Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O cenário da educação nacional

O cenário da educação nacional

20/08/2012 Varlei Ramos

No dia 14 de agosto, o Ministério da Educação (MEC) divulgou os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Apesar de algumas metas atingidas, os resultados apontaram algumas defasagens no ensino do país, com destaque, na queda da qualidade do ensino médio em nove estados brasileiros, entre eles, o Distrito Federal. No Ideb, os fatores considerados são: o aprendizado e o fluxo escolar, número de aprovações. Mas será que os estudantes estão finalizando os ciclos com o conhecimento que deveriam ter em suas respectivas séries?

Será que eles possuem algum domínio em conhecimentos gerais? Como informações básicas do nosso dia-a-dia? Um exemplo simples? Quem é o atual Vice-Presidente da Republica? Qual o significado da sigla PIB? Ou até mesmo, quem foi Tiradentes?

O próprio índice responde a esta pergunta, no ensino fundamental, etapa de 1ª a 4ª série, o país saltou da nota 4,6 para 5. No ciclo 2 do fundamental (5ª a 8ªséries) 44% das escolas publicas não atingiram as metas, houve aumento no número de aprovações e a proficiência dos estudantes aumentou somente 0,22.

Apesar destes indicadores, o ciclo final do fundamental aumentou a média de 3,7 para 3,9, ultrapassando a meta estipulada. No ensino médio, dez Estados, entre eles Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia e Distrito Federal, apresentaram indicies inferiores a 2009.  Analisando estes resultados mais a fundo, é possível concluir que a educação no país está precisando ser reformulada.

Atualmente, lidamos com uma geração imediatista e acelerada devido ao advento dos avanços tecnológicos, como os smartphones, tablets, notebooks, entre outros, que requer uma nova forma de ensino. Os educadores precisam se atualizar e transformar as ferramentas tecnológicas em aliadas à educação, como um chamariz para os jovens se dedicarem aos estudos.

Uma forma rápida de ensino agregado com conhecimentos gerais é a internet, pois nela, devidamente aplicada conseguimos equalizar o padrão de ensino por todo o país. Os governantes precisam se conscientizar que esta ferramenta fácil pode contribuir significantemente para o desenvolvimento da educação nacional.

Qual a melhor maneira de transformar a tecnologia em uma aliada dos estudos? Essa tecnologia pode ser empregada na sala de aula, com recursos multimídias, até no formato de dever de casa com uma pesquisa sobre determinado assunto. A utilização de plataformas tecnológicas proporciona aos professores uma análise das defasagens da turma e contemplam os estudantes com os melhores desempenhos proporcionando desenvolvimento intelectual e reconhecimento, como é o caso do Programa de Incentivo ao Conhecimento (PIC10).

O Brasil precisa se atentar à educação nacional, pois os estudantes de hoje, que foram analisados neste demonstrativo, serão os médicos, engenheiros, governantes, entre outros profissionais de amanhã, que futuramente assumirão as responsabilidades pelas movimentações econômicas, saúde, segurança e entre outras funções imprescindíveis para o desenvolvimento de qualquer nação.

Varlei Ramos é idealizador e diretor do Projeto PIC 10 - Programa de Incentivo ao Conhecimento.



Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes


Como lidar com a dura realidade

Se olharmos para os acontecimentos apresentados nos telejornais veremos imagens de ações terríveis praticadas por pessoas que jamais se poderia imaginar que fossem capazes de decair tanto.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O voto jovem nas eleições de 2024

O voto para menores de 18 anos é opcional no Brasil e um direito de todos os adolescentes com 17 ou 16 anos completos na data da eleição.

Autor: Wilson Pedroso


Um novo e desafiador ano

Janeiro passou. Agora, conseguimos ter uma ideia melhor do que 2024 reserva para o setor de telecomunicações, um dos pilares mais dinâmicos e relevante da economia.

Autor: Rafael Siqueira


Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$ 34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes, como, por exemplo, reembolso sem desembolso, além de desperdícios com procedimentos desnecessários no país.

Autor: Claudia Machado


Os avanços tecnológicos e as perspectivas para profissionais da área tributária

Não é de hoje que a transformação digital vem impactando diversas profissões.

Autor: Fernando Silvestre


Inteligência Artificial Generativa e o investimento em pesquisa no Brasil

Nos últimos meses, temos testemunhado avanços significativos na área da inteligência artificial (IA), especialmente com o surgimento da inteligência artificial generativa.

Autor: Celso Hartmann


Oppenheimer e Prometeu

Quando eu saí do cinema após ter visto “Oppenheimer” a primeira vez, falei para meu filho: “É Oscar de Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Ator Coadjuvante”.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Interferência política e a desvalorização da Petrobras

Recentemente, o presidente Lula chamou o mercado de voraz por causa das quedas no valor das ações da Petrobras equivalentes a aproximadamente 60 bilhões de reais.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins