Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O pensamento como ferramenta de prevenção e saúde

O pensamento como ferramenta de prevenção e saúde

08/04/2015 Claudia Honorato

Você dá muita atenção ao que escuta? Acredita que a opinião alheia tem alguma influência sobre a sua saúde?

“Enfrenta as fases iniciais da doença com oposição mental tão poderosa como a que um legislador empregaria para impedir a aprovação de uma lei desumana”, escreveu Mary Baker Eddy, uma pensadora metafísica americana, em sua obra Ciência e Saúde.

Lembro-me de ter ouvido esta fábula:

“Era uma vez, duas rãs que, por terem passado muito tempo na floresta, ao anoitecer, tiveram de buscar abrigo em uma pequena casa de madeira, em cujo interior encontraram um balde com leite.

Subiram até a borda do balde, mas ao tentarem beber o leite, caíram dentro dele. Após se fartarem, tentaram sair, saltando, mas sem êxito.

Chamaram as outras rãs para socorrê-las. As rãs chegaram e, na borda do balde, gritavam, incentivando-as: ‘Vocês conseguem! Força! Vamos!’ Apesar disso, as horas se passaram e não houve resultados.

Então, as rãs começaram a dizer: ‘Agora é tarde, vocês não têm mais forças, é melhor que se entreguem à morte´. Uma das rãzinhas morreu, porém a outra persistiu, até conseguir sair.

“Por que essa rã conseguiu sair e salvar-se?” “Porque era surda!”

Na vida cotidiana, assim como a rãzinha que estava no balde, você ouve frases negativas, pensamentos deprimentes, temores de outras pessoas, inclusive sobre os perigos em relação à saúde.

É possível manter-se perfeito, bem e saudável, não dando atenção às informações sobre os riscos à saúde? O Departamento de Psiquiatria e Ciência Comportamental de Nova Iorque realizou um interessante experimento, no qual foi simulada uma ameaça biológica a três grupos de pessoas. Ao primeiro grupo, denominado de controle, não foram dadas informações. Ao segundo, sugeriram tratar-se de uma doença psicogênica (não orgânica) e ao terceiro, além da sugestão psicogênica, forneceram maior quantidade de informações a respeito da enfermidade. O resultado mostrou que os dois grupos induzidos psicologicamente apresentaram 11 vezes mais sintomas da enfermidade do que o grupo de controle.

Isso mostra como, algumas vezes, há informações que colocam em risco a saúde, a menos que se coloque um filtro no pensamento.

Estar atento, observar uma paisagem mental focada na saúde e harmonia ajuda a manter-se saudável. Existem pessoas que conseguiram detectar um problema e prevenir-se, tal qual fez Aurora Acebedo Ruiz, uma química da Colômbia, que, começando a ter os sintomas de câncer, orou, opondo-se mentalmente a essa doença, rebatendo-a e agarrando-se ao reconhecimento consciente de sua natureza espiritual saudável.

Para mim, essa experiência encorajadora comprova que é possível livrar-se de enfermidades. Ao desejar o bem tanto para si próprio como para o próximo, o pensamento é conectado a uma fonte espiritual superior e saudável, o qual, unido ao sentimento de gratidão, pode ajudar a prevenir ou superar anomalias, abolir pensamentos de deterioração, substituindo-os por ideias renovadoras que trazem a saúde.

* Claudia Honorato é Comitê de Publicação da Ciência Cristã para o Chile.



Liderança desengajada é obstáculo para uma gestão de mudanças eficaz

O mundo tem experimentado transformações como nunca antes, impulsionadas por inovações tecnológicas, crises econômicas e transições geracionais, dentre outros acontecimentos.

Autor: Francisco Loureiro


Neoindustrialização e a nova política industrial

Com uma indústria mais produtiva e competitiva, com equilíbrio fiscal, ganha o Brasil e a sociedade.

Autor: Gino Paulucci Jr.


O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli