Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Mercado leiteiro e as perspectivas de crescimento

Mercado leiteiro e as perspectivas de crescimento

28/11/2015 André Lobo Faro

Uma das atividades que merecem destaque no agronegócio brasileiro é a produção de leite.

O Brasil já é considerado um dos maiores do mundo e, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a produção da bebida deverá crescer 27,6% até 2025.

O levantamento projeta um crescimento anual entre 2,4% e 3,3%, o que resultará em um salto de 37,2 bilhões de litros em 2015 para 47,5 bilhões em dez anos.

A análise aponta ainda que as exportações devem crescer 47,2%, passando de 508 milhões de litros, volume esperado em 2015, para 748 milhões de litros em 2025.

Outra notícia positiva é que, para estimular o crescimento do mercado leiteiro no país, o Ministério da Agricultura lançou recentemente o Programa Leite Saudável.

Essa é iniciativa vai investir R$ 387 milhões em 466 cidades dos estados de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que representam 72,6% da produção nacional.

A ação tem como objetivo beneficiar até 80 mil produtores, principalmente os de pequeno porte, para que eles tenham condições de ampliar a quantidade e melhorar a qualidade da bebida produzida.

Esses dados nos mostram que existe um grande potencial de desenvolvimento no segmento. E é isso que torna a atividade tão atrativa, tanto para os produtores rurais, como para as indústrias de equipamentos destinados ao agronegócio.

Atualmente, os fabricantes de equipamentos estão engajados em desenvolver soluções que tornarão o trabalho mais produtivo e seguro.

O setor investe no aprimoramento de tecnologias e procura entender quais são as necessidades específicas de cada produtor rural.

Essa é uma iniciativa que permite enxergar a melhor forma de utilizar as tecnologias dentro de uma propriedade rural.

Um exemplo são os tratores cortadores de grama, que já são conhecidos por realizar a manutenção de áreas verdes em hotéis, parques, canteiros e rodovias, e agora foram identificados como um aliado na manutenção de pastagens.

O equipamento consegue realizar o corte de forma uniforme, como se fosse utilizada uma tesoura. A técnica proporciona uma brotação mais rápida, o que garante um alimento de qualidade em um curto espaço de tempo.

Outra vantagem da utilização dessa tecnologia é que ela conta com um compartimento capaz de armazenar o capim cortado. Dessa forma é possível misturá-lo a um composto proteinado para ser servido futuramente como ração.

Isso nos mostra que o mercado leiteiro também depende da tecnologia para continuar crescendo e se tornar cada vez mais produtivo. A expectativa é que nos próximos anos tenhamos soluções cada vez mais eficientes.

Aliás, esses são os desafios da indústria: identificar os processos em que os equipamentos podem ser aplicados; e apresentar soluções de alta qualidade, capazes de minimizar o esforço físico, garantir a produtividade e ainda tornar o trabalho mais seguro.

* André Lobo Faro é Diretor Nacional de Vendas e Serviços da Husqvarna, líder global no fornecimento de equipamentos para o manejo de áreas verdes e que comemorou 325 anos em 2014.



Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.


Sociedade civil e a defesa da democracia

As últimas aparições e discursos do presidente da República vêm provocando uma nova onda de empresários, instituições e figuras públicas em defesa da democracia e do sistema eleitoral no Brasil.


Para além do juramento de Hipócrates: a ética na prática médica

“Passarei a minha vida e praticarei a minha arte pura e santamente. Em quantas casas entrar, fá-lo-ei só para a utilidade dos doentes, abstendo-me de todo o mal voluntário e de toda voluntária maleficência e de qualquer outra ação corruptora, tanto em relação a mulheres quanto a jovens.” (Juramento de Hipócrates).


O sentido da educação

A educação requer uma formação pessoal, capaz de fazer cada ser humano estar aberto à vida, procurando compreender o seu significado, especialmente na relação com o próximo.