Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Hora de agradecer aos bons médicos

Hora de agradecer aos bons médicos

16/03/2019 Antônio Carlos Lopes

Todo 16 de março é dia de comemoração para a Medicina e a Ciência do País.

Celebramos, simultaneamente, o aniversário da Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM), que completa 30 anos, e o dia do Médico Clínico.

Oficializada durante o 13º Congresso Brasileiro de Clínica Médica, em 2015, a data é responsável por destacar a especialidade com a maior quantidade de médicos titulados no Brasil. Só pela SBCM, esse número já passa dos 4.500 especialistas.

Apesar dos muitos obstáculos e desafios que cercam nossa profissão – desvalorização no Sistema Único de Saúde (SUS), má remuneração pelos planos de saúde, assim como a abertura indiscriminada de faculdades sem estrutura mínima adequada à boa formação –, sabemos que a Clínica Médica é a especialidade da competência diagnóstica, da prevenção, do tratamento cuidadoso e do afeto ao paciente. De salvar vidas e, quando não for possível, aliviar o sofrimento, garantindo qualidade à existência. Do olhar generoso e humanístico.

Aliás, entre os propósitos da SBCM, sempre esteve presente, desde sua criação em 1989, o compromisso em oferecer aos pacientes uma assistência não só humana, mas humanizada.

Viemos também para tomar a defesa do maior contingente de especialistas do Brasil que, com muito empenho e amor à profissão, se coloca na linha de frente do atendimento da saúde brasileira.

Hoje, o clínico médico cumpre o papel do saudoso médico da família, buscando resgatar valores que estão sendo, gradativamente, esquecidos. Ele é, antes de tudo, especialista em gente. Nossos pacientes têm nome, rostos, famílias e históricos de vida. Esse é um relevante diferencial: gostamos de gente. Por isso, nos tornamos fundamentais à integração da prática da Medicina.

Pelo embasamento alcançado durante anos de estudo, somos o especialista capacitado a oferecer atendimento global aos pacientes, com uso racional dos exames laboratoriais. Em tempos de perda do potencial humanístico no ensino da Medicina, a ética, a moral, a postura e o compromisso são valores que ricos em nosso campo de atuação.

Um de nossos principais desafios continua sendo a busca pela qualidade de excelência no ensino. Carregamos em nossas mãos a responsabilidade de salvar vidas e, exatamente por isso, entramos na batalha de resgatar um modelo de formação adequado e que faça jus à boa prática.

Finalizo dizendo aquilo que sempre me motivou dentro da Clínica Médica e da Sociedade Brasileira de Clínica Médica: ser clínico requer alma, sensibilidade e humanismo. É necessário colocar em primeiro plano o amor ao próximo. O bom profissional é aquele com conhecimento e tato para tratar o paciente. Ele coloca o doente como prioridade, não a doença.

Parabéns, clínicos! Que este dia continue representando a nossa luta pelo fortalecimento dos ideais do humanismo e da relação harmônica entre médicos e pacientes.

* Antonio Carlos Lopes é presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica.

Fonte: Acontece Comunicação e Notícias



Namoro na adolescência: fato ou fake?

O início da adolescência coincide com o final do Ensino Fundamental, fase em que desabrocham as paixões e, com elas, o convite: “quer namorar comigo?”.


Autobiografias: revelações das experiências em família

A curiosidade de muitas pessoas sobre a (auto) biografia de personalidades tem se tornado cada vez mais crescente, nos últimos anos.


What a wonderful world

Louis Daniel Armstrong foi um cantor e instrumentista nascido na aurora do século 20, e foi considerado “a personificação do jazz”.


A violência doméstica

Em Portugal, desde o início do ano, apesar de se combater, por todos os meios, a violência na família, contam-se já mais de uma dezena de mulheres, assassinadas.


O desrespeito ao teto constitucional e o ativismo judicial

O ativismo do Executivo e do Judiciário está “apequenando” o Legislativo.


Indicadores e painéis urbanos aliados à administração pública

A cidade com fatos visualizados está remodelando a forma como os cidadãos e gestores vêm a conhecê-la e governá-la.


Os perigos do Transporte Aéreo Clandestino

Os regulamentos aeronáuticos buscam estabelecer critérios mínimos a serem seguidos pelos integrantes da indústria em questão.


A agenda do dia seguinte

A reforma da Previdência será aprovada no Congresso, salvo fatos graves e imprevistos. A dúvida, hoje, se restringe a quanto será, efetivamente, a economia do governo, em dez anos, já que as estimativas variam entre 500 a 900 bilhões de reais.


Comissão de Justiça e Paz

A CJP de Vitória foi criada em 1978 pelos Bispos Dom João Baptista da Motta e Albuquerque e Dom Luís Gonzaga Fernandes.


A sabedoria dos mineiros em ajudar os menos favorecidos

Há quatro organizações não governamentais de assistência social situadas em Belo Horizonte que estão fazendo um trabalho maravilhoso para ajudar os menos favorecidos.


Onde está Deus, que não nos acode?

Certa vez, leitora – que se dizia assídua, – comentou crônica, que publiquei em jornal de Toronto.


Para o pacto servir ao Brasil

É preciso mais decência e compromisso com a Pátria.