Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Por que e como incentivar a comunicação entre franqueados?

Por que e como incentivar a comunicação entre franqueados?

22/01/2015 Germano Leardi Neto

A comunicação é um ponto fundamental em franquias: os franqueados atuam como sócios do franqueador, ou seja, eles têm responsabilidades e precisam dar as suas opiniões sobre o dia a dia do negócio.

Ocorre que esse tipo de troca nem sempre acontece. Os franqueados e franqueadores ganham muito se compartilharem as suas experiências entre si. Estabelecer um sistema de comunicação pensado nessa troca, portanto, é fundamental para que esse diálogo ocorra.

Com uma comunicação ativa e imediata, fica muito mais fácil criar estratégias de atuação e novas ações para a marca. Mudar planos que não estão dando certo também fica mais fácil. Além disso, qualquer problema operacional pode ser rapidamente solucionado com a troca de mensagens. Agora, se já não é fácil promover uma comunicação interna eficiente dentro de uma empresa, imagina incentivar a troca de mensagens entre diversas unidades?

De fato, trata-se de um desafio que requer muita organização do franqueador e profissionais que sejam responsáveis por essa função. Conheça alguns caminhos que podem incentivar a comunicação interna dos franqueados:

Criação de um blog - Que tal concentrar importantes informações sobre o nicho de mercado da marca em um único lugar? Cada vez mais as empresas estão apostando e investindo na criação de um blog. Comece publicando as tendências do setor e abrindo um espaço para comentários, onde os franqueados compartilham suas experiências. Vale lembrar que o blog só faz diferença quando atualizado constantemente.

Lista de e-mail - Para assuntos internos, como movimentação do caixa e estratégias de negócio, o e-mail é o seu maior aliado. Pode ser uma solução simples, como a criação de uma lista de contato de todas as unidades. Assim, a comunicação fica mais organizada e direta.

Promover encontros pessoais - Os instrumentos virtuais de comunicação são ótimos, mas nada melhor do que um diálogo olho no olho. Claro, é impossível fazer encontros presenciais todo mês, ainda mais para franquias com atuação regional ou nacional.

Aproveite, então, a realização de encontros pessoais para isso. Dependendo da demanda dos franqueados, esses encontros podem ser esporádicos ou anuais. Colocando em prática essas atividades, a ideia é que todos saiam ganhando. Afinal de contas, os envolvidos precisam estar em sintonia para alcançar os seus objetivos: enquanto os franqueados querem obter sucesso na sua unidade, os franqueadores pretendem expandir ainda mais sua marca.

*Germano Leardi Neto é diretor de relações institucionais da franqueadora imobiliária Paulo Roberto Leardi.



Onde está a boa educação?

Outrora, o idoso, era respeitado no local de trabalho e na sociedade.


Saneamento básico no Brasil

A infraestrutura que não chega ao esgoto.


Em novos tempos deve-se ter novas práticas

Na Capital fala-se muito em Menos Brasília, Mais Brasil.


Espiritualidade e alegria junina

Junho traz festas de três santos católicos: Antônio, casamenteiro. São João, profeta precursor de Jesus e São Pedro, único apóstolo que caminhou sobre as águas.


Missão do avô

Na família os avós são conselheiros dos pais e dos netos.


A importância das relações governamentais e institucionais

As relações governamentais e institucionais têm sido um instrumento de alta relevância para qualquer organização no atual momento político brasileiro.


Namoro na adolescência: fato ou fake?

O início da adolescência coincide com o final do Ensino Fundamental, fase em que desabrocham as paixões e, com elas, o convite: “quer namorar comigo?”.


Autobiografias: revelações das experiências em família

A curiosidade de muitas pessoas sobre a (auto) biografia de personalidades tem se tornado cada vez mais crescente, nos últimos anos.


What a wonderful world

Louis Daniel Armstrong foi um cantor e instrumentista nascido na aurora do século 20, e foi considerado “a personificação do jazz”.


A violência doméstica

Em Portugal, desde o início do ano, apesar de se combater, por todos os meios, a violência na família, contam-se já mais de uma dezena de mulheres, assassinadas.


O desrespeito ao teto constitucional e o ativismo judicial

O ativismo do Executivo e do Judiciário está “apequenando” o Legislativo.


Indicadores e painéis urbanos aliados à administração pública

A cidade com fatos visualizados está remodelando a forma como os cidadãos e gestores vêm a conhecê-la e governá-la.