Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Novo limite do lucro presumido deve aumentar competitividade

Novo limite do lucro presumido deve aumentar competitividade

21/05/2013 Franciny Moizéis da Silva

O novo limite de receita bruta para a opção pelo Lucro Presumido, conforme recente alteração legal, veio ao encontro dos anseios de médias e grandes empresas.

A partir de janeiro de 2014, o teto de faturamento anual para opção ao regime passará de R$ 48 milhões para R$ 78 milhões, o que minimiza em parte os impactos inflacionários ocorridos desde a fixação original desses limites. Dados da Receita em 2011 indicaram a existência de 1,1 milhão de empresas sendo tributadas pelo lucro presumido.

Com esse novo limite, o número de empresas que deverão optar por tal regime de tributação deverá aumentar consideravelmente. A alteração do texto legal traz um novo estímulo à competitividade das empresas de pequeno e médio porte, embora ainda não suficiente para cobrir toda a inflação dos últimos anos.

A divulgação desse novo limite deve induzir a migração para o lucro presumido de um grande número de contribuintes, e muitos deles antes mesmo de fazer um planejamento tributário adequado para a sua empresa. Nem sempre, entretanto, esta é a opção mais vantajosa.

Assim, para optar de forma segura relo regime de tributação menos oneroso para a empresa, fazer uso de profissionais especializados para elaborar um bom planejamento tributário pode funcionar como ferramenta essencial no ganho de competitividade no atual mercado dos negócios.

*Franciny Moizéis da Silva é contadora da Pactum Consultoria Empresarial.



Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.


A importância de empoderar nossas meninas

Fatores culturais de valorização do masculino, enraizados desde sempre na nossa sociedade, afetam a autoestima e a confiança feminina.


Advogados e Cursos jurídicos

Onze de Agosto é o Dia da Fundação dos Cursos de Direito e é também o Dia do Advogado.


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Ética de advogados e juízes

A advocacia e a magistratura têm códigos de ética diferentes.


Quem se beneficia da coisa pública é corrupto

Coisa pública não pode ser confundida com coisa privada.


Pai é quem ama e cuida

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, pai não é somente quem nos gerou.