Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Por dentro da organização bem sucedida

Por dentro da organização bem sucedida

30/07/2013 Andre Beraldo Morais

Você talvez não tenha se preocupado em conhecer o funcionamento de uma equipe, porém poderia aprender muito sobre organização e produtividade se observarmos equipes bem sucedidas.

Em uma organização todas as pessoas têm que ter uma função clara e metas estabelecidas. Não é necessário que ninguém fique cobrando resultados e produtividade, porque as pessoas estão permanentemente motivadas em relação ao que fazem. Não existem greves,operações tartaruga ou funcionários de má vontade.

A base disso é clara, a construção de um ambiente saudável em que se respeita a vocação de cada indivíduo. Gerar, produzir, manter, criar,proteger e construir. Tudo em prol do cliente e excelência em atendimento.

Será que nossas organizações funcionam assim? Estaremos todos felizes com o que fazemos? Os objetivos estão bem claros e são razoáveis? Cada um tem a chance de desenvolver seus talentos? O foco está voltado para o cliente? As lideranças permitem e estimulam a participação e valorizam os resultados? Existe um espaço para tentativas de inovação ou se reprime o erro?

Em um equipe perfeita tudo isto funciona muito bem. Inclusive a possibilidade de tentar novas estratégias comerciais e administrativas. Devemos nos adaptar as condições do mercado, sempre motivados, vivendo o presente e com foco no futuro.

E o início de tudo está na vontade dos líderes em construir um novo modelo empresarial, onde os talentos são a matéria-prima, capacidade são meios produtivos e fidelidade dos clientes é o resultado final.

É fácil atingir este modelo? Não, mas é possível com determinação e comprometimento.

A Benefício Intelectual esta disposta a te ajudar a alcançar a excelência e a otimização de resultados.

*Andre Beraldo Morais - Coaching Executivo, Coaching para Poder Executivo, Coaching para Poder Legislativo e Coaching de liderança, e um dos palestrantes na Beneficio Intelectual, empresa de treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial.



Os desafios de tornar a tecnologia acessível à população

Vivemos uma realidade em que os avanços tecnológicos passaram a pautar nosso comportamento e nossa sociedade.


O uso do celular, até para telefonar

Setenta e sete por cento dos brasileiros utilizam o smartphone para pagar contas, transferir dinheiro e outros serviços bancários.


Canto para uma cidade surda

O Minas Tênis Clube deu ao Pacífico Mascarenhas o que a cidade de Belo Horizonte deve ao Clube da Esquina; um cantinho construído pelo respeito, gratidão, admiração, reconhecimento, apreço e amor.


Como acaso tornou famoso notável compositor

Antes de alcançar a celebridade, e a enorme fortuna, Verdi, passou muitas dificuldades financeiras.


Gugu e a fragilidade da vida

A sabedoria aconselha foco no equilíbrio emocional e espiritual diante da fragilidade e fugacidade da vida.


Quando o muro caiu

O Brasil se preparava para o segundo turno das eleições presidenciais, entre o metalúrgico socialista Luís Inácio Lula da Silva e a incógnita liberal salvacionista Fernando Collor de Melo, quando a televisão anunciou a queda do muro de Berlim.


Identidade pessoal e identidade familiar

Cada família gesta a sua identidade, ainda que algumas vezes, de forma inconsciente.


Desprezo e ingratidão

Não sei o que dói mais: se a ingratidão se o desprezo.


A classe esquecida pelo governo

O fato é que a classe média acaba por ser a classe esquecida pelo governo.


O STF em defesa de quem?

A UIF, antigo COAF, foi criada como uma unidade do Ministério da Justiça (hoje, no BACEN) para fazer uma coisa muito simples: receber dos bancos notificações de que alguém teria realizado uma transação suspeita, anormal.


O prazer da leitura

Ao contrário do que se possa pensar, não tenho muitos amigos. Também não são muitos os conhecidos.


Desmoralização do SFT

A moralidade e a segurança jurídica justificam a continuidade da prisão em segunda instância. A mudança desta postura favorece a impunidade dos poderosos e endinheirados.