Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Incontinência Verbal – Mentiras ou Verdades

Incontinência Verbal – Mentiras ou Verdades

23/05/2017 Bady Curi Neto

Mais uma vez atônitos, os brasileiros assistiram o vazamento de uma nova etapa da Operação Lava Jato

Segundo a delação premiada dos donos da JBS, havia envolvimento de um Senador, um Procurador da República e do presidente Michel Temer. Segundo noticiado pela imprensa, o Senador teria solicitado ao proprietário da JBS o importe de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais), para pagar honorários de um advogado, o que não fora efetivado.

Já o presidente Michel Temer teria conhecimento de valores pagos a Eduardo Cunha, ex-presidentes da Câmara, e Lucio Funaro, presos na Operação Lava Jato em Curitiba, para comprarem os seus respectivos silêncios, o que pode ser caracterizado, em tese, como obstrução a justiça.

Evidente que o escândalo envolvendo o presidente do PSDB e o mandatário maior da nação, apesar de ter que ser melhor apurado, certo que o processo se encontra na fase embrionária de investigação, traz consigo um abalo na base aliada do governo e o agravamento na economia, já tendo o dólar disparado e a bolsa de valor despencada.

Ao tomarem conhecimento destes fatos, em verdadeira “incontinência verbal”, congressista do PT, antes de saberem da íntegra dos depoimentos dos colaboradores - o vazamento só referia a Temer e Aécio - foram para a tribuna pedindo impeachment do Presidente, voltando a falar no golpe contra a Dilma e etc. Pareciam felizes com os fatos narrados.

Esqueceram que Lula, expoente maior do Partido dos Trabalhadores, ostenta a condição não só de investigado, mas de réu em cinco processos, acusado formalmente pelo Ministério Público de obstrução da justiça, lavagem de dinheiro, corrupção, entre outros.

Os simpatizantes do ex-presidente, que sempre desqualificaram as delações premiadas, acusavam a mídia de perseguição, firmavam que vazamentos de textos dos depoimentos dos colaboradores eram seletivos, com a precípua intenção de condenar Lula, em verdadeira teoria da conspiração, agora tomam os vazamentos com verdade absoluta.

Segundo Lula e seus correligionários; Delcidio Amaral, Paulo Roberto Costa, Alberto Youssef, Léo Pinheiro, Pedro Barusco, Nestor Cerveró, Marcelo Odebrecht, Emilio Odebrecht, João e Mônica Santana, apenas para citar alguns colaboradores, mentiram em seus depoimentos a Justiça, apenas, e tão somente apenas, a verdade irrefutável são os trechos vazados dos colaboradores e donos do grupo JBS.

Ocorreu que, após o vazamento parcial, o Ministro Fachin autorizou que os vídeos dos depoimentos dos colaboradores da JBS se tornassem públicos, sendo dito por eles que Dilma e Lula receberam juntos U$ 150.000,00 (cento e cinquenta milhões de dólares) em conta aberta no exterior para fazer frente às suas despesas e a de suas campanhas eleitorais.

Não se pretende fazer aqui a defesa de Michel Temer ou outro político envolvido com quaisquer desvios de conduta, certo que se existem suspeitas, há de serem investigadas, independente de quem quer que seja, seu cargo ou a cor de seu partido.

O que se pretende e se deseja é que haja um mínimo de coerência da oposição e que sejam esclarecidos com a rapidez necessária de todos os fatos.

* Bady Curi Neto é advogado fundador do Escritório Bady Curi Advocacia Empresarial, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).



Liderança desengajada é obstáculo para uma gestão de mudanças eficaz

O mundo tem experimentado transformações como nunca antes, impulsionadas por inovações tecnológicas, crises econômicas e transições geracionais, dentre outros acontecimentos.

Autor: Francisco Loureiro


Neoindustrialização e a nova política industrial

Com uma indústria mais produtiva e competitiva, com equilíbrio fiscal, ganha o Brasil e a sociedade.

Autor: Gino Paulucci Jr.


O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli