Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O papel da transformação digital na aceleração da sustentabilidade industrial

O papel da transformação digital na aceleração da sustentabilidade industrial

10/03/2021 Craig Hayman

Além de marcar o início de uma nova década, 2021 representa uma virada significativa para indústrias em diversos setores em todo o mundo, e que começou com a crise global mais significativa em uma geração.

No entanto, apesar da aparente turbulência econômica causada pela pandemia, as empresas estão mais comprometidas do que nunca em resistir à tempestade e sair do outro lado com aspirações recém-descobertas para lidar com os problemas globais do dia.

Embora 2020 tenha sido o ano mais desafiador já registrado para a maioria das empresas, o esforço para se adaptar rapidamente ao 'novo normal' em constante mudança, as levou a aceleraram suas estratégias de transformação digital e, ao fazê-lo, abriram um mundo de possibilidades em relação à sua abordagem a mudanças climáticas, circularidade e energias renováveis, mas também em relação a transparência e a rastreabilidade das cadeias de abastecimento.

Para construir um mundo mais sustentável para todos, cada empresa deve fazer sua parte. As Nações Unidas apelidaram isso de Década de Ação, conclamando empresas e governos em todo o mundo a fazerem sua parte para cumprir os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030.

Nos últimos anos, começamos a ver essa narrativa influenciar os líderes da indústria em uma abordagem mais orientada para a sustentabilidade.

Na verdade, os CEOs de 2023 - ou 2026 - serão incrivelmente impopulares se continuarem a perpetuar o que alguns chamam de tática de "atraso deliberado", sem uma agenda de sustentabilidade para defender.

Com instituições como a ONU trabalhando duro para aumentar a conscientização, e as questões ambientais sendo agora prioridade para o público, as organizações estão ampliando suas ambições de sustentabilidade. O próximo desafio consiste em transformar isso em ação, e é aí que entra a tecnologia.

Revelando o potencial oculto

Como qualquer líder empresarial pode confirmar, para que uma organização ultrapasse seus concorrentes, ela deve encontrar novas eficiências operacionais.

Isso é feito por meio da aquisição de insights e da simplificação de suas operações para economizar tempo e custos. Mas e se os parâmetros mudassem?

Em vez de coletar dados com a intenção de simplesmente tornar as coisas mais rápidas, o que aconteceria se as organizações começassem a coletar dados para tornar as coisas mais rápidas e sustentáveis?

Ao incorporar a sustentabilidade a suas próprias estruturas de KPI, as empresas começam a mudar o dial e trazer um impacto material real ao meio ambiente, bem como melhorar seus resultados financeiros.

Enquanto setores como varejo e financeiro já estão bastante maduros digitalmente e bem versados no uso de dados para impulsionar a otimização, as organizações industriais estão apenas engatinhando.

Veja o caso da National Grid, por exemplo. Por meio da combinação de energia eólica, solar e nuclear, a empresa britânica está comprometida em fornecer a seus clientes energia de baixo carbono a preços acessíveis.

Em 2019, as fontes renováveis forneceram 49% da eletricidade da Grã-Bretanha, em comparação aos 43% gerados a partir de combustíveis fósseis.

A dependência de energias renováveis poderia ser maior, mas a National Grid enfrenta o desafio único de ter que lidar com um fornecimento notoriamente intermitente de energia eólica e solar.

Trata-se de equilíbrio delicado em que há uma sobreposição direta entre o serviço da empresa e suas metas de sustentabilidade.

Quando a National Grid começou a utilizar as soluções da AVEVA, a empresa ganhou acesso a uma tecnologia que lhe possibilita processar 1,2 milhão de pontos de dados em tempo real para atingir esse equilíbrio de forma mais eficaz.

Ao otimizar o tráfego de energia em tempo real, a National Grid pode atender melhor seus clientes e, ao mesmo tempo, diminuir sua dependência de combustíveis fósseis.

Uma década de mudança

Não há razão para que o lucro e o princípio não possam andar de mãos dadas. Tal como acontece com a National Grid, é perfeitamente possível que as empresas cresçam e aumentem os lucros, ao mesmo tempo em que ajudam a impulsionar a agenda de sustentabilidade.

Neste contexto, o Pacto Global da ONU representa um novo movimento que traz essa ideia em seu cerne.

Trata-se da maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo - é apoiada por mais de 12.000 empresas globalmente, incluindo a AVEVA - e seu objetivo é garantir os compromissos de sustentabilidade de CEOs e outros líderes de negócios em sua busca por um futuro mais sustentável.

* Craig Hayman é CEO da AVEVA.

Para mais informações sobre sustentabilidade clique aqui…

Fonte: GP Comunicação



Indulto x Interferência de Poderes

As leis, como de corriqueira sabença, obedecem a uma ordem hierárquica, assim escalonadas: – Norma fundamental; – Constituição Federal; – Lei; (Lei Complementar, Lei Ordinária, Lei Delegada, Medida Provisória, Decreto Legislativo e Resolução).


Você e seu time estão progredindo?

Em qualquer empreitada, pessoal, profissional ou de times, medir resultados é crucial.


Propaganda eleitoral antecipada

A propaganda para as eleições neste ano só é permitida a partir do dia 16 de agosto.


Amar a si mesmo como próximo

No documentário “Heal” (em Português, “Cura”), disponível no Amazon Prime, há um depoimento lancinante de Anita Moorjani, que, em Fevereiro de 2006 chegou ao final de uma luta de quatro anos contra o câncer.


O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.


Mercado imobiliário: muito ainda para crescer

Em muitos países, a participação do mercado imobiliário no Produto Interno Bruto (PIB) está acima de 50%, enquanto no Brasil estamos com algo em torno de 10%.


Entender os números será requisito do mercado de trabalho

Trabalhar numa empresa e conhecer os seus setores faz parte da rotina de qualquer colaborador. Mas num futuro breve esse conhecimento será apenas parte dos requisitos.


Quais os sintomas da candidíase?

A candidíase é uma infecção causada por uma levedura (um tipo de fungo) chamada Candida albicans.


Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.