Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O que será que vai dar em 2018

O que será que vai dar em 2018

28/09/2017 J. A. Puppio

O que podemos acreditar que vai estar em jogo em 2018?

O ano de 2018 se aproxima e a cada dia que passa as eleições para presidência, governos estaduais, deputados federais e estaduais e senadores também ficam mais presentes. No meio da população, poucos ainda têm dúvidas de que nossos políticos, acostumados com a “boquinha” em estatais já falidas, estão querendo que tudo continue como acontece atualmente.

Vemos, quase que diariamente, declarações dos políticos antigos, geralmente envolvidos em escândalos de corrupções e propinodutos, querendo limpar praticas inaceitáveis dentro da Ética Política Mundial.

E esses políticos, experientes em corrupções, sempre vão além da disputa eleitoral. Sendo assim o que podemos acreditar que vai estar em jogo em 2018? São, basicamente duas correntes: 1- A política de sempre contaminada por relações espúrias entre governo, sindicatos e burocracia; 2- A política voltada para a cidadania, sem corrupções, sem clientelismo e com resultados positivos na administração pública.

Na primeira opção temos o lado conservador, onde estão quase todos os políticos, independente da colocação “ideológica”, pois mesmo com discursos diferentes são todos iguais na pratica do “mal feito”. Já o “novo” ainda não apareceu!

O político de hoje adora uma “vantagem indevida” nas estatais e uma verba pública onde todos nós pagamos pela mordomia deles. A realidade nua e crua é que no Brasil é difícil produzir e realizar o “NOVO”, quem chega com boas ideias e que tem vontade de realmente trabalhar, geralmente é engolido pelo sistema que transformou o errado em habitual.

A população aguarda ansiosa por uma nova política que possa apresentar esperanças e construir um futuro digno para o Brasil. Isso, no entanto parece bem difícil em um país onde para tudo se dá um "jeitinho" e as coisas vão passando, mesmo diante de enormes investigações. Investigações essas, que às vezes dão a impressão de não investigarem todo mundo, mas isso já é outro assunto.

Por fim, temos que falar sobre a mídia, não adianta a imprensa tentar criar uma “Primavera Árabe” onde nada acontece. Eles até tentam fazer seu papel de informar sobre o que está acontecendo, mas é claro o quanto certos lados são mais falados que outros e a “primavera árabe” torna-se um inverno frio e sombrio, sem voz e sem efetividade, onde quem sai perdendo é sempre o Brasil. E enquanto isso continuamos a ser um país de muitas iniciativas e poucas “acabativas”.

* J.A.Puppio é empresário e autor do livro “Impossível é o que não se tentou”.



Gentileza na política é possível?

Promover a gentileza na política é um desafio, até porque Maquiavel entendia que tal virtude não cabe nas discussões políticas.

Autor: Domingos Sávio Telles


Biden, Haley e Trump: as prévias das eleições nos EUA

Os estadunidenses vão às urnas neste ano para eleger – ou reeleger – aquele que comandará a nação mais poderosa do planeta pelos próximos quatro anos.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Trabalhadores de aplicativos: necessidades e vulnerabilidades diferentes

A tecnologia é uma realidade cotidiana irreversível. As plataformas, potencializadas pelos reflexos da pandemia da Covid-19, estão inseridas nas principais atividades da vida humana.

Autor: Ricardo Pereira de Freitas Guimarães


O que é direita? O que é esquerda?

O Brasil sofreu uma enorme polarização política nos últimos anos; mas afinal, o que é esquerda ou direita na política?

Autor: Leonardo de Moraes


Reparação mecânica e as tendências para 2024

No agitado mundo automotivo, as tendências e expectativas para 2024 prometem transformar o mercado de reparação de veículos.

Autor: Paulo Miranda


Política não evoluiu no período pós-redemocratização

O que preocupa é a impressão de que no Brasil não mais existem pessoas dedicadas, honestas e com boas intenções dispostas a entrar na política.

Autor: Luiz Carlos Borges da Silveira


Manifestação da paulista: exemplo de civilidade e democracia

Vivenciamos no último domingo, 25/02/2024, um dos maiores espetáculos da democracia.

Autor: Bady Curi Neto


Rio 459 anos: batalhas deram origem à capital carioca

Diversas lutas e conquistas deram origem à capital carioca. Começo pelo dia em que Estácio de Sá venceu uma grande batalha contra os nativos que viviam no território da atual cidade do Rio de Janeiro.

Autor: Víktor Waewell


Números da economia no governo Lula

Déficit de 231 bilhões de reais: um furo extraordinário.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


Lá vai Maria

Lata d’água na cabeça Lá vai Maria Lá vai Maria

Autor: Osvaldo Luiz Silva


O combate ao etarismo em favor da dignidade da pessoa idosa

É fundamental compreender que o envelhecimento é um processo natural e que todos nós, se tivermos a sorte de viver tempo suficiente, nos tornaremos idosos.

Autor: André Naves


Qual é o futuro do ser humano?

No planeta Terra a vida tem sido, em grande parte, moldada por materialistas que examinam a situação, planejam, estabelecem os objetivos e os põem em execução.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra