Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Os desafios para se ter relacionamentos duradouros

Os desafios para se ter relacionamentos duradouros

10/06/2017 Dijanira Silva

Construir um relacionamento feliz e duradouro é uma das principais buscas de um casal que se ama.

Os desafios para se ter relacionamentos duradouros

Afinal, cada vez mais está claro que a nobreza de um relacionamento não está em começar a amar alguém, mas em cultivar esse amor por toda vida. Mesmo vivendo em uma época onde parece que o amor “saiu da moda”, a verdade é que o relacionamento amoroso continua a ser uma fonte segura de felicidade e uma oportunidade de crescimento pessoal, já que, por sua própria natureza, o amor coloca em movimento a vida de quem decide amar.

No entanto, para manter acesa a centelha do amor é preciso estar atento a alguns aspectos importantes, que apesar de simples e corriqueiros podem fazer toda a diferença na relação. Respeitar a individualidade do outro, por exemplo, creio que seja a base para uma relação saudável. Para isso é essencial não confundir amor com apego.

Cada pessoa é única neste mundo e precisa continuar sendo quando encontra o amor de sua vida. E quanto mais nos apegamos a uma pessoa, menos chances temos de amá-la verdadeiramente, já que apego é egoísmo e não tem nada a ver com amor.

Além disso, experiências comprovam que quando tentamos preencher os espaços vazios da nossa alma com a presença exclusiva de uma pessoa, é muito fácil nos decepcionarmos com ela e mais vazios nos tornarmos, já que ninguém, a não ser Deus que é o próprio amor, pode preencher totalmente nossa alma.

O afeto é bom e o carinho é benéfico, desde que submetidos a essa verdade. Outro aspecto que merece destaque na relação é a honestidade. É por meio dela que a confiança se estabelece entre o casal e o amor cresce e se fortalece a cada dia.

Por isso, conhecer-se e fazer as pazes com a própria história, com suas fraquezas e virtudes, é um grande passo para poder dividi-la com a pessoa amada. Aqui também vale a regra: não se pode dar o que não se possui.

Se existem dúvidas, suposições, “achismos”, a melhor saída é uma partilha tranquila, mas objetiva, para que a desconfiança não roube o brilho da verdade que deve prevalecer na relação. Pode ser uma tarefa difícil, mas, uma vez que a honestidade se torna referência, fica mais fácil superar as dificuldades e elevar o relacionamento a um patamar maior.

Além disso, nunca se descuide da pessoa que você ama. Penso que cuidar do amor é como cultivar uma planta: você a recebe linda e cheia de vida e, se continuar cuidando dela da maneira adequada, certamente vai viver bem e florescer diante dos seus olhos. Se não cuidar, ela vai gradativamente murchar e morrer.

Então, se você deseja ter um relacionamento duradouro e feliz, não tenha medo de expressar seu amor. Lembre-se que os pequenos gestos fazem toda a diferença! Um telefonema só para dizer “eu te amo”, uma flor ao voltar para casa, um bilhetinho apaixonado, um presente fora de datas comemorativas, elogios espontâneos e muitas coisas simples, mas oferecidas com amor.

Mas, atenção! Apesar dessas dicas serem importantes, não serão úteis se não houver a atitude de fazer valer o primeiro objetivo do relacionamento: tornar a pessoa amada feliz e ser feliz com ela.

E para isso, o casal não precisa de grandes coisas além de dar e receber atenção, dedicar-se e cuidar um do outro, rompendo com a rotina no relacionamento todos os dias como se fosse a primeira vez. Portanto, priorize o amor em sua vida e verá que não é tão difícil assim ter um relacionamento duradouro e feliz!

* Dijanira Silva é missionária da Comunidade Canção Nova e locutora da Rádio América 1410 AM.



Prisão após condenação em segunda instância

Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/18, que deixa clara a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, avança na CCJ da Câmara Federal.


Sou uma péssima professora!

Sou uma péssima professora! Primeiramente, porque ser professor não foi minha primeira escolha de carreira.


As ferramentas tecnológicas e a educação

Os avanços tecnológicos podem estar a serviço da Educação, na medida em que permitem um maior acesso à informação e mais rapidez nas trocas do conhecimento.


Eu, professor

Comecei a dar aulas aos 18 anos. Meus alunos, em um supletivo de bairro, eram todos mais velhos que eu.


Gestão pública é o caminho contra a corrupção

A corrupção é pré-requisito do desenvolvimento, já dizia Gunnar Myrdall, Prêmio Nobel de Economia, em 1974.


Quando a desinformação é menos tecnológica e mais cultural

Cenário é propício para o descrédito de pesquisas, dados, documentos e uma série de evidências de veracidade.


Igualdade como requisito de existência

Na última cerimônia de entrega do EMMY, o prêmio da TV Norte Americana, um ator negro foi premiado, fruto de reconhecimento praticamente unânime de seu trabalho.


Liderança é comunicação, conexão e confiança

Cada dia que passa, percebo que uma boa comunicação e liderança têm total relação com conexão.


“A educação é a arma mais poderosa…” mas para quem?

Tudo o que se cria ou se ensina no mundo tem dois lados. Geralmente as intenções são boas e as pessoas as tornam ruins.


“Golpe do Delivery”

Entregadores usam máquina de cartão para enganar consumidor.


A inclusão educacional e o mês das crianças

O tema da inclusão está na ordem do dia, dominando as agendas no mês das crianças.


A velha forma de fazer política não tem fim

Ser político no Brasil é um grande negócio, uma dádiva caída do céu, visto as grandes recompensas de toda a ordem obtidas pelos políticos.