Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Férias: Viaje e descubra o que você quer

Férias: Viaje e descubra o que você quer

22/06/2015 Dominique Magalhães

Fazer uma pausa, tirar um ano sabático, sair de férias.

O momento reservado para dar um tempo e quebrar a rotina é perfeito para a diversão e o sossego.

Mas e se aproveitássemos esta ocasião para refletir sobre os rumos de nossa vida e o encontro dela com a felicidade?

Desde que nascemos somos condicionados a seguir padrões, e pensar diferente do que é estabelecido pode causar constrangimento e medo.

Buscar uma nova direção, agir fora dos padrões, pode nos levar de encontro àquilo que dá essência a nossa vida.

Na maioria das vezes tememos que as coisas não saiam do modo como planejamos, e nossas vidas continuem a ser uma simples continuação do passado.

Se você se sente infeliz com tudo que já viveu, venho lhe alertar de que nem tudo está perdido. Ainda é possível dar um novo rumo a sua história e encontrar a felicidade, de agora em diante.

Não se preocupe com as opiniões alheias e acredite que sempre existirá tempo para as mudanças. Procure conhecer melhor a si mesmo, gaste um tempo buscando saber o que dá sentido a sua vida.

Às vezes necessitamos virar a mesa, chutar o balde, dar a volta ao mundo, nos distanciar de tudo para enxergarmos nossos dilemas de forma mais clara e objetiva.

Penso que seria maravilhoso se todo mundo, ao menos uma vez na vida, programasse uma viagem para pensar se sua vida está verdadeiramente respeitando seu ideal de felicidade.

Segundo um estudo divulgado este ano pelo Ministério do Turismo, o número de viajantes que andam sozinhos cresceu. Os brasileiros são os mais empenhados e esse aumento ocorreu sem restrições de faixa etária.

Viajar sozinho pode ser a oportunidade de segurar na mão da liberdade, se jogar no acaso, deixar os problemas pelo caminho, ampliar os horizontes, se reinventar e se presentear como uma nova perspectiva.

Pare e pense se suas viagens são momentos de experiência em que você visita a si mesmo ou simplesmente servem para recarregar as baterias para voltar a viver uma vida sem alma...

Pessoas que não se arriscam dificilmente sofrem, mas também não vivem. Por medo, algumas optam por uma vida “morna”.

Que valha de incentivo a frase do ex-presidente dos Estados Unidos Theodore Roosevelt: "É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glórias, mesmo expondo-se à derrota, do que formar fila com os pobres de espírito que nem gozam muito nem sofrem muito, porque vivem nessa penumbra cinzenta que não conhece vitória nem derrota”.

* Dominique Magalhães cursou Direito, Publicidade, concluiu pós-graduação em Portfolio na ESPM, e, atualmente, finaliza graduação em Pedagogia.



Espiritualidade e alegria junina

Junho traz festas de três santos católicos: Antônio, casamenteiro. São João, profeta precursor de Jesus e São Pedro, único apóstolo que caminhou sobre as águas.


Missão do avô

Na família os avós são conselheiros dos pais e dos netos.


A importância das relações governamentais e institucionais

As relações governamentais e institucionais têm sido um instrumento de alta relevância para qualquer organização no atual momento político brasileiro.


Namoro na adolescência: fato ou fake?

O início da adolescência coincide com o final do Ensino Fundamental, fase em que desabrocham as paixões e, com elas, o convite: “quer namorar comigo?”.


Autobiografias: revelações das experiências em família

A curiosidade de muitas pessoas sobre a (auto) biografia de personalidades tem se tornado cada vez mais crescente, nos últimos anos.


What a wonderful world

Louis Daniel Armstrong foi um cantor e instrumentista nascido na aurora do século 20, e foi considerado “a personificação do jazz”.


A violência doméstica

Em Portugal, desde o início do ano, apesar de se combater, por todos os meios, a violência na família, contam-se já mais de uma dezena de mulheres, assassinadas.


O desrespeito ao teto constitucional e o ativismo judicial

O ativismo do Executivo e do Judiciário está “apequenando” o Legislativo.


Indicadores e painéis urbanos aliados à administração pública

A cidade com fatos visualizados está remodelando a forma como os cidadãos e gestores vêm a conhecê-la e governá-la.


Os perigos do Transporte Aéreo Clandestino

Os regulamentos aeronáuticos buscam estabelecer critérios mínimos a serem seguidos pelos integrantes da indústria em questão.


A agenda do dia seguinte

A reforma da Previdência será aprovada no Congresso, salvo fatos graves e imprevistos. A dúvida, hoje, se restringe a quanto será, efetivamente, a economia do governo, em dez anos, já que as estimativas variam entre 500 a 900 bilhões de reais.


Comissão de Justiça e Paz

A CJP de Vitória foi criada em 1978 pelos Bispos Dom João Baptista da Motta e Albuquerque e Dom Luís Gonzaga Fernandes.