Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Fábrica Escondida: o potencial inexplorado que freia o crescimento das organizações

Fábrica Escondida: o potencial inexplorado que freia o crescimento das organizações

18/02/2022 Tatiana Tanikawa e Moisés Ramos

Investimento em metodologias como o TPM é uma opção para garantir maior competitividade e a continuidade nos negócios.

O termo “Fábrica Escondida”, ou Fábrica Oculta, ficou conhecido no final dos anos de 1970 graças ao empresário e especialista em controle de qualidade, Armand Feigenbaum.

Segundo ele, “a não utilização de métodos que evitassem o retrabalho e o desperdício de materiais reduzia drasticamente o potencial de produção”.

Seguindo essa definição de Feigenbaum, é fácil entender porque muitas empresas desconhecem as reais perdas que existem durante o processo produtivo, justamente por não possuir uma metodologia eficiente para identificar esses desperdícios e, consequentemente, não fazem uso pleno da sua capacidade instalada, surgindo assim a fábrica escondida.

Neste cenário, um dos gargalos de produção e lucratividade das organizações é a falta de capacidade de implementar técnicas eficientes de manutenção industrial.

De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), apenas 15% das empresas têm o objetivo de manter a capacidade produtiva com manutenção das máquinas, enquanto 11% pretendem introduzir novos produtos.

Os dados revelam o tamanho do desafio que a indústria tem pela frente quando o assunto é manter máquinas e equipamentos em perfeita condição de uso. Mas onde há problema, também existem oportunidades.

Para manter equipamentos funcionando de forma adequada e entregando o máximo de desempenho, as empresas devem investir em Manutenção Produtiva Total (ou Total Productive Maintenance - TPM), uma metodologia para identificar perdas, interrupções e garantir a qualidade contínua dos processos produtivos.

TPM abraça a Indústria 4.0

Se o conceito alinhado com as tecnologias 4.0 tem como objetivo otimizar a produção, diminuir custos e potencializar os resultados da organização, a metodologia TPM se torna uma peça-chave para a Indústria 4.0, pois ela cria um senso de propriedade para os operadores, que passam a enxergar um maior valor com o processo e com a sua máquina, além de auxiliar na prevenção de falhas e paradas não programadas de equipamentos, eliminar desperdícios e aumentar a disponibilidade e o ciclo de vida de ativos.

Nesta revolução 4.0, máquinas interligadas por meio de dispositivos de IoT fornecem dados aos operadores, que podem usar essas informações para implementar medidas a favor da conservação dos equipamentos.

Sob o prisma de manufatura enxuta, a IoT permite, por exemplo, fazer manutenção preditiva ao identificar irregularidades ou anomalias na máquina com antecedência, aumentando assim, a confiabilidade e disponibilidade dos ativos.

Integração “Total” entre áreas

O primeiro passo para uma implementação bem-sucedida de uma estratégia de manutenção produtiva é enxergar para além da rotina dos operadores de máquinas.

O “Total” do TPM refere-se a integração entre setores da empresa, isso porque envolve engenharia, segurança do trabalho, manutenção de máquinas e equipamentos, meio ambiente, qualidade, treinamento e lideranças.

Essa integração permite aumentar a performance global dos ativos, identificar necessidades de melhorias no equipamento para evitar custos de manutenção, reduzir os riscos de acidentes, além de avaliar a capacitação de operadores, manutentores e áreas de apoio para melhorar a atuação dos equipamentos.

Segurança do trabalho

Não é somente nos casos de manutenção, mas também segurança operacional no dia a dia. Operadores precisam mitigar os riscos operacionais para terem um ambiente seguro.

Em qualquer empresa e, sobretudo na indústria, garantir a segurança dos colaboradores é primordial. Quanto maior for a urgência da manutenção, maior é a probabilidade dos operadores correrem riscos desnecessários durante a reparação.

Por isso, o método TPM também tem um pilar voltado para criação de um local de trabalho seguro e a integridade das pessoas é inegociável.

Um ambiente seguro para as pessoas trabalharem, zero desperdícios, fim das interrupções não programadas e maior produtividade.

Esses são alguns dos benefícios do TPM, que surge como uma resposta à demanda por maior eficiência dos processos produtivos.

Na indústria 4.0, a metodologia pode otimizar cada etapa do processo produtivo, a fim de implementar estratégias eficientes de manutenção de ativos, aumentando a disponibilidade e o ciclo de vida dos ativos, melhorando a performance de produção, bem como os índices de qualidade e, principalmente, atingindo a meta de máxima eficiência.

Esse é um cenário que está em curso e a tendência é que o TPM siga no caminho para a integração de todas as áreas das empresas.

* Tatiana Tanikawa é Consultora de Negócios da Atech.

* Moisés Ramos é Consultor Lean e Coordenador de TPM na Embraer.

Para mais informações sobre manutenção produtiva clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: BRSA



Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.


Investimentos registram captação de R$ 46 bi no primeiro trimestre

O segmento de fundos de investimentos fechou o primeiro trimestre de 2022 com absorção líquida de R$ 46,1 bilhões, movimentação de 56,9% menor do que o observado no mesmo período de 2021.


Não são apenas números

Vinte e duas redações receberam nota mil, 95.788, nota zero, e a média geral de 634,16.


Formas mais livres de amar

A busca de afeição, o preenchimento da carência que nos corrói as emoções, nos lança a uma procura incessante de aproximação com outra pessoa: ânsia esperançosa de completude; algum\a outro\a me vai fazer feliz.


Dia da Educação: transformação das pessoas, do mercado e da sociedade

A Educação do século 21 precisa, cada vez mais, conciliar as competências técnicas e comportamentais.


Uma carta à Elon Musk

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, acaba de chegar a um acordo para adquirir uma das redes sociais mais importantes do mundo, o Twitter, por US$ 44 bilhões.


Liberdade de expressão: lembrança do passado recente

Na manhã do dia 19 de agosto de 1968, tropas da polícia e do Exército invadiram a Universidade de Brasília, agredindo violentamente vários estudantes dentro das salas de aula.


Mitos sobre a recuperação judicial

Criou-se uma verdadeira quimera quando o tema é recuperação judicial e o objetivo deste artigo é desmistificar alguns dos mitos sobre esse instituto.


Quem vive em união estável tem direito à pensão por morte?

A pensão por morte é um benefício do INSS destinado aos dependentes de um segurado quando o instituidor faleceu.