Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O dilema do celular na escola: permitir ou proibir?

O dilema do celular na escola: permitir ou proibir?

08/11/2012 Maurício Sampaio

O assunto celular na escola, principalmente em sala de aula, está dando o que falar. Será que proibir é a melhor forma de lidar com essa questão?

Confesso que sou avesso a esse tipo de proibição. Acho que a tecnologia está ai e já faz parte do dia a dia das novas gerações, assim como a televisão fez parte da vida das famílias em décadas passadas.

A televisão, inclusive, foi bastante questionada quando teve sua utilização pedagógica. Depois, vieram questionamentos sobre a utilização do vídeo cassete em sala de aula e, na sequência, dos computadores em sala de aula.

Agora, a bola da vez é o celular. Está na hora de educadores repensarem sobre a dinâmica de uso dessa nova tecnologia em sala de aula ou o holocausto tecnológico estará próximo. A minha indagação é: por que não utilizar o celular a favor de todos? Os famosos SMS podem ajudar no trabalho de comunicação entre alunos, inclusive os preparando para o futuro profissional.

O Facebook pode ser utilizado como captação de fontes de informação e pesquisa para realização de projetos pedagógicos, enquanto o blog pode ser utilizado para produzir conteúdos de impacto e o Twitter para divulgar questões interessantes. O que há de errado nisso tudo? Será que o errado não é proibir?

* Maurício Sampaio é especialista em orientação educacional e vocacional.



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.