Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O frio, a hidroterapia e o alívio

O frio, a hidroterapia e o alívio

27/07/2015 Rogério Celso Ferreira

O inverno já se instalou na cidade, as temperaturas caíram e a umidade do ar está menor.

Diante disto, além de mais agasalhadas, as pessoas retiram cobertores do guarda-roupa e ficam mais tempo em ambientes fechados.

Como consequência da temperatura e de nossos hábitos nos dias mais frios, abre-se espaço para os problemas respiratórios e alérgicos.

De acordo com estimativas, 40% da população mundial sofrem desse mal. Rinite, sinusite, gripe, resfriado, bronquite, asma, além das infecções respiratórias virais são as doenças mais comuns nesse período do ano.

A melhor maneira de passar o inverno longe desses problemas é a prevenção.

Manter ambientes limpos, trocar os lençóis e roupas de cama uma vez por semana; lavar as roupas de inverno, tanto de vestir como de cama, antes de usar; deixar as janelas abertas para ventilar; manter a alimentação saudável e tomar bastante água está entre os principais cuidados neste período.

Mas, depois de instalados, uma boa forma de remediar esses problemas pode estar em um líquido simples, presente no dia-a-dia de todos: a água.

Sim, ela pode ser usada como uma forma de amenizar os sintomas e, em muitos casos, contribuir para a melhora significativa de muitas doenças. Isso, por meio da hidroterapia.

União das palavras gregas hydro (água) e therapeia (cura), a hidroterapia é uma especialidade da fisioterapia que se baseia nos princípios mecânicos e térmicos da água aquecida de uma piscina terapêutica.

Os efeitos da imersão corporal associados aos exercícios fisioterápicos provocam diversos estímulos, ativando o sistema imunológico, melhorando a circulação e diminuindo a sensação dolorosa.

A água aquecida faz o corpo vivenciar situações, sensações e estímulos únicos, contribuindo de maneira significativa para a reabilitação motora do ser humano.

Essa modalidade de tratamento, que se utiliza da água aquecida, exige do fisioterapeuta conhecimentos das propriedades hidrostáticas (água parada), hidrodinâmicas (água em movimento) e termodinâmicas (troca de calor entre o ambiente e o corpo) da água, bem como da anatomia, fisiologia e biomecânica corporal.

No caso dos problemas respiratórios, a hidroterapia é uma grande aliada. A pressão que a água exerce sobre a caixa torácica auxilia nos exercícios para os músculos respiratórios, melhorando a capacidade pulmonar.

Além disso, a fisioterapia aquática alia exercícios específicos, que ajudam a corrigir a postura corporal, relaxam e alongam os músculos respiratórios, contribuindo para a melhora da função pulmonar e do bem estar geral do paciente.

* Rogério Celso Ferreira é Fisioterapeuta, especialista em hidroterapia, professor universitário e sócio da Fisior Hidroterapia.



A tragédia já foi. E agora?

Impossível não se sensibilizar e chocar com a situação do Rio Grande do Sul, atingido por chuvas sem precedentes que causaram inundações em grande parte do estado, da capital ao interior.

Autor: Janguiê Diniz


O preconceito que condena

O programa Fantástico da Rede Globo trouxe mais uma história de injustiça cometida pelo Poder Judiciário brasileiro contra um jovem preto e periférico.

Autor: Marcelo Aith


O risco de politização da tragédia no RS

O Brasil todo tem assistido, consternado, ao desastre ambiental que se abateu sobre o Rio Grande do Sul nos últimos dias.

Autor: Wilson Pedroso


Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O final de Abril e o começo de Maio foram marcados pelo pior desastre ecológico da história do Rio Grande do Sul, com inundações, mortes e milhares de desabrigados e de pessoas ilhadas.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O fim da reeleição de governantes

Está tramitando pelo Congresso Nacional mais um projeto que revoga a reeleição de Presidente da República, Governador de Estado e Prefeito Municipal.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


PEC das drogas

O que esperar com a sua aprovação?

Autor: Marcelo Aith


PEC do Quinquênio simboliza a metástase dos privilégios no Brasil

Aprovar a PEC significará premiar, sem justificativa plausível, uma determinada categoria.

Autor: Samuel Hanan


O jovem e o voto

Encerrou-se no dia 8 de maio o prazo para que jovens de 16 e 17 anos pudessem se habilitar como eleitores para as eleições municipais deste ano.

Autor: Daniel Medeiros


Um mundo fragmentado

Em fevereiro deste ano completaram-se dois anos desde a invasão russa à Ucrânia.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Leitores em extinção

Ontem, finalmente, tive um dia inteiro de atendimento on-line, na minha casa.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Solidariedade: a Luz de uma tragédia

Todos nós, ou melhor dizendo, a grande maioria de nós, está muito sensibilizado com o que está sendo vivido pela população do Rio Grande do Sul.

Autor: Renata Nascimento


Os fios da liberdade e o resistir da vida

A inferioridade do racismo é observada até nos comentários sobre os cabelos.

Autor: Livia Marques