Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O conhecimento na atualidade: avançar ou estagnar

O conhecimento na atualidade: avançar ou estagnar

16/12/2020 José Carlos Moraes

Muitos possuem um amplo conhecimento dos acontecimentos diários que permeiam a vida cotidiana das pessoas neste mundo globalizado, mas, muitos não possuem acesso aos canais de comunicação disponibilizados por meio eletrônico, pois a internet não se constituiu realidade a todas as pessoas.

Também é visível a questão das fake news, um terreno pantanoso e também, repleto de armadilhas para as pessoas trafegarem.

São muitas notícias e não se tem a certeza da veracidade e assim, muitas pessoas compartilham sem antes questionar ou pesquisar se de fato, estas constituem uma verdade absoluta e digna do compartilhamento a quem quer que seja.

Afinal, o que significa a palavra conhecimento? Para alguns, o viver diário e o agrupamento das informações do cotidiano; com base no senso comum constituem um grande aliado no conjunto de informações.

Para outros, o conhecimento vem através do saber escolar. Em outras esferas, encontraremos através da história o conhecimento religioso, filosófico, empírico, científico.

São muitas preciosidades, descobertas acadêmicas que inundam o ser humano, fortalecem o intelecto, contribuem para o aprimoramento profissional e principalmente, se difunde na academia através dos pensadores. Estes grandes pensadores são muitos, representados por muitas escolas.

Primeiramente pelos grandes filósofos da antiguidade, Sócrates, Platão, Aristóteles; posteriormente, Agostinho de Hipona, Tomás de Aquino, Martinho Lutero, Renê Descartes, Immanuel Kant, David Hume, Locke; através de sua forma de pensar e formular seus enunciados deixaram seu legado na história para registro nos anais do conhecimento formalizado.

São obras de muitos anos de vida, e ainda estudadas no ensino superior, saber constituído por pessoas que viveram a frente de seu tempo e que marcaram a evolução dentro de seus períodos.

Conhecendo a história, o conhecimento é recebido, tem-se a significativa melhora da capacidade de falar sobre fatos acontecidos, aprende-se a ouvir as pessoas e respeitar os pontos de vista divergentes, entende-se a evolução da espécie.

Quem estuda e recebe o conhecimento, não fica alheio ou dependente de nada. É comum um tipo de audição: o mundo é dos espertos e dos mais rápidos.

Acredito em parte, mas saliento, porém, que o mundo é das pessoas preparadas, que um dia descobriram a necessidade de se buscar o conhecimento privilegiado transmitido pelos meios de ensino para sair da mesmice, abandonar a tribo dos amenistas (que dizem amém para tudo), fortalecer o currículo profissional e vender o seu perfil, demonstrando de fato que seus serviços são precisos e diferenciados.

É necessário pensar a respeito sobre oportunidades que surgem com o conhecimento adquirido pelas pessoas preparadas.

Quando muitos dizem desisto, outros dizem: que oportunidade incrível. Então, quando esta oportunidade surgir, não perca tempo: convide esta oportunidade para almoçar.

* José Carlos Moraes é mestre em Teologia, professor da área de Humanidades na Licenciatura em Ciências da Religião do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Página 1 Comunicação



A tragédia já foi. E agora?

Impossível não se sensibilizar e chocar com a situação do Rio Grande do Sul, atingido por chuvas sem precedentes que causaram inundações em grande parte do estado, da capital ao interior.

Autor: Janguiê Diniz


O preconceito que condena

O programa Fantástico da Rede Globo trouxe mais uma história de injustiça cometida pelo Poder Judiciário brasileiro contra um jovem preto e periférico.

Autor: Marcelo Aith


O risco de politização da tragédia no RS

O Brasil todo tem assistido, consternado, ao desastre ambiental que se abateu sobre o Rio Grande do Sul nos últimos dias.

Autor: Wilson Pedroso


Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O final de Abril e o começo de Maio foram marcados pelo pior desastre ecológico da história do Rio Grande do Sul, com inundações, mortes e milhares de desabrigados e de pessoas ilhadas.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O fim da reeleição de governantes

Está tramitando pelo Congresso Nacional mais um projeto que revoga a reeleição de Presidente da República, Governador de Estado e Prefeito Municipal.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


PEC das drogas

O que esperar com a sua aprovação?

Autor: Marcelo Aith


PEC do Quinquênio simboliza a metástase dos privilégios no Brasil

Aprovar a PEC significará premiar, sem justificativa plausível, uma determinada categoria.

Autor: Samuel Hanan


O jovem e o voto

Encerrou-se no dia 8 de maio o prazo para que jovens de 16 e 17 anos pudessem se habilitar como eleitores para as eleições municipais deste ano.

Autor: Daniel Medeiros


Um mundo fragmentado

Em fevereiro deste ano completaram-se dois anos desde a invasão russa à Ucrânia.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Leitores em extinção

Ontem, finalmente, tive um dia inteiro de atendimento on-line, na minha casa.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Solidariedade: a Luz de uma tragédia

Todos nós, ou melhor dizendo, a grande maioria de nós, está muito sensibilizado com o que está sendo vivido pela população do Rio Grande do Sul.

Autor: Renata Nascimento


Os fios da liberdade e o resistir da vida

A inferioridade do racismo é observada até nos comentários sobre os cabelos.

Autor: Livia Marques