Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Física quântica x coaching de vida

Física quântica x coaching de vida

31/01/2018 Marco Tulio

Somos fruto do que pensamos.

A física quântica é uma ciência de possibilidades, maior estudiosa das relações entre partículas atômicas, demonstra que cada estado dos corpos se dá de acordo com a velocidade da agitação dessas partes. Entendemos como formas de energia, além dos corpos, o som, a luz, o pensamento e a energia espiritual.

Todos esses em uma crescente de velocidade energética, respectivamente. Tudo é energia. Sabendo que tudo é energia, inclusive nosso corpo, delimitamos então que somos manifestação dela. Nós vibramos em certa velocidade: o corpo em uma, o pensamento em outra...

E é nessa vibração do pensamento em alta velocidade que podemos influenciar pessoas e o mundo, atraindo exatamente o que estamos conectados, gerando realizações condizentes com tal emissão. Essa ciência estuda e comprova fenômenos que oferecem caminhos e soluções para que o indivíduo viva em equilíbrio, com saúde física e mental, em várias dimensões.

Ela interage com o mundo e, apesar de pouco compreendida, revoluciona conceitos e traz recursos para que tenhamos mais qualidade de vida. Com caminhos nada óbvios ou de difícil percepção, a física quântica trata do poder energético que emitimos ao universo e como o universo nos devolve essa comunicação. Para os estudiosos dessa área, nós influenciamos o mundo através do que emitimos, seja através de palavras, atitudes ou até mesmo pensamentos.

Eis que as respostas são estimuladas por nós mesmos. Ou seja, de uma forma mais sucinta e objetiva, somos fruto do que pensamos. Quando temos pensamentos e atitudes negativas, nossa vida será cercada de reflexos desse padrão vital emitido. Em contrapartida, se emanamos positividade, vitalidade, alegria, prazer e bem-estar, grandes realizações serão alcançadas, reflexo da energia que emitimos.

É assim com fatos e pessoas: atraímos o que propagamos. O coaching, conforme seu posicionamento, quer tornar o coachee leve, feliz e realizado. Para isso pode-se utilizar dos conhecimentos da física quântica no intuito de energizar e potencializar as atitudes e pensamentos do cliente, em busca da excelência de seus resultados, conforme a meta estabelecida.

No processo de coaching, sabemos da grande responsabilidade que temos de construir nosso próprio resultado. Temos a consciência de que nossos comportamentos refletem no alcance das metas. A questão do empenho, da disciplina, de querer superar obstáculos, crenças limitantes… aqui não seria diferente. Positividade e boas energias concorrem para o nosso sucesso.

E é nesse ponto que a física quântica entra com força total. Se pensamento se transforma em resultado, se somos ímãs do que emitimos, o coaching vai auxiliar nesse fluxo energético do pensamento. É importante demonstrar ao cliente a importância do seu posicionamento de vida. Dessa vez com o apoio de uma ciência tão minuciosa e respeitada: a física quântica, que trata das frequências constatáveis no encefalograma, a partir de sinais magnéticos.

Pensamento poderoso: Você é o arquiteto da sua vida. Você é seu próprio escultor. Vale ressaltar que ser omisso, ficar "em cima do muro", também te trará respostas no automático. Está tudo interligado. Eis a hora de praticá-la! A mente não distingue o que é imaginação ou realidade. Visualizar é um forte caminho para materializar, então pense positivo, pense na abundância.

Além desses argumentos sobre a física quântica, vale trazer exemplos de algumas leis que têm total compatibilidade e usabilidade no coaching: A lei da causação dependente nos diz que muitas coisas são apenas sintomas, como visto anteriormente. Observar superficialmente não é tratar. Os problemas normalmente não são tratados ou resolvidos nos níveis em que foram criados.

Já a lei da descontinuidade trata da movimentação dos elétrons, que nem sempre se dá de forma contínua. Eles podem desaparecer de uma órbita, surgindo em outra diversa. Na rotina prática podemos observar curas que não se dão por tratamentos convencionais, ou mudanças inesperadas de algumas situações de nossas vidas.

A lei da não-localidade, introduzida por Einstein, demonstra que podem acontecer coisas entre dois seres, ou duas coisas, em locais diversos. Percebe isso quando pensa em alguém que não vê há tempos e essa pessoa te liga? Ou quando alguém sente uma dor e descobre que um ente querido teve um problema naquela região dolorida?

O que queremos dizer, por fim, é que todos nós devemos considerar a importância do conhecimento dos diferentes níveis da consciência do ser humano, promovendo a compreensão e a aplicação dessas possibilidades tão ricas de pensar e viver a vida de maneira saudável, positiva e realizadora.

Vamos utilizar nossos recursos internos em busca do sucesso de nossos objetivos. Somos sim, responsáveis por nossos resultados.

* Marco Tulio é professor da Fundação Getúlio Vargas nas áreas de Empreendedorismo.



Liderança desengajada é obstáculo para uma gestão de mudanças eficaz

O mundo tem experimentado transformações como nunca antes, impulsionadas por inovações tecnológicas, crises econômicas e transições geracionais, dentre outros acontecimentos.

Autor: Francisco Loureiro


Neoindustrialização e a nova política industrial

Com uma indústria mais produtiva e competitiva, com equilíbrio fiscal, ganha o Brasil e a sociedade.

Autor: Gino Paulucci Jr.


O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli