Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Estresse do poder e a importância do equilíbrio

Estresse do poder e a importância do equilíbrio

03/08/2015 Rodrigo Casagrande

O exercício da liderança é uma das atividades mais prazerosas e motivadoras, pois envolve o desenvolvimento técnico e humano na organização.

Há de se ressaltar, porém, que a liderança é motivadora, mas também estressante. Liderança envolve poder e influência – e o poder tende a gerar o distanciamento entre as pessoas.

Essa distância causa uma sensação de solidão, uma percepção de que é deixado um pouco de lado no apoio e nos relacionamentos com as pessoas.

É como se o líder tivesse que ser constantemente o alicerce emocional de todos sem precisar de contrapartida nessa área.

O fato é que a liderança envolve pressões diárias, tomadas de decisões com informações fragmentadas, constantes crises, as árduas responsabilidades, sem contar a eterna necessidade de influenciar.

O corpo humano não está preparado para isso e os líderes podem entrar num perigoso quadro de ansiedade, revolta e preocupação constante. Os líderes, além de administrarem as suas próprias emoções, precisam administrar as emoções dos outros.

Como se não bastasse, eles precisam liderar pelo exemplo. Os líderes têm, ainda, a necessidade de inspirar as pessoas em torno de um objetivo comum, criar um propósito que deixe claro, não apenas ¨o que fazer¨ e ¨como fazer¨, mas antes disso – e ocupando protagonismo – ¨por que fazer¨.

Desta maneira é que conseguirão mobilizar as pessoas em prol de objetivos maiores, que vão além dos meros interesses individuais. Abordei apenas alguns aspectos que envolvem a boa liderança, mas percebe quanta energia deverá ser dispendida nisso?

Por isso é importante que o líder entenda que não é nenhum super-homem ou mulher maravilha. Toda essa carga, pode ser um gatilho para o surgimento do chamado estresse do poder, que transforma bons líderes em líderes dissonantes.

E quando os líderes entram em dissonância passam a liderar mal, pois vão gerar frustração e antagonismo por onde passam, e, com frequência, nem percebem os estragos que causam.

Como se não bastasse, o estresse do poder causa estragos na saúde dos líderes. É impressionante a quantidade de executivos que são acometidos por problemas graves de saúde. Vários desses líderes, inclusive, têm suas vidas e carreira interrompidas pelo fato de não terem conseguido harmonizar sua vida profissional e pessoal.

Para ser um grande líder, é necessário que, antes de tudo, o profissional entenda isso. Assim, para evitar entrar no looping da dissonância, ele deve focar sua atenção no desenvolvimento de seu intelecto, na compreensão e no controle das emoções, cuidando de seu corpo, e indo ao encontro dos sonhos e crenças mais profundas que alimentam sua alma. Estamos falando de mudanças psicológicas e fisiológicas.

* Rodrigo Casagrande é professor de pós-graduação do ISAE/FGV na disciplina de Liderança e Desenvolvimento de Equipes.



Entre a Pressa e a Preguiça

Quem já passou dos quarenta anos e viveu em algum canto do Brasil, experimentou, certamente, exercícios sistemáticos de paciência.



O “Golpe do WhatsApp” e o roubo da conta no aplicativo

Caso você seja vítima desse golpe, deve imediatamente entrar em contato com o WhatsApp para informar que alguém está utilizando a sua conta.


Reflexão sobre a democracia

Deambulava numa manhã de domingo, na Praça da Batalha, no Porto, quando perpassei por sujeito, elegantemente trajado: calça e casaco azul-marinho, camisa branca, gravata cinza.


Como não errar ao investir?

Muitas pessoas têm receio em falar sobre os seus investimentos, pois ainda é um grande tabu falar sobre dinheiro.


Para uma sociedade melhor

No tempo da minha juventude, conheci mocinha, de origem modesta, mas rica de inteligência, esperteza e perspicácia.


Fake (old) News

Tanto a existência das fake news quanto a expressão em si, já existem há muito tempo.


Por que os professores de Humanas são de “esquerda”?

Quero começar essa reflexão com uma resposta simples: não!


Como revestir a casa de forma prática e com menor custo

Nos últimos anos, uma das novidades de maior destaque se traduz no surgimento dos revestimentos inteligentes.


O livro e a cultura

29 de outubro é o Dia do Livro. 5 de novembro é o Dia da Cultura.


Os controversos e suas controvérsias

O ano de 2019 tem sido, sem dúvidas, muito fértil para os noticiários políticos internacionais.


A demora do Poder Legislativo em não regular a prisão em segunda instância

Os parlamentares federais são exclusivamente culpados por ter o STF procedido à revisão da prisão em segunda instância.