Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Faça as contas e tenha um bom ano

Faça as contas e tenha um bom ano

31/01/2014 Mari Gradilone

Ser empreendedor implica em muitos desafios. Não basta ter uma boa ideia e um certo capital para dar início ao projeto. É preciso muito mais.

Quem já trilhou este caminho sabe bem do que estou falando. Além do sonho de ter um negócio próprio e disposição para trabalhar muito, é preciso buscar informações sobre diferentes áreas – legislação trabalhista, tributos, relações bancárias e com consumidor, tecnologia, e outras tantas.

A lista é grande, as margens nem tanto. Mas quem busca esse caminho, em geral, tem um propósito que ultrapassa a fronteira da questão financeira. Em geral, o fator que motiva esse movimento tem relação com traços de personalidade – são pessoas que gostam do desafio, que querem trabalhar com mais liberdade de ação, que têm um projeto que não encontrou espaço para ser realizado nas instituições onde trabalhavam. Até por isso, para que a condição de empreendedor e “dono do seu nariz” possa ser mantida, pensar na saúde financeira do seu negócio é fundamental.

Em mais de 20 anos como executiva em um segmento no qual acompanho muito de perto pequenos e médios empresários e, claro, empreendedores em seus primeiros passos, sei que contar com uma boa estrutura de apoio e tomar certos cuidados fazem toda a diferença. Uma iniciativa importante e pertinente com esta época do ano é a de estabelecer um bom orçamento. Não importa o seu tamanho: organize-se. Analise como foi seu ano anterior, como foram suas vendas, que parcerias resultaram em bons negócios, que praças responderam melhor, onde houve desperdícios que podem ser evitados nesse novo ciclo.

Planeje os próximos meses com um caixa realista e faça previsões realistas, ou seja, metas que o mercado sinaliza como possíveis de serem alcançadas. Defina quanto e em que meses irá investir em ações de marketing, em tecnologia, deixe uma margem para imprevistos. Se for necessário tomar crédito, avalie bem onde encontrar os melhores recursos para a sua realidade, as melhores taxas e custo benefício.

Busque ajuda

Quem está começando ou optou por ter uma operação enxuta, precisa ter foco e não pode desperdiçar – nem tempo, nem dinheiro. Avaliar os custos de sua operação e ponderar o que vale a pena e o que agrega valor à sua operação são essenciais. Na área em que atuo, esse exercício é uma rotina contínua.

Como gestora de escritórios virtuais estruturados para prover soluções completas e customizadas aos mais diferentes perfis de clientes, meu desafio de pensar e criar espaços funcionais, com serviços de apoio – desde secretárias, estrutura de telefonia, tecnologia, assessoria jurídica e contábil é diário. Não arrisque seu futuro por falta de conhecimento.

Busque informação e organize sua agenda empresarial para ter um bom ano. Estabeleça-se em um bom ambiente de trabalho, bem localizado, que lhe traga praticidade e apoio operacional na medida do que você precisa e pode remunerar. Assim, você poderá dirigir seu esforço no caminho certo e, consequentemente, conquistar bons negócios.

*Mari Gradilone é diretora do Virtual Office.



O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho