite em julgado (não caiba mais recursos); etc.

Não se pode transformar o Estado Democrático de Direito em um estado “judicialesco”, no qual o Poder Judiciário, diante de um escândalo midiático, vem atender anseios da população com decisões bem elaboradas, porém divorciadas da nossa Constituição Federal.

A missão árdua e nobre de julgar seus semelhantes e de ser guardião da Constituição, pelos cultos ministros da Suprema Corte, não permitem a amplitude interpretativa que contrarie normas expressas da legislação Constitucional.

Na última semana aconteceu mais um escândalo midiático, que foi o vazamento de conversas privadas entre um grupo de WhatsApp, na qual empresários expressavam sua opinião, segundo reportagens que diziam frases como: “Prefiro golpe do que a volta do PT. Um milhão de vezes”; “O 7 de setembro está sendo programado para unir o povo e o Exército e ao mesmo tempo deixar claro de que lado o Exército está. Estratégia top e o palco será o Rio. A cidade ícone brasileira no exterior. Vai deixar muito claro”; "Quero ver se o STF tem coragem de fraudar as eleições após um desfile militar na Av. Atlântica com as tropas aplaudidas pelo público".

O Senador Randolfe Rodrigues, do expressivo partido Rede Sustentabilidade, com uma bancada de dois deputados federais e um senador (ele), imediatamente foi às Redes Sociais e à imprensa dizendo, conforme postagem em seu Twitter, "Não Passarão! Estamos peticionando ao STF, pedindo quebra de sigilo, bloqueio e se necessário prisão. A Democracia não pode tolerar a convivência com quem quer sabotá-la".

Apesar de não concordar com as falas privadas e vazadas dos empresários, por ser um democrata, a mera opinião não tem o condão de transformá-los em criminosos.

Ao expressarem sua preferência por uma forma de governo ditatorial ante uma possível vitória nas eleições presidenciais de um “descondenado”, este sim, apoiador de Governos Ditatoriais como a Venezuela e Cuba, não se consubstancia em atentado à democracia.

A mitigação da liberdade de expressão e de opinião, quando não configurada apologia ao crime, por evidente, que dá azo à Governos Ditatoriais.

O risco de falsas narrativas para transformá-los em escândalos midiáticos é que, além de distorcer a verdade, escondem a afronta aos princípios consagrados em nossa Constituição Federal.

No caso em comento, o princípio a liberdade de opinião e a inviolabilidade a privacidade (uma vez que as conversar eram privadas e foram vazadas sem autorização).

Tenho dito!!!

* Bady Curi Neto é advogado fundador do Escritório Bady Curi Advocacia Empresarial, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) e professor universitário.

Para mais informações sobre liberdade de expressão clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Oportunidade de marketing ou marketing oportunista?

No carnaval de 2024, foi postada a notícia sobre o "Brahma Phone" onde serão distribuídas 800 unidades de celulares antigos para os participantes das festas de carnaval.

Autor: Patricia Punder