Portal O Debate
Grupo WhatsApp

ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

08/08/2022 Germano Couy

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.

Agora, o tema está no topo da lista dos desafios a serem enfrentados pelos gestores nos próximos anos. É o que a maioria dos 3 mil CEOs entrevistados em mais de 40 países, inclusive no Brasil, afirma.

Ainda segundo 48% dos consultados, a preocupação com o meio ambiente merece notoriedade máxima nos próximos dois a três anos, nos fazendo observar, assim, uma importante e contínua mudança na gestão de negócios e comportamento dos CEOs, que inclusive acompanha as transformações no comportamento de consumidores, que estão mais conscientes ao redor de todo o mundo.

Em minha jornada, a responsabilidade empresarial pelo meio ambiente foi sendo colocada como prioridade de maneira natural, considerando que sempre estamos atentos aos desejos dos nossos clientes, mas mais do que isso, levando em conta nosso posicionamento de propósito e consciência coletiva de preocupação com o planeta.

No entanto, com o passar do tempo, percebemos que é fácil falar, mas complexo e desafiador transformar companhias globais inteiras, sendo a dedicação e determinação pontos cruciais nesse sentido.

Isso porque colocar o ESG como uma nova realidade impacta diretamente não apenas consumidores, mas investidores, colaboradores e toda uma cadeia.

Pensar na redução da pegada de carbono, na proteção do meio ambiente e na responsabilidade do descarte pós-produção pode ser uma tarefa a mais na lista de ativações, por isso demanda mais tempo. Mas em hipótese alguma esses pilares devem ser ignorados ou terem seus valores minimizados.

Junto a estes objetivos, não podemos esquecer dos outros pilares do ESG, que se executados com responsabilidade, formam um perfeito conjunto de ações de grandes melhorias. Seguindo o que a própria sigla representa, sendo o E o que já falamos, temos o S e o G.

Dessa forma, podemos destacar o aumento da qualidade de vida da humanidade, o bem-estar dos colaboradores, oportunidades igualitárias, e ainda a contribuição econômica positiva, boas práticas éticas e a transparência.

Quando falamos sobre o avanço da qualidade de vida, sobre fazer o bem para as futuras gerações, estamos abordando temas totalmente comuns a todos.

Acreditamos que já que a Terra é a nossa casa, é responsabilidade de cada pessoa fazer por onde, já que cada pequena ação conta.

Retomando a ideia de a preocupação dos CEOs com a sustentabilidade estar como prioridade para os próximos anos, fico animado em ver a possibilidade de fazermos ainda mais por nós mesmos e pelos nossos filhos, netos e planeta.

Na Acer, já temos um trabalho contínuo e muito importante nessa linha, resultando em projetos como Earthion e Humanity, em compromissos como o RE100, que nos ajudará a atingir 100% de energia renovável em nossas produções até 2035, e ainda na busca contínua por produtos “verdes” tecnológicos, como a linha Vero.

Aproveito para lançar um desafio. Todos os dias, tente contabilizar pelo menos uma ação individual para um meio ambiente mais saudável e um mundo melhor.

Imagine os resultados que podemos conquistar com uma iniciativa por pessoa todos os dias? Vamos juntos, é preciso união!

* Germano Couy é General Manager Latin America da Acer.

Para mais informações sobre ESG clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Sing Comunicação de Resultados



Liderança desengajada é obstáculo para uma gestão de mudanças eficaz

O mundo tem experimentado transformações como nunca antes, impulsionadas por inovações tecnológicas, crises econômicas e transições geracionais, dentre outros acontecimentos.

Autor: Francisco Loureiro


Neoindustrialização e a nova política industrial

Com uma indústria mais produtiva e competitiva, com equilíbrio fiscal, ganha o Brasil e a sociedade.

Autor: Gino Paulucci Jr.


O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli