Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O preço da responsabilidade social: quanto vale um programa social?

O preço da responsabilidade social: quanto vale um programa social?

16/12/2020 Leonardo Coelho

O ano que vivemos foi tudo, menos normal com incontáveis acontecimentos para quais não estávamos preparados.

Muitas mudanças nos colocaram em uma nova realidade, com um novo modelo de empresa e de consumidor.

Podemos dizer que, nesse cenário, os consumidores vêm apresentando uma maior preocupação com o que estão consumindo.

Estamos falando de um cliente mais crítico, que tem acesso a mais informações devido ao meio digital e, portanto, pesquisa muito mais antes de fazer uma compra.

Entre essas preocupações do novo perfil de consumo está a responsabilidade social. As pessoas, em geral, estão observando cada vez mais os impactos sociais e ambientais das empresas.

Tanto é que esse assunto está ganhando uma atenção muito maior tanto no meio acadêmico, quanto no empresarial.

Porém, práticas que incentivam e buscam o desenvolvimento social, bem como o cuidado com meio ambiente não são fáceis de serem cultivadas.

Para começar, esse investimento tem impacto direto na estrutura de custos da empresa, e esse acréscimo impacta diretamente no valor repassado ao consumidor. Vale, então, entender como esse valor investido em responsabilidade social retornará para a empresa.

Pense em um consumidor em busca de um determinado tipo de produto. Nessa busca, ele se depara com duas marcas que apresentam modelos bem similares.

Mas, apenas uma dessas marcas vem de uma empresa que prática atos sociais e ambientais frequentemente. Qual deles será melhor aos olhos do consumidor?

Nesses momentos, nem a diferença de preço é levada em consideração, e sim o senso de familiaridade e amizade que o consumidor nutre pela marca.

Falamos no começo o consumidor pós-pandemia é mais digital e mais crítico. Para esse novo perfil, todas as ações da empresa contam muito.

Existem, inclusive, leis de incentivo que possibilitam que as empresas destinem parte de seu Imposto de Renda para projetos selecionados e cadastrados pelo governo para receber esse fundo.

Assim, o dinheiro que iria diretamente a Receita Federal garante que projetos de fomento a comunidades diferenciadas continuem existindo.

O retorno de todo o dinheiro investido em programas socioambientais também é sentindo pela economia do país em longo prazo.

Quanto mais pessoas capacitadas através de incentivos sociais, quanto mais áreas reflorestadas e preservadas, mais o país garante um desenvolvimento sustentável que garante o fortalecimento da força de trabalho e não esgota os recursos naturais.

Nenhum investimento em responsabilidade social é perdido. O ideal é a empresa entender, dentro do seu segmento e da comunidade que a cerca, o que pode ser feito.

Afinal, os impactos são mais evidentes no entorno e nas proximidades. Por isso, busque primeiro compreender o que pode ser feito mais perto para depois evoluir para uma campanha nacional.

* Leonardo Coelho é CEO da LC4 Comunicação, Marketing e Estratégia e diretor presidente do Instituto BH Futuro.

Fonte: LC4 Comunicação, Marketing e Estratégia



A violência e o exemplo dos parlamentos

O péssimo exemplo que os políticos, em geral, dão nos parlamentos, insultando, ridicularizando os antagonistas, leva, por certo, a população a comportar-se de modo semelhante.


Brasileiro residente no exterior, por que fazer um planejamento previdenciário?

É muito comum no processo emigratório para o exterior ter empolgação e expectativas sobre tudo o que virá nessa nova fase da vida.


LGPD: é fundamental tratar do sincronismo de dados entre todas as aplicações

Se um cliente solicita alteração nos dados cadastrais ou pede a sua exclusão da base de dados que a empresa possui, o que fazer para garantir que isso ocorra em todos os sistemas e banco de dados que possuem os dados deste cliente ao mesmo tempo e com total segurança?


As gavetas que distorcem a vida política do país

Finalmente, está marcada para terça-feira (30/11), na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, a sabatina do jurista André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Marco Aurélio, no Supremo Tribunal Federal.


O novo normal e a justiça!

Não restam dúvidas que o avanço tecnológico veio para melhorar e facilitar a vida das pessoas.


Repousar de fadigas, livrar-se de preocupações

O dicionário diz que descansar é repousar de fadigas, livrar-se de preocupações.


O fim da violência contra a mulher é causa de direitos humanos

O dia 25 de novembro marca a data internacional da não-violência contra as mulheres.


A primeira romaria do ano em Portugal

A 10 de Janeiro – ou domingo mais próximo dessa data, dia do falecimento de S. Gonçalo, realiza-se festa rija em Vila Nova de Gaia.


Medicina Preventiva x Medicina Curativa

A medicina curativa domina o setor de saúde e farmacêutico. Mas existe outro tipo de cuidado em crescimento, chamado de Medicina Personalizada.


A importância da inovação em programas de treinamento e desenvolvimento

O desenvolvimento de pessoas em um ambiente corporativo é um grande desafio para gestores de recursos humanos, principalmente para os que buscam o melhor aproveitamento das habilidades de um time através do autoconhecimento.


Por que o 13º salário gera “confiança” nos brasileiros?

O fim do ano está chegando, mas antes de pensar no Natal as pessoas já estão de olho no 13º salário.


O gênero “neutro” ou a “neutralização” de gênero

Tenho visto algumas matérias sobre a “neutralização” do gênero na língua portuguesa, no Brasil, algumas contra e algumas a favor. Digo no Brasil, porque em Portugal não vejo isto.