Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Impressão para a área de Saúde

Impressão para a área de Saúde

23/02/2019 Luiz Carli

Oportunidade e economia para todo o setor.

Rapidez, precisão e produtividade. Sem dúvida, esses são três predicados fundamentais para as áreas médica e de saúde. Nesse sentido, é possível dizer que os últimos anos têm sido prolíficos para o setor, com o desenvolvimento de novas tecnologias e opções para a realização de exames como ressonâncias magnéticas, tomografias e ultrassons.

A transformação digital dos centros médicos e hospitalares, contudo, não se limita apenas a presença de novos equipamentos para o diagnóstico dos pacientes. Outro ponto importante – e que vem acompanhando essa marcha de evolução – é a impressão documental dos resultados destes exames.

Afinal, tão importante quanto gerar imagens nítidas é a necessidade de documentar de forma rápida e precisa esses arquivos, sem distorções.

Em franco crescimento, o mercado de impressão para a área de saúde mira, justamente, na entrega de soluções especializadas, com recursos que agregam mais agilidade, produtividade e economia às empresas do segmento.

Com isso, diferentemente do que acontecia há algumas décadas, hoje as clínicas e hospitais podem contar com serviços e soluções de impressão específicas para suas demandas diárias, otimizando a produtividade e o atendimento aos pacientes, sem a necessidade de se fazer grandes investimentos.

Há cada vez mais opções que entregam bons resultados com menor custo de aquisição, valorizando a relação de custo-benefício para as empresas. No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, há 6.805 hospitais, 312 mil serviços de saúde e 492 mil leitos. Esse número mostra o tamanho da oportunidade para a adoção de novas tecnologias que reduzam os custos e o tempo necessário para os atendimentos.

Apesar das imagens impressas em papel serem apenas para fins documentais e não diagnósticos, elas são um documento de suporte ao laudo médico e por este motivo devem ser produzidas com altíssima qualidade, pois por meio delas que o hospital, laboratório ou clínica se comunica com o médico solicitante.

Outra realidade é o alinhamento das atividades dos hospitais e clínicas à sustentabilidade ambiental. Neste aspecto, muitos deles decidiram pela utilização da impressão de resultados de exames sob demanda, o que requer um maior índice de disponibilidade e um menor índice de falhas das impressoras. Para atender esta demanda, os mecanismos de impressão se tornaram mais robustos.

Uma realidade já existente nos hospitais e clínicas, e que deve se tornar ainda mais evidente nos próximos anos é a proteção dos dados pessoais dos pacientes. Em 2018 foi sancionada a Lei 13.709, também chamada Lei Geral de Proteção de Dados, que estipula multa de até 2% do faturamento do último exercício da empresa, limitado a R$ 50 milhões por infração de vazamento de dados pessoais cometida.

Ferramentas de controle de acesso à impressão, armazenamento criptografado, bloqueios por senha ou biometria e definição de perfis de impressão para os diferentes cargos de colaboradores são algumas das funcionalidades e recursos que estão à disposição para ajudar a evitar o acesso indevido aos documentos impressos e, principalmente, para auxiliar a manter a privacidade dos clientes atendidos.

A proteção dos dados dos pacientes é algo muito importante e que deve fazer parte da lista de prioridades das organizações do segmento.

Por motivos como esses, a escolha da contratação de um serviço de outsourcing de impressão para a área de saúde deve ser vista como uma questão ampla e completa, e que pode auxiliar no funcionamento de todo o centro de atendimento.

A definição do fornecedor ou dos equipamentos a serem adotados exige uma avaliação abrangente, capaz de considerar a estabilidade da qualidade de impressão, a continuidade no fluxo de trabalho e um elevado índice de disponibilidade dos equipamentos.

O mercado está em constante transformação e a contínua evolução dos equipamentos para impressão de resultados de exames de imagens tem exigido que os centros de atendimento incluam opções com alta definição de impressão e recursos adicionais para gestão de documentos.

Paralelo a essa questão, todavia, fatores como custo de operação e a rapidez no atendimento seguem como pontos-chave para o sucesso das clínicas e laboratórios do mundo todo. Essa combinação tem impulsionado o desenvolvimento de novas opções para impressão digital de exames.

* Luiz Carli é Diretor Geral da OKI Data no Brasil.

Fonte: PLANIN 



As histórias que o padre conta

“Até a metade vai parecer que irá dar errado, mas depois dá certo!”

Autor: Dimas Künsch


Vulnerabilidades masculinas: o tema proibido

É desafiador para mim escrever sobre este tema, já que sou um gênero feminino ainda que com certa energia masculina dentro de mim, aliás como todos os seres, que tem ambas as energias dentro de si, feminina e masculina.

Autor: Viviane Gago


Entre o barril de petróleo e o de pólvora

O mundo começou a semana preocupado com o Oriente Médio.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Nome comum pode ser bom, mas às vezes complica!

O nosso nome, primeira terceirização que fazemos na vida, é uma escolha que pode trazer as consequências mais diversas.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


A Cilada do Narcisista

Nelson Rodrigues descrevia em suas crônicas as pessoas enamoradas de si mesmas com o termo: “Ele está em furioso enamoramento de si mesmo”.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Brasil, amado pelo povo e dividido pelos governantes

As autoridades vivem bem protegidas, enquanto o restante da população sofre os efeitos da insegurança urbana.

Autor: Samuel Hanan


Custos da saúde aumentam e não existe uma perspectiva que possa diminuir

Recente levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que os brasileiros estão gastando menos com serviços de saúde privada, como consultas e planos de saúde, mas desembolsando mais com medicamentos.

Autor: Mara Machado


O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes