Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Juquinha, um patrimônio mineiro

Juquinha, um patrimônio mineiro

11/04/2019 José Fernando Aparecido de Oliveira

Juquinha era na verdade José Patrício, um homem simples, amável e cordial, como bem é o povo mineiro.

Uma das imagens mais icônicas e inusitadas de Minas Gerias é a escultura do Juquinha da Serra do Cipó, instalada no mesmo local em que o lendário personagem viveu, às margens da rodovia MG-10, a 120km de Belo Horizonte.

A obra é uma grande e espontânea homenagem idealizada pelo prefeito de Conceição do Mato Dentro à época, o saudoso dr. Sebastião, juntamente com o prefeito de Morro do Pilar, Clério Lima.

Juquinha era na verdade José Patrício, um homem simples, amável e cordial, como bem é o povo mineiro. Passeava pelos caminhos da Serra do Cipó distribuindo flores e gentileza, e se tornou uma espécie de guardião da Serra do Cipó quando ela não era tão conhecida como destino turístico.

Juquinha foi, com toda certeza, uma das primeiras figuras a povoar o imaginário popular quanto aos atrativos que começavam a propalar dentro do destino turístico da Serra do Cipó.

Confeccionada pela artista plástica conceicionense Virgínia Ferreira, a escultura é uma obra de beleza rara, na riqueza de detalhes e formas e uma das únicas esculturas no Brasil que fica em meio à natureza, ao ar livre, longe de monumentos e praças, bem no coração da Serra do Cipó, local em que o lendário Juquinha passou boa parte de sua vida, quando a estrada ainda era de terra.

Com três metros de altura, a escultura hoje está dentro da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço, sendo um dos principais atrativos do Circuito Turístico da Serra do Cipó. Há apenas outro monumento no mundo com essas características, localizado na Espanha.

Hoje a imagem do Juquinha da Serra do Cipó é uma das mais populares e conhecidas de nosso Estado, e se tornou, espontaneamente, uma das mais retratadas entre as muitas que representam Minas Gerais, figurando em vídeos, campanhas publicitárias, sites, redes sociais, entre muitos outros meios de comunicação.

Podemos dizer que a história do Juquinha da Serra do Cipó ganhou o mundo, recheada por fatos inusitados e até folclóricos. Encravada na crista do maciço do Espinhaço, chega a ser curioso constatar como a escultura do Juquinha se integrou perfeitamente ao cenário da Serra do Cipó, dando outra dimensão a beleza natural daquele pedaço abençoado de Minas Gerais.

Pela sua importância cultural, plasticidade artística, referência histórica e representatividade popular, a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais solicitou junto ao Instituto Estadual de Patrimônio Histórico, Artístico e Arquitetônico de Minas Gerais – IEPHA, o tombamento da escultura do Juquinha da Serra, garantindo assim sua preservação e perenidade, para que a vida de José Patrício, um homem que representou tão bem os valores de nossa mineiridade, seja sempre uma referência para as futuras gerações do que realmente é a alma das Minas Gerais.

* José Fernando Aparecido de Oliveira é prefeito de Conceição do Mato Dentro e presidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais.

Fonte: Petrônio Souza



Onde está a boa educação?

Outrora, o idoso, era respeitado no local de trabalho e na sociedade.


Saneamento básico no Brasil

A infraestrutura que não chega ao esgoto.


Em novos tempos deve-se ter novas práticas

Na Capital fala-se muito em Menos Brasília, Mais Brasil.


Espiritualidade e alegria junina

Junho traz festas de três santos católicos: Antônio, casamenteiro. São João, profeta precursor de Jesus e São Pedro, único apóstolo que caminhou sobre as águas.


Missão do avô

Na família os avós são conselheiros dos pais e dos netos.


A importância das relações governamentais e institucionais

As relações governamentais e institucionais têm sido um instrumento de alta relevância para qualquer organização no atual momento político brasileiro.


Namoro na adolescência: fato ou fake?

O início da adolescência coincide com o final do Ensino Fundamental, fase em que desabrocham as paixões e, com elas, o convite: “quer namorar comigo?”.


Autobiografias: revelações das experiências em família

A curiosidade de muitas pessoas sobre a (auto) biografia de personalidades tem se tornado cada vez mais crescente, nos últimos anos.


What a wonderful world

Louis Daniel Armstrong foi um cantor e instrumentista nascido na aurora do século 20, e foi considerado “a personificação do jazz”.


A violência doméstica

Em Portugal, desde o início do ano, apesar de se combater, por todos os meios, a violência na família, contam-se já mais de uma dezena de mulheres, assassinadas.


O desrespeito ao teto constitucional e o ativismo judicial

O ativismo do Executivo e do Judiciário está “apequenando” o Legislativo.


Indicadores e painéis urbanos aliados à administração pública

A cidade com fatos visualizados está remodelando a forma como os cidadãos e gestores vêm a conhecê-la e governá-la.