Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Marca é atributo vital para sucesso das empresas

Marca é atributo vital para sucesso das empresas

15/08/2012 Sandro Ari Pinto

Em tempos de bombardeio de estímulos visuais a construção de uma marca parece algo simples.

Implica a frequente e por vezes obsessiva repetição de uma afirmação simples, expressa por meio de uma frase atrativa “slogan”, algumas cores e uma logomarca diferenciada, colocado mais ou menos ao acaso por todo o lado. Na verdade, se você olhar com atenção vai perceber que o processo de construção não é tão simples.
Todas as ações são planejadas e exaustivamente discutidas e cada detalhe pode influenciar. Por exemplo, as cores têm uma importância enorme na percepção da marca. Estudo realizado pela Seoul International Color Expo aponta que 84,7% dos pesquisados afirmavam que a cor representava mais da metade do critério utilizado em sua decisão de escolha da marca consumida.
Os produtos e serviços se tornaram muito semelhantes e a marca é a chave para a diferenciação. Quando bem construídas, elas geram uma ligação do consumidor com a empresa que dificilmente consegue ser abalada. Claro que apenas uma boa marca não significará o sucesso da empresa, pois todos os componentes como preço, produto, comunicação, distribuição deverão estar alinhados, mas ela é fundamental.
Para se manter nesse mercado onde existem marcas de todos os tipos o empreendedor precisa se questionar: Quem somos?

Estamos adequados as necessidades de nossos clientes? O consumidor nos enxerga e reconhece todo o nosso potencial? Com essas respostas devemos comunicar de forma adequada o nosso público e passar a mensagem de maneira eficiente.
É importante agregar a marca amplitude e gerar um sentido para ela. Muni-las de marcadores somáticos que são atalhos em torno dos produtos/serviços para trazer as experiências (boas ou ruins) que tivemos em toda nossa vida e que nos ajudam a tomar decisões relativas às compras. Por exemplo, ao escolher uma câmera digital, o consumidor de forma inconsciente costuma pensar nos produtos desenvolvidos no Japão. Isso acontece porque a sua mente faz uma ligação entre o país e sua excelência tecnológica que faz com que você saia da loja com uma câmera japonesa debaixo do braço.
Gerar bons resultados requer tempo, pois tudo vai depender da estratégia adotada, de qual investimento se tem disponível, qual público estamos falando e quais concorrentes vamos enfrentar. Outro agravante é que na era da internet, marcas aparecem instantaneamente para milhões de pessoas sem muita informação a que vieram. Esse é um desafio e um estímulo para nós que estudamos o comportamento humano e suas reações.
Com a evolução do mercado e tantos estudos sobre o consumidor, ainda não existe nenhuma formula mágica que garanta o sucesso da marca, mas algo relevante a se destacar é que ela é um atributo vital para o sucesso das empresas no século XXI. Sem o investimento adequado nesse quesito, a empresa esta fadada ao esquecimento e ao desaparecimento.   * Sandro Ari Pinto é vice-presidente de comunicação e estratégia da CIAGROUP
Fonte: Germinare Comunicação



Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.


Sociedade civil e a defesa da democracia

As últimas aparições e discursos do presidente da República vêm provocando uma nova onda de empresários, instituições e figuras públicas em defesa da democracia e do sistema eleitoral no Brasil.


Para além do juramento de Hipócrates: a ética na prática médica

“Passarei a minha vida e praticarei a minha arte pura e santamente. Em quantas casas entrar, fá-lo-ei só para a utilidade dos doentes, abstendo-me de todo o mal voluntário e de toda voluntária maleficência e de qualquer outra ação corruptora, tanto em relação a mulheres quanto a jovens.” (Juramento de Hipócrates).