Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Networking: Um Grande Capital!

Networking: Um Grande Capital!

09/08/2010 Marizete Furbino

"Procure relacionamentos e comunidades que reforcem seu compromisso de adotar escolhas que promovam a vida". (David Simon)

A palavra networking traz em seu cerne um conceito de grande valia para o profissional do século XXI, pois, diante deste mercado altamente competitivo, repleto de mudanças e incertezas, sua rede de contactos e/ou rede de relacionamentos, pode ser considerada um grande capital, uma vez que contribui para abrir caminhos no momento em que oferece e multiplica as possibilidades advindas das informações e dos conhecimentos das pessoas que fazem parte desta rede, minimizando riscos e maximizando oportunidades no que tange à sua carreira profissional e aos negócios; portanto, o profissional que está atento ao mercado deve preocupar-se em criar condições para montar, manter e expandir sua rede de contactos, demonstrando sempre estar aberto e bem disposto em conhecer novas pessoas, buscando novos relacionamentos, tendo a cautela de trabalhar sua rede de contactos com muita sabedoria, integridade, autenticidade, ética e transparência, cultivando-a e cativando-a, cuidando sempre para que a mesma cresça e fortaleça a cada dia, consolidando assim, em um forte capital social.

Estamos diante de um novo cenário de mercado, cenário este que com a globalização passou a ser sem fronteiras, onde o ser humano é considerado um grande capital intelectual e o fator sine qua non de sucesso advém dos “relacionamentos”; sendo assim, este próprio cenário, além de “empurrar” o profissional para resgatar o “como viver e trabalhar em equipe” exige também que este profissional seja pró-ativo em meio a tantas mudanças e incertezas, devendo assim, não apenas saber compartilhar informações e conhecimentos, mas somar esforços e forças em prol de objetivos comuns, com muita competência, idoneidade, interesse, dinamismo, simpatia e empatia, devendo também saber trabalhar seu networking (rede de relacionamentos) de forma a fazer conexões no que tange sua vida pessoal, profissional e organizacional; caso contrário, este profissional estará fadado ao fracasso e terá grande probabilidade de naufragar no mercado.

Nesse contexto, é importante perceber que as pessoas que compõem seu networking se tornarão seus grandes aliados. Buscar o apoio destes integrantes se tornou, além de imprescindível neste cenário cuja competitividade é tamanha e acirrada, um diferencial, uma vez que em meio a inúmeros profissionais bem preparados, especializados, qualificados e competentes, inúmeros currículos chegam às empresas, e estes correm grande risco de serem deletados e/ou engavetados.  No entanto, o que faz toda a diferença no momento da contratação e/ou recolocação é a indicação e/ou a recomendação advinda de sua rede de relacionamentos.

Contudo, sua rede de contactos deverá ser escolhida e construída ao longo de sua carreira profissional; caso contrário, não terá o retorno esperado, quando realizada nos momentos considerados cruciais, conduzindo-o ao desespero. Sendo assim, é de suma importância iniciar já sua rede de contactos. Uma das maneiras mais eficazes de iniciar esta rede é integrando-se a grupos que permitam a você iniciar sua rede de relacionamentos, seja grupo de estudo, de dança, de igreja, grupos da mesma especialidade que a sua, etc. Participe também de encontros como em seminários, congressos, conferências, coquetéis, jantares e outros. Durante esses encontros, é de extrema importância que você tome iniciativas e além de realizar a troca de cartões de visitas e, no momento certo, procurar demonstrar com sutileza seus pontos fortes, bem como suas características e qualidades, para assim, ser lembrado em momento a posteriori.

Como se nota, nesta caminhada, o profissional deverá ser atencioso e cortês para com todas as pessoas, respondendo em tempo hábil os e-mails recebidos, retornando telefonemas, agradecendo os convites; enfim, o profissional deve perceber que a educação e a simpatia nos dias atuais se tornaram também um diferencial. A isto denomina-se elegância, que obviamente não se resume ao ato de se vestir adequadamente ao momento, mas principalmente ao comportamento e ao caráter da pessoa. Assim, falar e olhar diretamente nos olhos do outro demonstrando interesse, não se vangloriar de dinheiro ou conquistas financeiras, evitar comentários maldosos sobre terceiros, tudo isso é elegante e tem valor inestimável para se construir uma rede de contatos ou networking.

Nesse sentido, sob o ponto de vista corporativo, é de suma importância que os empreendedores percebam que seu networking é de grande valia também no que tange a vida corporativa, uma vez que sua empresa através desta valiosa ferramenta terá a possibilidade e a oportunidade de obter grandes negócios, alcançar novos mercados, ganhar notoriedade, realizar grandes parcerias, captar recursos humanos talentosos e se prosperar, através das informações, dos conhecimentos e relacionamentos advindos desta mesma rede, o que irá contribuir para impulsionar sua empresa a um crescimento futuro.

Somados a isso, é importante enfatizar que os profissionais, assim como as empresas que não criarem e/ou não cultivarem seu networking, além de não progredirem, correm sério risco de estagnação, e naturalmente podem ser esmagados pelo mercado, uma vez que toda relação nesta área depende em demasia de tê-la previamente construído.

* Marizete Furbino, com formação em Pedagogia e Administração pela UNILESTE-MG, especialização em Empreendedorismo, Marketing e Finanças pelo UNILESTE-MG. É Administradora, Consultora de Empresa e Professora Universitária no Vale do Aço/MG - e-mail: [email protected]



O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Como a integração entre indústria e universidade pode trazer benefícios

A parceria entre instituições de ensino e a indústria na área de pesquisa científica é uma prática consolidada no mercado que já rendeu diversas inovações em áreas como TI e farmacêutica.

Autor: Thiago Turcato


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes


Como lidar com a dura realidade

Se olharmos para os acontecimentos apresentados nos telejornais veremos imagens de ações terríveis praticadas por pessoas que jamais se poderia imaginar que fossem capazes de decair tanto.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O voto jovem nas eleições de 2024

O voto para menores de 18 anos é opcional no Brasil e um direito de todos os adolescentes com 17 ou 16 anos completos na data da eleição.

Autor: Wilson Pedroso


Um novo e desafiador ano

Janeiro passou. Agora, conseguimos ter uma ideia melhor do que 2024 reserva para o setor de telecomunicações, um dos pilares mais dinâmicos e relevante da economia.

Autor: Rafael Siqueira


Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$ 34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes, como, por exemplo, reembolso sem desembolso, além de desperdícios com procedimentos desnecessários no país.

Autor: Claudia Machado


Os avanços tecnológicos e as perspectivas para profissionais da área tributária

Não é de hoje que a transformação digital vem impactando diversas profissões.

Autor: Fernando Silvestre