Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Expressões inadequadas no ambiente de trabalho: como acabar com o preconceito?

Expressões inadequadas no ambiente de trabalho: como acabar com o preconceito?

18/11/2020 Carla Catelan

A nossa sociedade está habituada desde sempre a utilizar expressões discriminatórias, das quais, por muitas vezes, as pessoas não sabem o significado e acabam sendo preconceituosas, pois muitos termos já se tornaram ditados populares.

Por causa da naturalização desses termos, muitas vezes, essas expressões são utilizadas no ambiente de trabalho, onde também existem pessoas com religiões, culturas e orientações sexuais diferentes, o que acaba culminando em discriminação e conflitos no ambiente profissional. 

Pensando nisso, a Cognizant e os seus grupos de afinidade iniciaram uma ação de interseccionalidade, por meio de workshops internos, que consiste em promover conhecimento aos nossos colaboradores sobre a origem etimológica de diversas expressões que são usadas até hoje, mas que são inadequadas em qualquer contexto e podem gerar situações racistas, xenofóbicas e homofóbicas.

O Grupo Embrace está promovendo ações com foco em inclusão do público LGBTQI+, nas quais todos os líderes participam da dinâmica Coming out Stars, que tem como objetivo a vivência de uma pessoa LGBTQI+, quando decide se assumir e precisa contar para seus amigos e familiares.

O intuito do projeto é fazer com que as pessoas que não têm acesso a essa realidade tenham empatia e percebam a importância de tornar o ambiente colaborativo um espaço acolhedor, onde todos se sintam confortáveis e tenham voz.

Mas, afinal, qual deve ser o papel das organizações?

Acredito que a organização tem o dever de garantir orientação e educação dos colaboradores, para que não usem palavras e expressões discriminatórias.

Falta de conhecimento ainda é um dos fatores que mais geram desconforto, quando se fala de inclusão. 

Expressões sexistas direcionadas ao público masculino:

“Homem não chora.”

“Meninos não brincam com bonecas.”

“Os rapazes não vestem cor-de-rosa.”

Expressões sexistas direcionadas ao público feminino:

“Mulher tem que se dar ao respeito.”

“Você é mulher para casar!”

“Deve estar saindo com o chefe…”

Expressões racistas:

Inveja branca - É a ideia do branco como algo positivo.

A cor do pecado - É utilizado como um “elogio” aos negros, contudo, fazendo referência ao pecado.

Serviço de preto - Se refere à uma tarefa malfeita, associação racista ao trabalho que seria realizado pelo negro.

Denegrir - A palavra denegrir é recorrente, quando a pessoa está sendo difamada. É uma palavra vista como pejorativa, e seu real significado é “tornar negro”. Se algo tornar-se negro é maldoso, então temos um caso de racismo.

Judiar - Refere-se, na verdade, ao povo judeu, que historicamente foi vítima de perseguições.

Expressões inapropriadas com LGBTQI+

“Até tenho amigos que são.”

“Quem é o homem/mulher da relação?”

“Você nem parece gay.”

Expressões inapropriadas com capacitistas

“Você é tão bom profissional, nem parece deficiente.” - Isso é discriminatório e diminui a pessoa apenas à sua deficiência

Portador de necessidades especiais (PNE) - O termo correto é PCD, pessoa com deficiência.

Deficiente - O termo correto é pessoa com deficiência. Pessoa com deficiência auditiva, física ou visual; ou pessoa cega, pessoa surda.

O líder tem a responsabilidade de garantir que está promovendo ações de conscientização para suas equipes e liderar pelo exemplo.

É preciso se manter acessível para dialogar sobre qualquer tema e deixar claro para todos os colaboradores que a organização não tolera nenhum tipo de discriminação. 

É importante que a empresa tenha um canal de denúncia, por intranet ou e-mail, e faça ações para incentivar os colaboradores a reportar qualquer tipo de comentário ofensivo ou que desrespeite a integridade do outro.

Além do mais, é essencial que as pessoas comecem a adotar o hábito de perguntar e pesquisar mais sobre termos e seus significados. Assim, todos estarão em constante aprendizado e saberão o que dizer e o que não dizer.

* Carla Catelan é diretora de Aquisição de Talentos, Diversidade e Inclusão, Voluntariado e Campus Recruiting da Cognizant.

Fonte: RPMA Comunicação



Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?


Como a tecnologia pode criar uma cultura de reciclagem

Diante das diversas transformações no mundo dos negócios e no modelo de atendimento aos consumidores, empresas de todos os segmentos estão sendo obrigadas a buscarem soluções que permitam acelerar a inovação e a eficiência de seus negócios.


As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

A garagem traz para o condômino segurança e comodidade para os moradores.


Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?


A jornada de inovação dos caixas eletrônicos

Quando os primeiros caixas eletrônicos chegaram ao Brasil, no início dos anos 1980, a grande novidade era a possibilidade de retirar dinheiro ou emitir um extrato de forma automatizada.


A nota oficial do Presidente da República

Após o excesso de retórica do mandatário maior da nação ocorrida no dia de uma das maiores manifestações já realizadas e vistas pelo povo brasileiro, o Presidente da República, veio a público, através de nota oficial, prestar a seguinte declaração, da qual destaca-se os seguintes parágrafos: