Portal O Debate
Grupo WhatsApp


O que te faz mais forte

O que te faz mais forte

29/07/2018 Oscar D'Ambrosio

Existem dias que mudam nossos destinos.

Podem acontecer por uma decisão que nós mesmos tomamos ou por um acontecimento alheio à nossa vontade. É no segundo caso que se encaixa a história real de Jeff Bauman. Dia 15 de abril de 2013, quando esperava sua namorada finalizar a Maratona de Boston, teve as pernas amputadas por uma bomba.

Baseado no livro do próprio Bauman, o filme “O que te faz mais forte” (“Stronger”, no original) conta o processo da dor e da recuperação de uma pessoa comum que, por uma tragédia, torna-se um ídolo nacional, um símbolo que nunca havia pensado nem ambicionado em exercer esse papel exemplar.

O poder de um acontecimento transformar uma vida é mostrado, portanto, em sua potência máxima. Ser vítima de um atentado ganha a dimensão de tornar-se o símbolo de uma nação ferida.

A caminhada de Bauman para atingir novos passos físicos e existenciais adquire a dimensão de um fato público, seja pela imprensa, seja pelo próprio livro que o rapaz escreve. A interpretação visceral e competente de Jake Gyllenhaal auxilia ainda mais a compor esse mito. E a dimensão humana muitas vezes se perde pela abordagem que enaltece o herói.

A obra dirigida por David Gordon Green, portanto, traz questões essenciais para discutir o horror do terror e o poder de fatos imponderáveis alterarem nossas vidas.

* Oscar D´Ambrosio é mestre em Artes Visuais e doutor em Educação, Arte e História da Cultura, é Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Fonte: Oscar D´Ambrosio



Entre a Pressa e a Preguiça

Quem já passou dos quarenta anos e viveu em algum canto do Brasil, experimentou, certamente, exercícios sistemáticos de paciência.



O “Golpe do WhatsApp” e o roubo da conta no aplicativo

Caso você seja vítima desse golpe, deve imediatamente entrar em contato com o WhatsApp para informar que alguém está utilizando a sua conta.


Reflexão sobre a democracia

Deambulava numa manhã de domingo, na Praça da Batalha, no Porto, quando perpassei por sujeito, elegantemente trajado: calça e casaco azul-marinho, camisa branca, gravata cinza.


Como não errar ao investir?

Muitas pessoas têm receio em falar sobre os seus investimentos, pois ainda é um grande tabu falar sobre dinheiro.


Para uma sociedade melhor

No tempo da minha juventude, conheci mocinha, de origem modesta, mas rica de inteligência, esperteza e perspicácia.


Fake (old) News

Tanto a existência das fake news quanto a expressão em si, já existem há muito tempo.


Por que os professores de Humanas são de “esquerda”?

Quero começar essa reflexão com uma resposta simples: não!


Como revestir a casa de forma prática e com menor custo

Nos últimos anos, uma das novidades de maior destaque se traduz no surgimento dos revestimentos inteligentes.


O livro e a cultura

29 de outubro é o Dia do Livro. 5 de novembro é o Dia da Cultura.


Os controversos e suas controvérsias

O ano de 2019 tem sido, sem dúvidas, muito fértil para os noticiários políticos internacionais.


A demora do Poder Legislativo em não regular a prisão em segunda instância

Os parlamentares federais são exclusivamente culpados por ter o STF procedido à revisão da prisão em segunda instância.