Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Férias: Viaje e descubra o que você quer

Férias: Viaje e descubra o que você quer

22/06/2015 Dominique Magalhães

Fazer uma pausa, tirar um ano sabático, sair de férias.

O momento reservado para dar um tempo e quebrar a rotina é perfeito para a diversão e o sossego.

Mas e se aproveitássemos esta ocasião para refletir sobre os rumos de nossa vida e o encontro dela com a felicidade?

Desde que nascemos somos condicionados a seguir padrões, e pensar diferente do que é estabelecido pode causar constrangimento e medo.

Buscar uma nova direção, agir fora dos padrões, pode nos levar de encontro àquilo que dá essência a nossa vida.

Na maioria das vezes tememos que as coisas não saiam do modo como planejamos, e nossas vidas continuem a ser uma simples continuação do passado.

Se você se sente infeliz com tudo que já viveu, venho lhe alertar de que nem tudo está perdido. Ainda é possível dar um novo rumo a sua história e encontrar a felicidade, de agora em diante.

Não se preocupe com as opiniões alheias e acredite que sempre existirá tempo para as mudanças. Procure conhecer melhor a si mesmo, gaste um tempo buscando saber o que dá sentido a sua vida.

Às vezes necessitamos virar a mesa, chutar o balde, dar a volta ao mundo, nos distanciar de tudo para enxergarmos nossos dilemas de forma mais clara e objetiva.

Penso que seria maravilhoso se todo mundo, ao menos uma vez na vida, programasse uma viagem para pensar se sua vida está verdadeiramente respeitando seu ideal de felicidade.

Segundo um estudo divulgado este ano pelo Ministério do Turismo, o número de viajantes que andam sozinhos cresceu. Os brasileiros são os mais empenhados e esse aumento ocorreu sem restrições de faixa etária.

Viajar sozinho pode ser a oportunidade de segurar na mão da liberdade, se jogar no acaso, deixar os problemas pelo caminho, ampliar os horizontes, se reinventar e se presentear como uma nova perspectiva.

Pare e pense se suas viagens são momentos de experiência em que você visita a si mesmo ou simplesmente servem para recarregar as baterias para voltar a viver uma vida sem alma...

Pessoas que não se arriscam dificilmente sofrem, mas também não vivem. Por medo, algumas optam por uma vida “morna”.

Que valha de incentivo a frase do ex-presidente dos Estados Unidos Theodore Roosevelt: "É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glórias, mesmo expondo-se à derrota, do que formar fila com os pobres de espírito que nem gozam muito nem sofrem muito, porque vivem nessa penumbra cinzenta que não conhece vitória nem derrota”.

* Dominique Magalhães cursou Direito, Publicidade, concluiu pós-graduação em Portfolio na ESPM, e, atualmente, finaliza graduação em Pedagogia.



O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves