Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Por que as pessoas ainda estão na sua empresa?

Por que as pessoas ainda estão na sua empresa?

11/05/2017 Gilmar Tamanini

O resultado de um negócio depende, e muito, do time que diariamente está atuando por ele.

Por que as pessoas ainda estão na sua empresa?

Basta uma olhada rápida nas notícias do mundo corporativo para ver que a gestão de pessoas é ainda um grande desafio nos negócios. Porque empresas, acima de tudo, são formadas por gente que busca satisfazer sonhos, é movida por determinados objetivos e precisa estar constantemente motivada.

E então fica a pergunta: o que você faz para manter um time experiente, interessado e que quer, de fato, estar na sua empresa por vontade e não obrigação? Na área de tecnologia da informação, temos ainda na falta de mão de obra qualificada mais um motivo para nos preocuparmos com a gestão de pessoas.

Segundo a consultoria IDC, em 2015 já faltavam 119 mil profissionais qualificados no setor. E não há outra forma de motivar pessoas do que começar pela arte de ouvir e compartilhar.

Afinal, o que faz o seu time estar às 8h da manhã na empresa, pronto para buscar novos resultados? Conhecer as pessoas com quem trabalhamos nos fez perceber que não importa a área de atuação, manter uma boa comunicação interna é essencial.

O que estamos entregando em contrapartida ao trabalho que recebemos todos os dias? Foi-se o tempo em que o contracheque no fim do mês era suficiente para garantir a permanência de um bom profissional. As pessoas querem ser ouvidas, poder falar, conhecer o que acontece em seu local de trabalho.

Em tempos de smartphones e conexão 24 horas, em que a informação está cada vez mais acessível, não se pode mais ignorar a comunicação interna. A tecnologia nos dá excelentes ferramentas para isso e, de quebra, proporciona a gestores e empresários um ganho imensurável: o sentimento de pertencimento da equipe.

Porque quando um profissional está em um ambiente que preza por uma comunicação clara e transparente, sabe que faz parte daquele contexto. Quando participamos de uma pesquisa interna de satisfação com metodologia da Great Place to Work, percebemos que os 81% de aprovação não vieram de graça.

São resultado de um esforço coletivo, que visa criar dentro da nossa empresa um grupo de pessoas profissionalmente motivadas e pessoalmente realizadas. Ouvir, falar e compartilhar é uma tríade que há muito tempo deixou de ser algo exclusivo aos discursos de consultores e coachings.

Precisa, cada vez mais, ser parte de uma cultura interna engajada em motivar para crescer. Porque o resultado de um negócio depende, e muito, do time que diariamente está atuando por ele.

* Gilmar Tamanini é CEO da Teclógica.



Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Oportunidade de marketing ou marketing oportunista?

No carnaval de 2024, foi postada a notícia sobre o "Brahma Phone" onde serão distribuídas 800 unidades de celulares antigos para os participantes das festas de carnaval.

Autor: Patricia Punder